« Podsemfio n.71 - Apps & MobileMe | Home | Evernote: dando utilidade para a câmera do seu celular »

agosto 06, 2008

Musicphones nas classes C e D

Engraçado usar somente os iPods como referência na hora de se falar em tocadores de MP3. O que grande maioria das pessoas quer mesmo é convergência, por isso os celulares com MP3 são tão procurados atualmente. Enquanto a Apple levou 5 anos para vender 100 milhões de iPods, a Nokia vendeu, somente no ano passado, 80 milhões de celulares com MP3.

Não sei se o iPod vai morrer em prol do iPhone. Mais do que beleza e interface amigável, o que atrai mesmo no telefone-tocador da Apple é a convergência. Mas continua elitista. Não são somente as classes mais privilegiadas, com computador próprio e banda larga em casa, que querem celulares musicais.

Estou na fase de pesquisa para o meu futuro livro sobre mobilidade e inclusão social, e o assunto música com certeza merecerá um capítulo próprio. Tenho observado de perto o comportamento dos jovens de classes C e D e me surpreendendo com os resultados. Além disso, pesquisei alguns números a partir de uma pesquisa feita pela empresa TNS, especializada em estudo de mercado, para corroborar o que tenho observado.

Os MP3 "genéricos" são relativamente populares, mas não são mais objeto de desejo desses jovens. O que eles querem agora são celulares com MP3. E não é só pela convergência ou preço cada vez menor. O que eles querem mesmo é baixar músicas! Com os MP3 genéricos, isso só era possível trocando e ripando CDs entre amigos. Com os celulares convergentes, baixa-se e ouve-se o que quiser quase instantaneamente.

No mundo do MP3, derruba-se em definitivo o conceito que pirataria está ligada às classes mais baixas. Enquanto jovens mais abastados podem baixar toneladas de músicas pela conexão rápida de suas casas (muitas vezes por redes P2P, sem pagar nada por elas), os jovens de classes C e D baixam bem menos músicas, mas pagam pela maioria delas, através dos serviços disponíveis pelas operadoras nos próprios aparelhos.

É fácil constatar o porquê: segundo a TNS, hoje no Brasil temos 26 milhões de celulares com MP3 *e* acesso à web. Porém, o número de PCs com banda larga gira em torno de apenas 9 milhões. E 40% desses celulares musicalmente conectados pertencem às classes C e D, que, por sua vez, são quase em sua totalidade pré-pagos.

Para resumir: quem mais compra música digital hoje são os jovens das classes C e D, através dos celulares, pelas redes de suas operadoras. Muitos não têm banda larga (às vezes, nem mesmo PC) em casa. E como não é preciso ter cartão de crédito para tal, o acesso fica ainda mais fácil - com uma recarga de R$ 30, dá para comprar mais de 50 músicas.

Os celulares que já vêm com músicas também vendem muito. A primeira iniciativa foi com a Sony Ericsson, há 2 anos, com o primeiro celular que vinha com um álbum completo da Ivete Sangalo, o W200, em exclusividade pela Vivo. Vendeu horrores. Logo depois, outras operadoras e fabricantes passaram a fazer o mesmo. O modelo que vinha com um álbum do Skank e mais 2 faixas extras exclusivas para o celular também fez história. Pelo ranking das operadoras, nota-se que os campeões de download são artistas populares, como Ivete Sangalo, McCréu, Fergie, Exaltasamba e Victor e Leo. A onipresente Ivete vende qualquer coisa, no mundo real e no mundo virtual. Mas só ela conseguiu a proeza de bater os 50.000 downloads da música Berimbau Metalizado, responsável pelo 1o "disco de ouro digital" da América Latina.

Se a indústria fonográfica quiser se salvar, precisará prestar mais atenção nesse fenômeno de consumo vindo das classes mais baixas. Mas é bom que saibam que os mais abonados também querem pagar pela música que consomem. Há anos, pelo menos meia dúzia de pessoas vêm semanalmente me perguntar como criar conta na iTunes store. Mas acabam recorrendo a formas "alternativas" por falta de opções tão descomplicadas quanto a dupla iPod + iTunes. Ou quanto o MP3 baixado em celulares...

