novembro 18, 2008

Windows Mobile com telas estendidas

Estamos vendo novos Windows Mobile despontando no mercado, agora com uma novidade: telas beeeeem grandes! Tela grande é uma coisa. Ser um dispositivo que funciona totalmente só com os dedos, é outra!

Já conhecemos bem as tradicionais telas QVGA (240 x 320 pixels), que é o padrão na maioria desses dispositivos, e as VGA (o dobro quádruplo das QVGA), que não são novidade mas estão aos poucos aparecendo em cada vez mais smartphones. Agora, temos as chamas WVGA, que se poderia traduzir como "VGA estendida para baixo". Sim, as telas do Windows Mobile estão maiores e com maior resolução!

A HTC deu o pontapé inicial com o HTC Touch HD e a Samsung lançou o belo Samsung Omnia i900. Além da tela grande, as fabricantes estão preocupadas em deixá-los mais amigáveis para quem quer dispensar a canetinha stylus e usar apenas os dedos. A HTC vem redesenhando a tela Today e os menus de acesso desde o HTC Touch; a Samsung fez o mesmo e deu cara nova às telas principais. Nem parecem Windows Mobile:


Especificações completas do HTC Touch HD e Samsung Omnia

Aqui, um adendo: acho estranho o nome Touch "HD". Não é "hard-disk", mas "high-definition", o que pode levar a algumas interpretações errôneas por causa da nomenclatura das TVs de alta definição. Daria para dizer que o "HD" do dispositivo da HTC significa "higher-definition", então?

Problemas de adaptação

Belos rostinhos novos, mas por dentro, o Windows Mobile continua igual: nos diretórios e menus internos, tudo continua como sempre, com aqueles mesmos ícones e menus pequenininhos. Assim como os softs de terceiros: ainda é preciso usar a canetinha ou a "unha" para andar por dentro deles.

Uso Windows Mobile desde 2004 e continuo usando até hoje (apesar de estar com o iPhone também) por causa do poder dos softs de terceiros, que dão uma flexibilidade ao sistema que nenhum outro OS alcançou até agora. Softwares como o Pocket Informant estão acompanhando a evolução das novas telas e desse novo "jeito touchscreen de ser", que dispensa as stylus. Mas vai levar um bom tempo para todo mundo aderir. Sem contar que a Microsoft também precisa mudar toda a estrutura visual do Windows Mobile, e não contar apenas com a "maquiagem" da HTC e da Samsung. Aí sim será um sistema todo "finger-friendly" de verdade.

Minha grande dúvida com relação a esses novos Windows Mobile de tela espichada é: como se comportarão os softwares atuais que instalarmos neles? Espero poder ter um em mãos em breve para tirar essas e outras dúvidas.

HTC Touch: 1 ano e meio depois

Preciso muito de um Windows Mobile 3G para trabalhar, mas com a aquisição do Macbook e minhas novas prioridades financeiras, não vai ser tão cedo. Não tendo banda larga em Curitiba, o 3G faz muita falta. A idéia seria colocar nele meu atual chip da TIM que está no mini-modem, e assim, poderia usá-lo como mini-modem também.

Eu adoro meu HTC Touch, é o melhor Windows Mobile que já tive. Engraçado isso, já que desempenho não é o seu forte, com um processador fraquinho e memória exígua. Mas a autonomia de bateria dele continua a mesma, mesmo há 1 ano e meio em atividade - o que é impressionante! Raramente sofri panes, e quando isso acontecia, era por causa de algum software que eu estivesse testando.

Mas o 3G faz falta, muita falta. O Touch HD e o Touch Pro por enquanto me parecem as melhores opções. O Omnia já está à venda no Brasil; o Touch Pro virá no início de 2009 e o Touch HD, ainda sem previsão.

Pesquise preços de: Samsung Omnia i900, HTC Touch Dual, HTC Touch Diamond

postado via wifi

escrito por Bia Kunze em Windows Mobile às 01:04 PM | Comentários (25) | Citações

novembro 14, 2008

Review: HTC Touch Pro

O atual topo de linha da HTC também pode ser considerado o melhor smartphone da atualidade. Não apenas porque é completo e poderoso, mas também porque seu desempenho condiz com o hardware e software apresentado. Ou seja, ele não decepciona.

O leitor Ricardo Smania, proprietário de um HTC Touch Pro há poucas semanas, conta para a gente as suas primeiras impressões do aparelho:

Depoimento de usuário (por Ricardo Smania)

Eu tive 3 celulares na vida, os 3 smartphones. O primeiro foi um Nokia N-Gage QD. Por ser S60 tinha milhares de programas disponíveis, e eu usava bastante, inclusive para estudo, porém sua tela com resolução baixíssima e falta de touchscreen me fizeram buscar um novo modelo, que foi o Motorola A1200i. Apesar de ter um design revolucionário, tela boa, e interface bonita, ele sofre de vários problemas crônicos, o principal deles a total falta de suporte por parte da Motorola a desenvolvimento e instalação de programas nativos, que junto com o péssimo suporte a A2DP e falta de suporte a SDHC me fizeram novamente procurar um novo modelo.

Por um tempo estava de olho no TyTN II, porém a tela QVGA e a falta de drivers de vídeo decentes me desanimaram. Quando vi o anúncio do Diamond gostei bastante, porém ele não tem algumas coisas básicas, como por exemplo entrada de cartão MicroSD, e sofre com a bateria de baixa capacidade e a baixa quantidade de memória RAM. Eis que para minha alegria surge o Pro, que aparentemente tinha as qualidades do Tytn II e do Diamond, sem os defeitos de nenhum deles, e acabei comprando.

Ao abrir a caixa dos correios, fiquei impressionado com a embalagem. Ela tem o formato de pirâmide, e é muito bem trabalhada, com material de alta qualidade, de plástico parte fosco e parte brilhante. Realmente passou uma ótima primeira impressão.

O aparelho em si é um pouco pesado, mas o tamanho não atrapalha, sendo aproximadamente o mesmo de um N95. Assim que o TouchFlo 3D foi carregado, eu fiquei simplesmente maravilhado com a tela. Eu nunca tinha tido a oportunidade de mexer em um celular com tela VGA, e depois desta experiência nunca mais quero voltar atrás. A qualidade é impressionante, em todos os sentidos, definição, cores, contraste, ângulo de visão, e além de tudo um sensor na parte de cima é usado para ajustar o brilho de acordo com a luz ambiente. Como a frete do aparelho é totalmente reta, é importante usar uma película para proteger a tela, pois ela fica bastante exposta. Em alguns minutos de uso aprendi a mexer no TouchFlo, e ficou óbvio que ele existe para cobrir a interface padrão do Windows, que está bastante defasada tanto na parte visual quanto na usabilidade. O problema é que apesar de permitir acesso às funções básicas, quando é necessário fazer qualquer coisa um pouco mais avançada é mostrada a velha e feia interface do Windows, com fundo branco e fontes pretas. Nestes momentos o Touch Pro perde um pouco de seu brilho, e parece um PDA comum.

O TouchFlo substitui a tela Today, e permite acesso às funções mais comuns, como telefone, contatos, mensagens, e-mail, fotos e vídeos, música, internet, programas e algumas configurações mais simples, como por exemplo ligar e desligar Bluetooth, Wifi, etc. Nesta tela toda a navegação pode ser feita facilmente com os dedos, sem precisar da stylus. Às vezes ela tem um pouco de lentidão, mas no geral é bem rápida, realmente agilizando as tarefas.

Na tela principal é mostrado o relógio e compromissos, com acesso a alarmes, calendário, e histórico de chamadas. Fazendo movimento para cima ou para baixo alterna entre o relógio grande ou um menor, abrindo espaço na tela para mostrar mais compromissos. Na tela de contatos, podem ser definidos alguns favoritos que podem ser acessados diretamente, com um link para a tela padrão do Windows de todos os contatos, cuja navegação achei muito boa por sinal. O mesmo vale para as mensagens e e-mails. Todas as partes do TouchFlo têm os mesmos controles: deslizar o dedo para cima ou para baixo para navegar entre os itens da pasta atual, e deslizar para os lados para mudar de pasta.

Na parte de fotos é possível ver as já tiradas e tirar novas. A câmera é razoavelmente boa, com um led para ser usado como luz auxiliar, e permitindo algumas configurações básicas. Gostei bastante da qualidade das fotos macro, que estão acima da média, mas para fotos em geral a qualidade é apenas boa. O vídeo também está na média. Em ambos os casos ele perde feio para a série N da Nokia por exemplo.

Como browser ele usa o Opera 9.5, mas também vem com o Internet Explorer instalado. O IE é tão ruim quanto no desktop, tentei usar algumas vezes e não consegui. O Opera, porém, é bem mais interessante. Ele permite ver as páginas completas, como se fosse no desktop. O mais legal é que é possível dar zoom girando o dedo em volta do botão central, que fica logo abaixo da tela. Isso também vale para outras aplicações, como fotos. Em alguns momentos achei ele um pouco instável, e demora para adaptar a tela quando o aparelho gira. Por outro lado em termos de compatibilidade é muito bom, dá inclusive para usar sites de alguns banco nele. Para uma primeira versão é bom, e acredito que a tendência seja melhorar nas próximas.

Mas pra mim o que separa o Pro do resto é o seu teclado. Ele tem um teclado de 5 linhas, bem parecido com os de notebook, incluindo setas de navegação. E além do ótimo layout ele é extremamente confortável, sendo possível digitar muito mais rápido que com qualquer teclado virtual ou T9. Ele é iluminado para facilitar a digitação à noite, e tem inclusive leds para caps lock e tecla de função. Por ser Windows é possível usar atalhos como Ctrl+C e Ctrl+V direto no teclado. Uma observação importante é que como o aparelho é em inglês, por padrão não tem suporte a acentuação de forma fácil. Felizmente existem pacotes de atualização de idioma disponíveis, que habilitam T9 em português, com isso basta digitar a palavra sem acentos que eles já coloca.

Uma coisa que não gostei foram os botões físicos abaixo da tela. Eles são um pouco duros, e não combinam com o resto. É interessante notar que toda a frente do aparelho é sensível a toque, não apenas a tela, se extendendo pelos botões também, mas curiosamente nenhuma aplicação faz uso deste recurso ainda. Com este recurso não consigo entender por que ainda assim foram usados botões físicos, que achei totalmente desnecessários.

Toda minha conexão está sendo feita via wifi, porque infelizmente na minha região só tem 3G da Claro, na frequência de 850 MHz, que o aparelho não suporta. Mas como tenho wifi em casa e na pós, não tem problema. No trabalho não tem wifi mas eu uso via Bluetooth com o Activesync. Este, por sinal, achei o recurso mais interessante do Windows, pois tanto por USB quanto por Bluetooth (infelizmente não por wifi) é possível acessar os arquivos, sincronizar dados e acessar a internet de forma muito fácil e transparente.

E falando em Bluetooth, o suporte a A2DP do Windows está em um nível muito acima do que eu estou acostumado. Basta ligar o fone que está conectado, funcionando em qualquer aplicação. Tenho um Motorola S9, e a qualidade de som é excepcional quando usado junto com o Touch Pro, incomparavelmente melhor que no A1200i.

O GPS também funciona muito bem, aliás muito melhor que tinha imaginado. Normalmente o lock dos satélites é rápido, e ele funciona relativamente bem inclusive embaixo do painel do carro. Vale notar que ele não vem com nenhum software de navegação instalado, o que acho até interessante pois permite que o usuário faça sua opção.

E em um aparelho com tela VGA, aceleradora de vídeo, wifi, 3G, GPS, e mais algumas coisas, a bateria é bastante exigida. Felizmente ela tem aguentado bem, normalmente uma carga por dia é suficiente para aguentar o dia todo de trabalho mais a pós à noite.

Na pós é justamente onde estou tendo o melhor uso dele. Uma das minhas intenções ao comprá-lo era tentar usar menos meu EeePC para fazer anotações, trabalhos e pesquisas, e não é que tenho conseguido? Ao fazer anotações nas aulas, a bateria do notebook era sempre uma preocupação, então de vez em quando eu desligava a tela para economizar energia, e ao ligar novamente demorava um tempo para a imagem voltar a aparecer. Com o Touch Pro isto não acontece mais, ele está sempre pronto. Atualmente estou usando um trial do Resco Recorder, gravando as aulas e inserindo bookmarks com o teclado físico. Isso tem me ajudado muito na hora de estudar, pois sei exatamente em que ponto da aula foi falado sobre cada assunto.

E por último, mesmo com tudo isso o Touch Pro também é um celular. Porém deve se ter em mente que como celular é um aparelho grande, pesado e pouco ergonômico. Fazer ligações é o que eu menos faço com ele, mas pra quem realmente precisa deste recurso recomendo a compra de um fone Bluetooth.