Nokia XPressMusic 5310 e 5610 (foto acima)

Aproveitndo para fazer um comentário: a Nokia enfim acertou a mão em sua linha de celulares musicais. Tanto o 5310 como o 5610 têm excelentes players, as teclas dedicadas para música são eficientes, a bateria tem fôlego de sobra e o design é show - algo que o último 5200 ficou devendo. Sem contar que finalmente resolveram usar plugue padrão para fones de ouvido - ainda bem, pois o fone que o acompanha continua fraquinho. Mas não é a toa que ambos estão fazendo enorme sucesso: além de tudo, possuem o melhor custo-benefício hoje em sua categoria.

Pesquise preços de: Nokia XpressMusic 5310, Nokia XpressMusic 5610, SonyEricsson Walkman

postado via 3G

Escrito por Bia Kunze em Celular em agosto 6, 2008 10:13 PM

Citações

Endereço para citar este post:
http://www.estrelasdopassado.com/odontopalm/cgi-bin/mt/mt-tb.cgi/1410

IMPORTANTE: escrevam nos comentários somente o que estiver dentro do assunto do post. Dúvidas genéricas sobre outros assuntos, mandem-nas para: bia arroba garotasemfio.com.br. Obrigada!

Bateria do ipod dura 22 hrs

Escrito por Marcos em agosto 6, 2008 11:57 PM

Ótimo post, Bia, e fantástico este número de vendas da Nokia versus Apple. Achava que a realidade era outra, onde os ipods estavam dominando o mundo de tocadores mp3. Legal.

Escrito por João Ghinato em agosto 6, 2008 11:59 PM

Concordo com a questão da convergência Bia, e tanto a Apple já reparou que o iPhone é elitista que, ao que tudo indica, vem um iPhone Nano por aí. Isso para a fúria dos membros do Clube de Exclusividade Apple, mas aí é outra história.

Agora, será que rolam mesmo todos esses downloads pelas classes C e D? Acho que o perfil dessas classes é comprar um computador popular e ripar CDs e DVDs (muitas vezes piratas). Pode ser que não existam mais PCs com banda larga que celulares musicais, mas as grandes redes varejistas vendem desktops por menos de R$ 1000 e notebooks de menos de R$ 1500, todos parcelados a perder de vista. Tem muito mais computador que esses 9 milhões rodando por aí. Acho legal se a sua estatística estiver certa, é um tapa na cara de quem acha que brasileiro não compra conteúdo legal.

PS: E a bateria do iPhone Marcos? Dura quanto hein?

Escrito por Zé em agosto 7, 2008 12:15 AM

Muito bom. Tirando quando usam o celular com falantes para ouvir funk no metrô. Aí ninguém merece.

Escrito por Felipe "Avatar" Arruda em agosto 7, 2008 12:29 AM

Zé, tem gente que nem sabe que o celular consegue se conectar ao pc. Ou as vezes até sabe, mas o celular não vem com o cabo, com o software, etc. Acho que é desse tipo de consumidor que a Bia está falando.

Escrito por Pack em agosto 7, 2008 12:35 AM

O Nokia 5310 é muito bom e pequeno (menor do que um ipod nano antigo) mas tem um sério inconveniente: quando o teclado é bloqueado as teclas dedicadas para música e volume ficam inativas, podendo-se apenas passar para a música seguinte com o controle remoto do fone de ouvido. Algo que eu acho muito interessante é poder ler a letra da musica em arquivos txt. De resto a câmera é muito ruim e a reprodução de vídeos é péssima.

Escrito por Alexandre em agosto 7, 2008 01:06 AM

Essa estatística de vendas tem pelo menos um grande erro. Vender celulares com MP3 é extremamente mais fácil, já que a função está inclusa na maioria dos aparelhos hoje em dia. Muita gente compra celular com a função, mas sem a pretensão de usá-la.

Jovens, de fato têm desejo por celulares com players, mas essa estatística se assemelha muito com a de entrada de estrangeitros no Brasil, onde qualquer um que desembarque de um vôo internacional (mesmo brasileiro e residindo aqui) é um turista.