HTC Touch Pro (dir.) ao lado de um Motorola A1200i

Meus comentários

Ricardo, o que mais chamou minha atenção no seu depoimento foi a questão da bateria. Um aparelho com tantas funcionalidades e tela VGA, aindaa por cima, parece surpreendente que a bateria aguente um dia todo. Talvez seja por causa do 3G, que você não está usando ainda. Posso garantir que não há um smartphone 3G hoje em dia que tenha autonomia satisfatória, e a grande vilã é realmente a rede 3G. Até meu netbook Asus Eee, um primor em termos de autonomia, fica sem energia 40 minutos mais cedo que o wifi, quando estou com o mini-modem 3G da TIM.

Fora isso, o que faz eu acreditar que o Touch Pro é um dos melhores (senão o melhor) smartphone da atualidade é a maestria com que combina uma pluralidade de funções. Ele não é um aparelho voltado para o usuário mediano, que pode se perder no meio de tanta coisa e não curtir muito o tamanho. É para heavy-users mesmo, aqueles que que exploram ao máximo os recursos e querem poder exercer funções avanaçadas quando estão longe de seus desktops. Como por exemplo, a saída VGA, que permite ligar o Touch Pro a um datashow para fazer apresentações. Aqui, fazer ligações telefônicas é um mero detalhe.

A HTC Brasil já informou que o Touch Pro virá ao nosso país no início de 2009. O preço, nem ouso pensar...

Enquanto isso, convido os leitores a dar um pulinho no Flickr para conferir as fotos do HTC Touch Pro do Ricardo. E deixo aberto o espaço dos comentários para quem quiser postar dúvidas e opniões sobre o aparelho. Demais usuários do Touch Pro, por favor, postem também suas impressões!

Pesquise preços de: HTC Touch Pro, HTC Touch Dual, HTC Touch Diamond

postado via wifi

escrito por Bia Kunze em Reviews às 04:59 PM | Comentários (39) | Citações

julho 21, 2008

Opera Mobile 9.5 [beta]

Saiu (finalmente!) o beta do novo Opera Mobile 9.5 para Windows Mobile. Depois de alguns dias brincando com o bichinho, dá para dizer que ele está mesmo sensacional!

Eu já tinha ficado embasbacada com o novo Opera no lançamento do HTC Touch Diamond, em Londres, e estava louca para experimentá-lo. No post do Diamond tem todas as especificações do novo Opera, comparando ao Pocket Internet Explorer.

Demorou para sair o beta, mas valeu a pena. É quase um Safari. Quase... :-)

A experiência de navegação é incrível. A rolagem suave, abas, zoom e adaptação de "pedaços" da tela para a telinha diminuta do celular fazem do novo Opera um aplicativo indispensável. Ele também compartilha seus bookmarks com os do IE, então, não é preciso se preocupar em exportar ou copiar um a um de volta.

Aproveitem enquanto o beta é gratuito. Funciona em aparelhos Windows Mobile 5 e 6 Professional (com touchscreen).

Só um pequeno detalhe: apesar de ter funcionado redondinho no meu HTC Touch, ele consome muita memória. Pelo menos para os padrões do Touch. No HTC TyTN II o desempenho foi sensivelmente melhor.

A seguir, mais alguns screenshots:

Pesquise preços de: celulares 3G, HTC TyTN II, Windows Mobile
postado via wifi

escrito por Bia Kunze em Aplicativos às 11:21 PM | Comentários (18) | Citações

junho 05, 2008

HTC Touch Pro: esse tem até TV-out

Depois do E-TEN DX900, está na hora de falar do novo HTC Touch Pro, meu segundo candidato a novo smartphone 3G.

Confesso que ainda sou mais fã do design do Diamond, que é mais fininho e não conta com teclados físicos, que não curto muito. Porém, pelo que tenho lido por aí, a interface TouchFLO 3D do Diamond precisará de uns ajustes e a questão da bateria ainda está duvidosa. Uma pena.

A grande vantagem do Touch Pro é que a interface TouchFLO 3D do Diamond é mantida - algo que não aconteceu,
por exemplo, com o TyTN II. A exemplo do Diamond, a tela sensível do toque do Pro é VGA e o aparelho conta com funções poderosas e indispensável aos usuários mais exigentes: 3G, wi-fi, câmera de 3.2 MP, acelerômetro, GPS, Opera 9.5 e um processador de 528 MHz.

Mas o que me balançou mais pelo Touch Pro do que pelo Diamond foi, além da bateria de maior capacidade, o fato de ter TV-OUT. Isso sim é algo que venho sentindo muita falta desde os tempos do meu Dell Axim x50v, que eu podia plugar em datashows e usá-lo para dar aulas e palestras. Hoje em dia muita gente me procura perguntando de um bom PDA para esse fim e eu respondo lamenrtando a descontinuação dos Axim.

Agora, é só uma questão de ver em que frequências ele estará disponível para que eu possa colocá-lo na minha listinha de futuro novo smartphone...

Pesquise preços de: HTC Touch, HTC Touch Dual, HTC TyTN II

postado via wi-fi

escrito por Bia Kunze em Windows Mobile às 05:42 PM | Comentários (31) | Citações

junho 04, 2008

E-TEN DX900: smartphone dual SIM e dual stand-by

Foi dada a largada para a Computex 2008 e as primeiras novidades já caíram na boca do povo. De tudo o que apareceu até agora, nada me chamou mais a atenção que o PDAphone E-TEN DX900. É o primeiro smartphone que suporta dois SIM chips *funcionando ao mesmo tempo*!

Já havia por aí alguns celulares dual-SIM, mas eles só permitiam alterar entre uma linha e outra desligando e religando o aparelho. Depois surgiram alguns dual na Ásia, suportando redes CDMA e GSM no mesmo dispositivo. Mas o DX900 da E-TEN é o primeiro smartphone que suportará 2 linhas GSM ao mesmo tempo, ativas, funcionando simultanemante!

O DX900 é o aparelho Windows Mobile Pro acima. Notem os ícones de rede lá em cima, simultaneamente conectados em duas redes GSM distintas. Além de tudo, é um aparelho "de responsa": tem até wi-fi, para ninguém ficar offline MESMO. Vejam as especificações completas aqui.

Você deve ser estar se perguntando: como é que ninguém pensou nisso antes? Um smartphone dual-SIM e dual stand-by? Imaginem, 2 linhas ativas no mesmo aparelho. Perfeito para quem tem um número pessoal e outro profissional (aliás, o número de pessoas que, em nome da privacidade, aderem a 2 linhas móveis tem crescido muito), ou então, uma linha para voz e outra só para dados... tudo em um dispositivo apenas.

Bem, a resposta é que um MONTE de gente já havia pensado nisso, e até muitos leitores do blog volta e meia vêm me perguntar a respeito. Mas para as fabricantes de hardware a coisa não é tão simples, já que operadora nenhuma se anima a subsidiar um aparelho onde o chip da concorrente pode morar do ladinho. Bem, parece que a coisa está mudando e a E-TEN não tem medo de cara feia de operadora. Até que enfim uma fabricante de smartphones foi "macho" para lançar algo assim, não?

Vamos aguardar as datas oficiais de lançamento e, principalmente, preços. Mas posso adiantar que fiquei muito empolgada com o DX900. Será que Nokia, HTC e Samsung seguirão o exemplo? Queremos aparelhos dual SIM e dual stand-by JÁ!

Pesquise preços de: E-TEN, smartphones Windows Mobile, smartphones 3G

postado via 3G

escrito por Bia Kunze em Windows Mobile às 06:02 PM | Comentários (16) | Citações

HandBase para iPhone e meu próximo smartphone 3G

Nesse mês de junho completo 1 ano com meu HTC Touch e tudo o que tenho a dizer é que ele continua perfeito para minhas necessidades. Exceto pela ausência do 3G.

Sei que mais cedo ou mais tarde terei que trocar de aparelho, pois não pretendo mais ter conexão de internet fixa em casa ou na clínica. O 3G entrou na minha vida e dela não sai mais.

Vários candidatos apareceram nos últimos meses, mas nenhum me animou a deixar o HC Touch para trás. O Touch Dual (sem wi-fi, sem chance), o TyTN II e o Touch Cruise (trambolhudos demais para quem se acostumou com a leveza do Touch) e, mais recentemente, o Diamond - cujos primeiros reviews web afora não têm me empolgado por enquanto.

Porém, surgiram essa semana dois fortíssimos candidatos a meu próximo PDAphone: o ETEN DX900 e o HTC Touch Pro. Falarei deles no próximo post.

Para complicar minha vida, semana que vem sai o Jesusphone 2.0 e não se tem falado em outra coisa na internet. Eu tenho minhas dúvidas que o iPhone 3G seja enfim uma versão para profissionais móveis largarem de vez seus Palms, Blackberries e Pocket PCs, sem arrependimentos. Mesmo com a App Store despontando. Mas não dá para descartá-lo como candidato.

O que está me fazendo balançar pelo iPhone, pela primeira vez, é o aplicativo que é o grande braço direito no meu trabalho como denista itinerante: o programa de banco de dados HandBase. Pois é, o pessoal da DDH Software avisou hoje que já está trabalhando numa versão dele para o smartphone da Apple. É graças ao HandBase que levo os prontuários digitais dentro do bolso, realizando atendimento odontológico em domicílios, casas de repouso e hospitais. Aqui tem um review completo sobre ele.

Qual será meu próximo smartphone 3G? Os aparelhos Windows Mobile Pro continuam na dianteira da minha preferência. O sistema operacional está maduro, a biblioteca de aplicações disponíveis é imensa e eu não sentiria dor nenhuma durante a migração. Um simples sincronismo e estou pronta para ir pra rua atender meus pacientes odontogeriátricos...

Pesquise preços de: iPhone, HTC Touch, acessórios para iPhone

postado via 3G

escrito por Bia Kunze em Aplicativos às 05:35 PM | Comentários (14) | Citações

abril 29, 2008

HTC P3401: o "smartpeão"

Tive a oportunidade de testar o HTC P3401, o PDAphone da HTC voltado para empresas que precisam equipar funcionários que trabalham em campo. Também pode ser uma boa opção oara usuários finais que dependam muito de planos de dados, já que, nessa modalidade, o aparelho tem ótimos descontos nas lojas das operadoras.

Conhecido como P3400 no exterior (onde leva a alcunha de “Gene”), o P3401 é o famoso "PDA de peão". Aquele que empresas compram às centenas para ir às ruas, enfrentando trabalho contínuo e estando sujeito a avarias.

Hoje esse tipo de dispositivo é comum nas mãos vendedores que recolhem pedidos em supermercados, mercearias e lojas de conveniência. Distribuidoras de alimentos e bebidas, como Ambev, Nabisco e Elma Chips há muito utilizam-se de PDAs conectados para agilizar os pedidos. Até os “marronzinhos” que cuidam do trânsito na capital paulista comunicam incidentes através de dispositivos móveis. Por isso mesmo, a robustez e a simplicidade são as características principais dessa categoria de aparelho.

Ainda assim, o P3401 chama a atenção por ser mais fino e elegante que os demais “PDAs de campo” hoje no mercado. Pensando na proteção, ele já vem com uma case emborrachada e uma película para a tela. Pode parecer uma observação simples, mas PDAphones com o perfil de “bater perna na rua” costumam sofrer mais avarias que o normal. Uma película protetora protegerá a tela desde o primeiro minuto de uso, aumentando sua vida útil.

Características

Quase todo de plástico, possui alguns detalhes cromados na parte frontal, como o fone superior onde ficam os leds e um botão inferior. As dimensões reduzidas são por causa da ausência de teclados, sendo que toda a entrada de dados é feita diretamente na tela com auxílio de uma caneta stylus. Apresenta boa empunhadura para todos os tipos de mãos e é confortável de usar. Mesmo assim, seria melhor se o teclado virtual tivesse as teclas um pouco maiores, já que os mais desajeitados precisam praticar “tiro ao alvo” para escrever.


Da esq. para a dir.: Dell x50v, p3401 e Qtek 9100. E a tela do HTC P3401.

A stylus é acessada pela parte superior. Ela é bem encaixada, ajustando-se bem ao aparelho. Acima também há slot para cartões de memória SD/MMC. Na parte traseira do P3401, encontra-se a câmera de 2 megapixels, bastante básica: não há espelho, nem foco automático, tampouco macro. Mas faz vídeos MPEG4 com resolução média (176x144) e pequena (126x96).

A tela QVGA é padrão dos PDAphones da HTC. A leitura de textos em fontes menores pode ficar mais agradável habilitando-se a função “cleartype”.

Performance

O processador da Texas Instruments de 200 MHz apresenta um clock padrão para a maioria dos smartphones. Diferente de antecessores, como o Qtek 9100 (onde havia uma lentidão do sistema) têm-se a sensação que o aparelho é rápido. Vários programas foram deixados abertos sem perda de desempenho. Certamente a memória ROM de 128 MB (para programas em execução) ajuda muito nisso, mostrando um bom casamento entre o sistema Windows Mobile 5 e o hardware.