Comparar com a venda de um aparelho exclusivamente feito para tocar música, não é a atitude mais feliz. É quase como falar da venda de licensas Windows pela mesma classe.

Escrito por Igor, o último carioca nerd em agosto 7, 2008 01:59 AM

A bateria do iphone é uma piada ;P. Depois que liberaram os aplicativos de verdade tem gente carregando 2-3 vezes por dia, no I3G mesmo. E isso que eu achava a bateria dos N series fraquinha hein....

Escrito por John em agosto 7, 2008 02:02 AM

É ver tambem como as classes mais altas acabam pagando mais apenas por status. Muita gente prefere comprar um iPod video e um N95 apenas "por ter" e no final não usar os recursos multimida de nenhum deles.
Prefiro continuar com o meu 5200, apesar de nao conseguir tirar as MP3 da Vivo dele para ouvir no computador.

Escrito por Nicholas em agosto 7, 2008 10:10 AM

Bia,
Falando em música e convergência, no último Tela Viva Móvel a Nielsen Mobile publicou os dados de uma pesquisa mundial que realizou, e um dos fatos que chamou a atenção deles (e de grande parte da platéia) foi a atração que o rádio no celular exerce nos brasileiros, muito maior do que a média mundial.
Este post do MobileNews tem algumas infos a mais sobre a pesquisa:
http://www.mobilenews.com.br/index.cfm?fa=contentNews.newsDetails&newsID=58268&from=list

Escrito por Eric Santos em agosto 7, 2008 10:20 AM

Dificil falar sobre inclusão digital e social via celulares com MP3 sem lembrar que a grande maioria dos celulares que possuem essas opcoes ainda sao carissimos no Brasil. Será que esse numero "26 milhões de celulares com MP3" foi contabilizado pela venda de celulares ou pelo uso dos celulares através da operadora? Se foi contabilizado pela venda de celulares...pode apostar esse numero é bem menor que a grande realidade. Assim como aconteceu com os computadores pessoais, que chegaram a ter participacão de 70% deles sendo adquiridos via "Mercado Informal" e hoje esse numero varia na casa dos 46%. Os celulares com mais funcões agregadas tambem estao trilhando esse mesmo caminho.Hoje em dia vc pode encontrar com facilidade os famosos MP7 nos grandes centros como "Santa Efigenia"em SP ou "Infocentro e Infobarra"no RJ. Marcas como POWERPACK, FOSTON, TOSHIBO (escrito assim mesmo), PACIFIC, ORANGE (com marquinha da laranja e tudo mais, fazendo uma alusão a Apple), SHARK entre outros tantos entram no Brasil ilegalmente via Paraguay e as vezes vindo diretamente da China. Os "MP7"alem da funcao de Celular GSM ainda aceitam o uso de um segundo Chip GSM, o que proporciona que vc use 2 linhas simultaneamente no mesmo celular, tem tela touch (alguns com as mesmas funcoes do iPhone), possuem Camera Digital onde a resolucao varia de 1.3mp a 5.0 mp de acordo com a marca. Ainda sao tocadores de MP3 e MP4, possuem telas variando de 2,5p a 5p. E o mais legal...eles recebem sinal de TV...sim .. vc pode assitir TV nele...isso sem contar todas as funcoes ja conhecidas com 3G, Bluetooth e etc.
A parte mais legal nisso tudo é que o concorrente mais proximo legalmente encontrado no Brasil nesse momento seria o Telefone Celular Samsung V820 GSM Camera 2.0 MP3 Bluetooth 3G TV Digital, que custa em media R$1345.00 no plano PRÉ, enquanto isso.. podemos encontrar os MP7 em qualquer lojinha de fundo de quintal no Centro de SP a partir de R$450.00 . Eu concordo que é dificil comparar a qualidade de um NOKIA ou SAMSUNG com um MP7...mas a cada dia que passa celulares se tornam mais descartaveis, eu mesmo ja troquei de celular 3 vezes esse ano e pretendo comprar um HTC Touch no fim do ano. Quanto a baixar musicas legalmente eu concordo com vc...as classes C e D pagam mais por isso. A Ivete Sangalo se tornou um icone de vendas no ramo dos eletronicos. Fora as investidas nos celulares a Kingston, fabricante de memorias e pen drives mundialmente conhecida lancou recentemente uma linha de Pens com o nome da Ivete Sangalo...uma edicao especial de seus produtos que vinham com 3 musicas inéditas pra quem comprar.
Ate o fim do mes....o iPhone 3G chega oficialmente em toda a America Latina.... ai eu te pergunto, quem sera que vai vender mais iPhone? As operadoras que pretendem amarrar os desavisados com um plano de 2 anos no plano POS e enfiar a faca nos corajosos que optarem pelo plano PRE ou o Mercado Informal que ja se prepara para entregar o mesmo iPhone pela metade do preco que as operadoras pretendem pedir no Plano PRE?
A inclusao social esta acontecendo....é maior do que os numeros divulgados, mas nao gracas à benfeitoria das operadoras brasileiras e muito menos gracas aos fabricantes instalados no Brasil.