O P3401 não possui interface wi-fi, função que não se encaixa em aparelhos com a função de proporcionar internet móvel a equipes de vendas. Vendedores e agentes de trânsito não podem obviamente sair à caça de pontos de acesso (“hotspots”) pela cidade, sendo primordial o uso de um plano de dados da operadora. Durante os testes, o sinal se mostrou bastante estável, conectando-se em redes EDGE facilmente e com boa autonomia de bateria – agüentou um dia todo de trabalho online.


Gerenciador de áudio. E a traseira do P3401, com uma câmera bem básica.

Aplicações

Algumas novidades na interface foram muito bem-vindas. Uma delas foi o fato sistema já vir com um software que fecha os programas abertos, sem travamentos. Outra aplicação foi o Gerenciador de Áudio que é muito similar ao Media Player, mas com um interface mais viva e de fácil acesso. Outra funcionalidade nova é o Hub de Mídia, onde pode-se acessar através de uma única tela animada aplicações multimídia – como áudio, fotos e vídeo.
Além das versões móveis do Outlook e do Office (Word e Excel editáveis e PowerPoint apenas para visualização), já vêm instalados no pacote o Adobe Reader LE e um compactador do tipo Zip, evitando a instalação de software de terceiros para os prinicipais usos de trabalho.

Prós e Contras

Prós:
• desempenho: velocidade e autonomia bem-casados para um dispositivo que precisará ficar boa parte do tempo online
• botões de atalho: fazem a diferença no acesso às funções de PDA e telefone
• peso: leve e de manuseio confortável

Contras:
• sem teclado QWERTY: para quem gosta dos teclados embutidos, é uma grande falta
• câmera fraca
• sistema desatualizado – o Windows Mobile 6 já está no mercado há um bom tempo

Características técnicas

• Sistema Operacional: Windows Mobile 5.0 para Pocket PC Phone Edition
• Tela: 2.8" TFT-LCD 240 X 320 pixels QVGA 65536 cores, touchscreen Backlight LEDs
• Processador: Texas Instruments OMAP 850, 201 MHz
• Memória: ROM: 128 MB, RAM: 64 MB
• Dimensões: 109 mm (altura) X 58 mm (largura) X 17.65 mm (espessura)
• Peso: 126 g com a bateria
• Comunicação: GSM/GPRS/EDGE Quad-band 850/900/1800/1900MHz
• Câmera: 2 megapixel CMOS imagine sensor
• Conectividade e Interface: Bluetooth v2.0, Cabo USB externo (11-pin mini-USB 2.0 & audio)
• Armazenamento: slot para cartão SD/MMC

Mais fotos do HTC P3401, aqui.

Pesquise preços de: Sony Ericsson W810i, Nokia N95, Motorola V3

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Windows Mobile às 01:17 PM | Comentários (18) | Citações

março 24, 2008

De volta com a dupla Pocket Informant e FlexMail

Quando comprei o HTC Touch, me frustrei muito com a então incompatibilidade dele com dois programas que eu amava, o Pocket Informant e o FlexMail, ambos da WebIS.

Tudo bem, o sistema WM6 era recente e a interface TouchFLO, uma grande novidade. O jeito foi esperar o trabalho dos desenvolvedores e ir levando com os PIM nativos, além do Messaging.

Felizmente alguns meses depois saiu a versão 8 do Pocket Informant, maravilhosa, resolvendo todos os bugs e inconsistências. E o melhor, priorizando operações touchscreen com os dedos. Aliás, o modo scroll do PI8 chega a ser melhor que o do próprio HTC Touch, com um deslize mais suave, como o do iPhone. Uma agenda lotada como a minha precisa de um gerenciador poderoso. Ao reinstalá-lo, indaguei-me sicessivas vezes como tinha conseguido ficar sem ele por tanto tempo.

Agora foi a vez do FlexMail. Eu vinha usando o Messaging nativo com bastante desenvoltura, uma vez que ele suporta muito bem contas IMAP e é ágil. Só sentia falta do sincronismo dos sinalizadores e flags. Quem gerencia muito email precisa saber o que já foi respondido e encaminhado. Era um exercício mental, ao abrir o Outlook, tentar lembrar quais mensagens já tinham sido respondidas no Touch, qual era mais importante, qual exigia atenção posterior... enfim, um caos.

Navegando por alguns fóruns, li que usuários do HTC Touch estavam satisfeitos com a última versão do FlexMail 2007, que os bugs mais graves estavam resolvidos e que ele ficou muito mais estável em aparelhos de processador mais lento, como o meu. Era a chance que eu esperava: imadiatamente baixei e instalei o programa.

É um alívio enorme voltar a usar sinalizadores. Sinto-me mais segura. E, de volta ao FlexMail, voltei a usar funções mais poderosas e utilíssimas para quem está acostumado com o Outlook do PC: usar flags ("bandeirinhas") e criar tarefas ou compromissos a partir de mensagens. Estou respirando aliviada: vamos ver se agora consigo, de uma vez por todas, manter o inbox sob controle. Não tem sido fácil,as tenho certeza que a dupla Pocket Informant e FelxMail será minha mais nova aliada pela produtividade.

Agora, com licença, tenho 354 emails no inbox aguardando e o review do Asus para terminar... ;-)

Pesquise preços de: Windows Mobile, HTC Touch, smartphones HP

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Aplicativos às 12:47 PM | Comentários (8) | Citações

fevereiro 13, 2008

Mais um na "turma dos fininhos"

Apelidado pelo pessoal da Mobile World Congress de "Toshiba RAZR" eis o recém-apresentado smartphone Portege G810. Sim, a linha "Portege" já diz tudo, trata-se de mais um aparelho da "turma dos fininhos".

Engraçado que há poucos dias postei aqui um "revival" da linha de notebooks Portegé, comparando ao MacBook Air, lembram?

Pois bem, além de bonito, o Portege G810 traz uma configuração igualmente atraente: tem interface wi-fi, funciona em redes 3G, tem GPS e aGPS, rádio FM e câmera de 3 MP e roda Windows Mobile.

Eu já havia comentado isso no post dos lançamentos da Nokia, mas vou reforçar minha indagação: vocês não acham que essas novíssimas gerações de smartphones estão com design muito parecido entre si? Até parece que foi criado um "padrão iPhone"?

Também acho uma grande bobagem que a imprensa alardeie o tempo todo que todo aparelho preto, fininho, touchscreen e com tema fumê seja "iPod killer". Windows Mobile é um sistema completamente diferente do iPhone, tem outro objetivo, outra concepção. Mas a maioria dos "iPod killers" de araque que surgem por aí nem são smartphones e, mal e mal fazem chamadas e tocam musiquinhas. Vide o tal Prada, da LG: um aparelho caro, cheio de estilo, mas pobre em recursos.

Há séculos prefiro aparelhos "padrão iPhone", muito antes do iPhone nascer, embora não seja adepta do smart da Apple. Não que seja ruim, mas conforme já comentei aqui e no podcast, ainda falta muita coisa para ele substituir meu Windows Mobile para trabalhar. Mas notem, pelos meus 2 últimos dispositivos (HTC Touch e Qtek S200) que minhas escolhas têm uma "recorrência": nada de teclados físicos e com a maior tela touchscreen no menor dispositivo possível. Por isso fico babando com todos esses lançamentos...

postado via gprs / edge, aguardando o próximo paciente chegar

escrito por Bia Kunze em Windows Mobile às 05:22 PM | Comentários (9) | Citações

fevereiro 11, 2008

Sony Ericsson XPERIA X1 e Mobile World Congress 2008

Ai, Sony Ericsson. Eu te odeio, odeio e odeio.

O primeiro Sony Ericsson rodando Windows Mobile acabou de dar as caras e, para meu espanto (e de mais 5 leitores embasbacados, que me mandaram links agora pela manhã), o dispositivo é de arrancar suspiros. A Fony é soda!

O XPERIA X1 da Sony Ericsson tem teclado QWERTY deslizante, touchscreen, Windows Mobile 6, bluetooth estéreo, wi-fi, aGPS, uma telona VGA (800 x 480 pixels), câmera de 3.2 MP... céus, esqueci de algo? Haverá dois modelos quadribanda GSM/EDGE, um suportando UMTS/HSDPA/HSUPA de 900/1700/1900/2100MHz e outro 850/1700/1900/2100MHz. Ou seja, é para funcionar em redes 3G em qualquer lugar do mundo.

Mais imagens do X1, no Engadget Mobile.

Como todo bom Sony Ericsson, as funções multimídia são de arrasar. O bichinho vem pronto para vídeo e áudio streaming. Imaginem que beleza ver filmes nessa tela linda!

Separem o porquinho e comecem a guardar dimdim, pois o XPERIA X1 deverá chegar no mercado no 2o semestre desse ano. Não me perguntem preço, não quero estragar esse momento de deleite... Mais detalhes do aparelho, aqui.


Mobile World Congress 2008

A maior feira de mobilidade do mundo está rolando a mil em Barcelona e eu, claro, estou com um olho lá e outro aqui nos meus pacientinhos. Vai ficar complicado postar aqui no blog todas a novidades que eu achar relevantes, mas o Twitter está aí para isso. Acompanhem por lá meus comentários.

Para piorar minha correria: as aulas começam semana que vem; estou às vésperas do casamento do meu irmão, daqui menos de um mês; e logo em seguida, o meu próprio casamento. E ainda, gerenciar novos convites e desafios que resolvi aceitar nesse ano de 2008. Por isso, mais do que nunca, tenho que me manter organizadíssima, senão não vencerei tudo!

Mais uma coisinha: procuro responder a todos os emails de vocês, leitores. Embora nem sempre eu possa fazê-los com brevidade, tento não deixar ninguém sem resposta. Apenas peço um pouquinho de paciência... tenham uma boa semana!

postado via gprs / edge, na fila do banco

escrito por Bia Kunze em Windows Mobile às 12:36 PM | Comentários (32) | Citações

janeiro 29, 2008

Dicas para incrementar o HTC Touch

Desculpem fazer esse post só agora. É uma reinvidicação antiga dos leitores. Mas é que eu testei muita, mas MUITA coisa mesmo, e decidi fazer um post apenas com aquilo que prestasse. Portanto, aí estão: add-ons, aplicativos, skins e muitas outras coisas legais (tudo GRATUITO!) para deixar seu HTC Touch ainda mais bonito e funcional.

Com o HTC Touch, aconteceu comigo uma coisa que nunca tinha acontecido com meus PDAphones anteriores: a vontade de não mudar de tema. No máximo, troco a cor de fundo, de vez em quando, para um vermelho ou azul. Mesmo assim, a maior parte do tempo ele está com sua tradicional cor fumê de fundo.

Isso acabou refletindo nas skins que uso em outros programas. O Pocket Informant, por exemplo, está com o perfil de cores Goth, o que mais combina com o Touch:

Não costumo emperiquitar muito minha tela Today. Sou partidária das telas estilo clean. Além do HomePlug da HTC, meu Touch tem apenas os plugins do Phone Weaver (lá embaixo, escondidinho, em formato de ícone) e do Pocket Informant, que, lógico, é o coração das minhas atividades diárias e está sempre repleto de compromissos e tarefas:

O HTC HomePlug é o cartão de visitas da família Touch e do TyTN II. Além do relogião característico, ele tem abinhas que mostram a previsão do tempo e atalhos para aplicativos de sua escolha. Porém, no HTC Touch "gringo" há pouquíssimas cidades brasileiras no rol.

Instalando um HomePlug personalizado e cstomizável, têm-se acesso a uma infinidade de cidades brasileiras e, de quebra, ganha-se abinhas extras para mostrar o que está tocando no Windows Media Player, fazer troca de perfis, etc. A HomePlug editável pode ser baixada aqui, mas antes de instalá-la, feche o HomePlug nativo do Touch, desmarcando o box nas opções da tela Today. As modificações para personalizar as abas devem ser feitas no registro do Windows. O fórum XDA-Developers explica direitinho como fazê-lo. Eu costumo fazer alterações através do Resco Registry, que acompanha o software Resco Explorer.

Se você não tem Touch ou TyTN II, pode experimentar a HomePlug também. Ela funciona com vários outros modelos touchscreen da HTC.

Para ouvir músicas e podcasts uso o Windows Media Player nativo, mas aquele tom azul dele não me agradava. Mais uma vez saí à caça e instalei esse "iPhone theme". Além de combinar mais com o estilo do Touch, deixou-o bem parecido com o player do iPhone / iPod Touch:

O tema pode ser baixado aqui. Para que o tema fique disponível no WMP, jogue os arquivos desse .zip na pasta Windows do Touch. No WMP, vá em skins para fazer a troca.