Escrito por kaka em agosto 7, 2008 10:23 AM

Copy and Paste

Alguém ae que tenha um iPhone e quer Copiar e Colar.

No Link menciona que desde a versão anterior já oferecia esta função

(http://www.vimeo.com/266383).

Escrito por Jeff em agosto 7, 2008 06:40 PM

Por essas e outras que eu nunca quis um ipod. Meu telefone agregou um monte de atividades. Agora, ao invés de levar na bolsa celular + mp3 + câmera + agenda + bloco de anotações eu levo SÓ o celular - meu N95 faz tudo isso e muito mais ;)

Escrito por Cynthia em agosto 7, 2008 07:02 PM

Tudo muito bonitinho de se inventar. Duvido que o carinha que bolou isso de escutar MP3 sem fone de ouvido, dependa de ônibus ou trêm pra ir trabalhar... queria ver ele dentro de um ônibus por 30 minutos com duas ou três funkeiras... maldita inclusão digital!!!

Escrito por Rodrigo em agosto 7, 2008 07:37 PM

Pack... também possuo um nokia 5310, se fizer a atualização do sofwaere dele para a versão 7.0 fica show, a resolução da câmera melhora 100% e o som fica bem mais alto.
Nem pense em atualiza-lo com a versão 5.1 pois só terá dor de cabeça.
Abraço.

Escrito por Mala em agosto 7, 2008 10:19 PM

Pack, esses cabos que você está falando estão à venda em qualquer "mercado popular" por aí. E, ao contrário dos oficiais, que custam caro, esses você compra por menos de 20 reais. Até dongles bluetooth são populares nesses lugares. O pessoal sabe sim que pode fazer isso, e é bem mais simples do que baixar a música da operadora.

O povão compra celular pra ouvir música sim. Eles estão, aos poucos, substituindo os MP3 player xing-ling sim. A questão é a origem das músicas que tocam neles. Mesmo o aparelho musical da Nokia, bem feioso por sinal, da geração anterior fez sucesso.

Escrito por Zé em agosto 7, 2008 11:40 PM

Pack, esses cabos que você está falando estão à venda em qualquer "mercado popular" por aí. E, ao contrário dos oficiais, que custam caro, esses você compra por menos de 20 reais. Até dongles bluetooth são populares nesses lugares. O pessoal sabe sim que pode fazer isso, e é bem mais simples do que baixar a música da operadora.

O povão compra celular pra ouvir música sim. Eles estão, aos poucos, substituindo os MP3 player xing-ling sim. A questão é a origem das músicas que tocam neles. Mesmo o aparelho musical da Nokia, bem feioso por sinal, da geração anterior fez sucesso.