Falando em iPhone, o Random Access é um pequeno plug-in inspirado no smart da Apple para fazer buscas mais ágeis nos contatos, a partir da letra inicial. A barra horizontal fica à direita na tela. Ele pode ser baixado aqui. Simples e bonitinho:

E o teclado? Usuários do HTC Touch brasileiro são afortunados: o Touch brazuca vem com um teclado virtual grande, bem mais amigável que o touchscreen nativo - que não ajuda na hora de digitar com os dedos, exigindo a canetinha. E o melhor, com dicionário em português.

Minha opção de teclado recaiu sobre o PocketCM Keyboard. Embora eu ainda tenha o hábito de digitar na unha, estou tentando pegar o hábito de usar o polegar. O PocketCM tem boa mira mesmo com a área de superfície maior do dedão.

Dá para customizá-lo com várias cores, mas obviamente escolhi a fumê ("Touch") para combinar com o aparelho. E suporta vários idiomas. Obrigada ao Maurício, que me enviou o dicionário e o layout do teclado para o idioma português. Primeiro baixem o PocketCM no site do desenvolvedor. Depois, copiem os arquivos portugues.layout e portugues.dict, que estão neste .zip, para a pasta de instalação do teclado (que estará na pasta Program Files, sob o nome PCM Keyboard).

Vejam como ele fica interessante:

Há uma série de teclados disponíveis da web, entre gratuitos e pagos. Testei uma infinidade deles. Minha opnião é: pesquisem os que são de gosto de cada um de vocês. Postei aqui apenas o PocketCM porque é a melhor opção gratuita que temos hoje, estável e bastante customizável.

Espero que tenham gostado da seleção. Obviamente há muito mais coisa por aí. Fiquem à vontade para postar suas sugestões de aplicativos aqui nos comentários!

Pesquise preços de: teclados wireless, HTC, aparelhos Windows Mobile

postado via wi-fi

escrito por Bia Kunze em Windows Mobile às 01:37 PM | Comentários (79) | Citações

janeiro 24, 2008

Dicas: Office Mobile 6.1, OneNote Mobile e Outlook OEM

Quando comecei a usar o Office 2007, a primeira coisa que me perguntei ao ver os novos formatos docx e xlsx foi: que diabos eu vou fazer com esses arquivos que ninguém que eu conheço poderá ler? A única vantagem vantagem prática que vi, pelo menos para o meu caso, é que os arquivos gerados no novo formato são mais leves. Mesmo assim continuei salvando tudo no bom e velho formato 97-2003.

Então saiu o Office Mobile 6.1 para Windows Mobile Professional, suportando os novos formatos, e decidi arriscar o upgrade - pensando justamente nos documentos sincronizados e alterados várias vezes ao longo do dia. São meus artigos, minha planilha de despesas pessoais e o livro-caixa do meu consultório. As planilhas, em especial, estão separadas em sheets mensais, então, é natural que elas aumentem de tamanho conforme o ano passa. A de despesas pessoais fechou dezembro de 2007 com pouco mais de 600 KB.

Para quem acha que a diferença é pouca, percebi que os documentos no novo formato são 40% menores. Há uma maior agilidade também na abertura e fechamento dos arquivos no PDAphone. Foi aí que finalmente achei uma utilidade real na coisa!

Para quem mexe muito com Office e tem um dispositivo móvel com pouca memória e um processador mais lento, o upgrade para o Office Mobile 6.1 é uma boa opção! Ele está disponível na seção de downloads do site da Microsoft, subseção Windows Mobile. O download, que vale para quem tem Windows Mobile 5 ou 6, é grande, mas dá para salvar no cartão de memória, felizmente.

OneNote Mobile

Outra dica legal: se o Office do seu PC tem o OneNote, como o "Home and Student" (a versão mais vendida no Brasil), saiba que ele vem com o OneNote Mobile junto. Ao abrir o OneNote, vá em Ferramentas, Opções, OneNote Mobile. O programa pedirá para instalar o OneNote Mobile em seu dispositivo móvel, caso você tenha o ActiveSync instalado. Vá em frente e faça um teste, sincronizando notas criadas no PDA com notas criadas no desktop, e vice-versa. Depois mande para mim por email. Se você já é usuário do aplicativo, conte-me sua experiência. Em breve publicarei um review no Profissionais Móveis e mostrarei como a solução é uma mão na roda para diversos tipos de profissionais e estudantes.

Outlook OEM

Uma quantidade enorme de usuários de Windows Mobile me escreve periodicamente reclamando que não conseguem registrar o Outlook do CD que acompanha os smartphones dessa plataforma. A chave de registro vale por um período limitado e, depois disso, ao procurar a Microsoft, o usuário é orientado a comprar um pacote Office que contenha o Outlook. Ou contratar um serviço Exchange para sincronismo remoto.

O problema é recente: até 2006, o Outlook que os usuários recebiam era a versão definitiva.

Obviamente os usuários ficam irritados com a orientação da Microsoft, pois querem apenas registrar o Outlook - sem ele, sua agenda, contatos e tarefas simplesmente não sincronizam. E no fim, acabam ouvindo que precisam engolir todo um pacote Office junto. Isso caracteriza venda casada!

Nos EUA, é possível fazer o registro do Outlook sozinho, por cerca de U$ 100. Por que não disponibilizar no Brasil o registro do Outlook OEM também, já que o pessoal daqui muitas vezes acaba apelando para o piratão?

Por enquanto isso não é possível, mas semana passada conversei com o pessoal da Microsoft e passei a reinvidicação para eles. É um novo perfil de usuário que eles realmente não tinham se dado conta que existia. Eles prometeram uma resposta para breve. Assim que eu a tiver, aviso aqui mesmo no blog.

Pesquise preços de: Microsoft Office, Microsoft OneNote, Microsoft Outlook

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Aplicativos às 02:27 PM | Comentários (23) | Citações

novembro 28, 2007

HTC apresenta-se oficialmente no Brasil


Na foto: videochamada pelo Claro 3G, através de 2 HTC TyTN II

Eu já vinha há alguns meses antecipando para vocês as novidades da HTC nas operadoras brasileiras, como o Touch e o TyTN II. Hoje a empresa deu uma coletiva em Sampa anunciando oficialmente sua chegada no Brasil e suas estratégias para alavancar a presença de smartphones no país.

HTC apresenta-se oficialmente no Brasil
por Gui Leite

Convidado pela Bia, estive hoje em uma coletiva de imprensa da HTC, na qual a empresa falou um pouco sobre sua estratégia para o Brasil. Na apresentação, comandada pelo diretor executivo da HTC para a América Latina César Keller, foram apresentados os aparelhos que estarão disponíveis no mercado nacional, alguns já fabricados por aqui através da parceria com a Celestica. A estratégia da empresa é ambiciosa, e a intenção é se tornar líder no mercado de smartphones no país, que só nos três primeiros meses de 2007 vendeu quase cem mil aparelhos, o que representa um crescimento de 140% em relação ao mesmo período em 2006. Para isso, serão nove modelos, todos com Windows Mobile, visando atender diversos perfis de consumidores.