Escrito por Zé em agosto 7, 2008 11:45 PM

Bia, concordo em grande parte com o seu post, menos que um jovem da classe C e D tenha R$ 30 reais pra colocar em música, e muito menos ainda que ele consiga comprar com isso 50 músicas em alguma operadora. No modelo das operadoras, começa-se a pagar antes mesmo se escolher uma música: tráfego de dados! Em algumas operadoras, somando o preço do conteúdo digital mais o custo da transferencia de dados, uma música pode chegar a mais de R$ 12 (lembre que 80% dos celulares no Brasil são pré-pagos e não possuem plano de dados). Veja uma alternativa a tudo isso em http://www.tocae.com.br

Escrito por eduardo em agosto 8, 2008 12:21 AM

Viva a nokiafangirl.

Escrito por Ana em agosto 8, 2008 12:53 AM

Não tenho um celular com MP3 e não preciso
isso é pra pessoas fúteis, q torram um monte de dinheiro por essas porcarias
vcs sabem pra q serve um celular? serve pra fazer e receber chamadas

Escrito por Marcelo em agosto 8, 2008 01:12 AM

Eduardo, . Tráfego de dados sim, mas pelo menos na Vivo você NÃO paga enquanto escolhe "Qualquer coisa" no Vivo Downloads (a navegação é gratuita).

Marcelo, . Você não escuta MP3? E uma bolsa, mala, mochila, etc... Você sabe pra que serve? ...ou será que você leva todos os utensílios, que caberiam numa mochila, por exemplo, nas mãos???!!! ...e, não é porque você não precise, que as pessoas que precisem ou querem ter a tecnologia sempre a mão (e não querem levar um monte de aparelhos para qualquer lugar que vá) sejam "fúteis". E já reparou que "estas pessoas" não querem um "celular". Você só quer um celular? ótimo... ...pra Você!!! Outras pessoas querem MUITO mais que isso! Gosto é gosto! Necessidade é necessidade! E se isso é ser fútil... ...quem tem para "torrar", NÃO está nem aí !!!!!!!!

Escrito por Jeff em agosto 8, 2008 09:51 AM

Deixa eu adivinhar o modelo do celular do Marcelo..... MOTOROLA PT550.
Isso se ele tiver um celular neh...porque depois da afirmacao dele eu tenho la minhas duvidas.

Escrito por kaka em agosto 8, 2008 10:27 AM

Marcelo, inveja é uma merda....

Escrito por alexandre em agosto 9, 2008 12:50 PM

Bia,
Acho legal levantar essa informaçao a respeito do pouco volume dos Iphones mas voce parece que nos post que vc faz so se lembra da Nokia, abra a mente Existe Sony existe Samsung, LG Motorola etc etc.
Tudo bem que a Nokia te patrocina viagens etc mas sem parcialidade por favor...
Antes de qualquer resposta leia os ultimos 10 post e faça uma estatisca....
Outra coisa cade os videos tao prometidos...

Escrito por Fabio em agosto 9, 2008 03:30 PM

De repente ela não fala dos Ericson, LG, Motorola e etc porque são umas PORCARIAS! De cada dez modelos que essas marcas lançam, um ou outro só que se salvam.

Escrito por Rá em agosto 11, 2008 03:24 PM

Rá seu comentario mostra seu total desconhecimento de equipamentos.
Falar que Sony e uma porcaria e melhor nem falar nada...

Escrito por Fabio em agosto 11, 2008 10:25 PM

Estou com um Nokia 5310 brincando de passear na Assistencia Técnica ... Durante quase seis meses entre idas e vindas sem solução do problema.

A Nokia vêm tendo um total descaso comigo.


=[

Escrito por André Seoane em agosto 13, 2008 05:29 PM

Tenho um Nokia 5610 a 3 meses, e estava bem satisfeito com ele, até hoje.
Ele tem um problema de rebootar, especialmente durante ligações, mas comigo só acontecia algumas vezes, e durante o uso do Player de música.
Hoje ele resolveu "apagar". Quando ligo, ele mostra o logo da Nokia, "reboota" algumas vezes, e desliga.
Não foi difícil de achar alguém com o mesmíssimo problema:
http://www.youtube.com/watch?v=kpSShuQyyns
Aparentemente, o firmware se corrompe, levando a esse problema, e não existe uma solução definitiva.
Estou pensando até em como vou fazer pra devolver o aparelho...

Escrito por Thiago Hickmann em agosto 18, 2008 02:39 AM

De boa, desde quando classe C e D tem dinheiro pra por crédito ?? Como o colega disse acima, com computadores populares é muito mais fácil se ter banda larga do que se pensa. Esta derrubado a tese de que banda larga é pra classe A e B =)

Escrito por Bianca em agosto 19, 2008 05:02 PM

O pessoal que "gosta de gastar" ficou um pouco ofendido com a blogueira quando ela menciona a pirataria por parte dos detentores da banda larga ! Não fala nada mais que a verdade ... mas as classes C e D não compram músicas pelo celular não. É um valor muito pequeno mesmo ...

Escrito por Alexis em agosto 20, 2008 07:24 AM

O que precisa ser feito para estes numeros da nokia não se alterarem é a possibilidade de gerenciamento das musicas nos celulares. Em meu Rokr E2 da Motorola é uma função sofrivel.
Não é possivel sair da Banda A para a banda G, sem passar pela Banda B, C, D, E ... O sistema para copia de musicas é facil como um pen-drive mais gerencia-los não. Adquiri-los via lojas precisa ser uma experiencia muito mais facil.

É preciso saber se quem compra o 5610 da Nokia está realmente colocando musica la. Quem compra um iphone coloca.

Escrito por Dandalo Gabrielli em agosto 23, 2008 02:27 PM

Sei lá, meio nada a ver comparar a Nokia com a Apple...

Escrito por Vegetal em agosto 30, 2008 11:13 AM

Celular music player é uma maravilha, agora o que não dá pra engolir é a sede desenfreada da indústria que faz com que os aparelhos mais incrementados custem horrores. Tomara que os MP7 chineses tomem grande fatia do mercado (eu mesmo tenho um Foston FS868B; que por sinal é muito bom). Lembro-me por exemplo, que o V3 no início de 2005 custava +ou- R$2.500,00 e não oferecia nada de surpreendente (a não ser o visual, à época, arrebatador). Outros exemplos: LG MG810 Black Safira que custava um absurdo e nem memória expansível possuía; Nokia 6111... Agora tem o Nokia N95 8GB custando até mais de R$2.000,00!!!!!

Escrito por Marcos em setembro 13, 2008 01:34 PM

Celular music player é uma maravilha, agora o que não dá pra engolir é a sede desenfreada da indústria que faz com que os aparelhos mais incrementados custem horrores. Tomara que os MP7 chineses tomem grande fatia do mercado (eu mesmo tenho um Foston FS868B; que por sinal é muito bom). Lembro-me por exemplo, que o V3 no início de 2005 custava +ou- R$2.500,00 e não oferecia nada de surpreendente (a não ser o visual, à época, arrebatador). Outros exemplos: LG MG810 Black Safira que custava um absurdo e nem memória expansível possuía; Nokia 6111... Agora tem o Nokia N95 8GB custando até mais de R$2.000,00!!!!!

Escrito por Marcos em setembro 13, 2008 01:36 PM

Ainda sobre a ganância da indústria (aviso de antemão que não sou anti-capitalista), vale lembrar o caso do i-Phone, que nos EUA custam U$199,00 (8Gb)e aqui neste "paraíso tropical" custará R$1.500,00????? Deve ser porque lá a população é miserável e aqui a riqueza abunda... E olha que nos States apenas uma operadora o oferecia (pelo menos no início, mas mesmo assim o preço inicial era de U$299,00 ou U$399,00). O pior é que muitos pagarão este absurdo e se sentirão um "must".

Escrito por Marcos em setembro 16, 2008 01:03 PM

show de bola, soh um problema como minha mao eh pesada a parte de traz aonde coloca o chip eu dei uma puxada soh escuto o pessoal falar lol,,,atualizei firmware dele. Symbian ver9Xx a camera melhora a resolução sem contar na qualidade do som tendo em vista o pequeno tamanho dele. Linux E2 e Symbian 5310 LOL [=

Escrito por Duque em outubro 14, 2008 03:02 AM