Apesar da grande aposta da empresa ser o Touch, com sua interface TouchFlo, o aparelho que mais me impressionou foi o TyTN II. Como ele tem UMTS tri-banda, já funciona com as redes 3G 850 MHz que começam a surgir pelo país, tendo ainda a possibilidade de funcionar com as redes 2100 MHz quando estas eventualmente aparecerem. Apesar da rede 3G da Claro só entrar em operação oficialmente em SP no próximo mês, já foi possível utilizar o TyTN II para fazer uma chamada com vídeo, e a qualidade da imagem é boa, tanto na câmera de 3 MP na parte traseira do aparelho quanto na câmera VGA na parte da frente. Particularmente não sou fã de chamadas com vídeo, exceto em viagens, mas isso é algo que o mercado nacional vai determinar se será um sucesso ou se será só mais uma função do celular que poucos utilizam.

Outro aparelho bem interessante apresentado pela HTC foi o Advantage, que ainda deve levar algum tempo para chegar no mercado nacional mas já está nos planos da empresa e, ao contrário de outros modelos, será importado. Muito mais parecido com um UMPC do que com um celular, o Advantage também funciona nas redes 3G e roda Windows Mobile 6. Para uso no dia-a-dia, substitui um laptop com tranquilidade.

A parte mais importante do evento foi perceber que a HTC está apostando alto no Brasil, prometendo desenvolver aplicativos específicos para o mercado brasileiro.

Pesquise preços de: HTC S711, HTC Touch, HTC TyTN II

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Windows Mobile às 12:55 AM | Comentários (39) | Citações

novembro 17, 2007

Aparelhos para o 3G da Claro

Apesar do feriadão, o pessoal não me poupou e encheu meu inbox pedindo dicas de aparelhos que funcionem com a rede 3G recém-inaugurada da Claro. Assim, decidi escrever esse post para sanar algumas dúvidas básicas e esclarecer alguns detalhes técnicos, antes que a galera saia comprando aparelhos a torto e a direito por aí...

E, em primeira mão e exclusivo para os leitores do GSF, os novíssimos smartphones da Nokia e da HTC prontos para 3G que estarão à venda no Brasil em breve.

Para começo de conversa, a nova rede de terceira geração da Claro é do tipo WCDMA 850 MHz (nada a ver com CDMA, por favor!) Se você já tem um aparelho GSM compatível com 3G, consulte o manual dele (ou o site da fabricante) para saber se ele suporta essa banda.

Um detalhe técnico: 800 e 850 MHz na verdade são a mesma banda de frequência, mas o GSM 850 não é compativel com o GSM 900 usado na Europa e na Ásia, apesar da diferença numérica pequena. Portanto, um aparelho que tem apenas 850 não pode operar numa rede de 900, e vice-versa.

Se você já tem um celular ou smartphone GSM compatível com 3G, mas que não suporta 850 MHz, vá com calma, isso não significa que seja preciso trocá-lo! A frequência de 2100 MHz é bem mais comum e é justamente a banda que ainda está para ser leiloada pela Anatel. É difícil dizer quando será esse leilão, uma vez que eles vivem sendo adiados. Mas em princípio, está marcado para o dia 18 de dezembro.


Aparelhos 3G

Eu, pessoalmente, pretendo esperar novos aparelhos e leilões. Até porque em São Paulo o 3G só deve chegar em dezembro, e em Curitiba, sabe Deus. Mas como o fim de ano está aí, vou antecipar algumas dicas: se você quer aproveitar seu 13º e o Natal para importar um aparelho, ou para aproveitar a baixa do dólar ou porque vai viajar, tente pegar um que suporte tanto 850 quanto 2100 MHz. Na prática, você terá mais opções de operadoras, uma vez que TIM, Vivo, Oi, entre outras, já estão na corrida para o 3G também.

Se você pretende trazer um smartphone de fora, e gosta de Windows Mobile, considere o HTC TyTN II, o melhor e mais completo modelo dessa plataforma atualmente. Lembrando que esse é o nome europeu, nos EUA ele é vendido como HTC Tilt 8925. Sendo quadri-band, suporta tanto redes de 850 quanto 2100 MHz.

Para quem gosta de Symbian, a melhor opção continua sendo o Nokia N95. Mas é preciso tomar cuidado onde você irá comprá-lo. Há uma versão européia e uma americana, cujas diferenças são justamente nas bandas suportadas. Tudo vai depender de qual operadora você é ou será cliente. Agora também temos o N82, mas o preço dele em euros está bem proibitivo por enquanto...


Aparelhos que serão lançados no Brasil

E por falar em N95, uma má notícia para os usuários brasileiros que compraram o N95 aqui: ele não é compatível com o WCDMA 850 MHz da Claro. Mas a Nokia anunciou essa semana uma nova versão do N95, diferente da comercializada até agora, que é compatível apenas com redes de 2100 Mhz. Além da freqüência, o novo N95 traz pequenas diferenças de cor (versões preta e marrom) na parte traseira e lateral do telefone e de detalhes externos da câmera. A bateria também foi aperfeiçoada e alcança um tempo de duração maior.

Para quem não quer gastar os tubos com o N95, outros 2 aparelhos da Nokia compatíveis com a rede 3G da Claro são o novo 6120, reedição de um modelo clássico da Nokia (que promete bom custo-benefício rodando Symbian S60 e trazendo câmera de 2 megapixels) e o Nokia 3555, um celular mais básico.

Outros dois aparelhos 3G, que já estão à venda na Claro, são o celular LG MU500 e o smartphone Treo 750 (Windows Mobile).

Para quem quer um Windows Mobile poderoso, o HTC TyTN II ganhará uma versão brasileira e deve estrear na Claro até janeiro de 2008. Essa informação é oficial, confirmada pela HTC Brasil, e exclusiva para os leitores do blog Garota Sem Fio. Se bem que, em julho, quando a outsourcing da HTC chegou no Brasil, eu já havia adiantado que o Kaiser era um dos aparelhos que seriam lançados aqui.

P.S.: saindo um pouco do mundo do 3G, gostaria de fazer algumas observações. Continuo recebendo um monte de mensagens de gente perguntando do HTC Touch. A informação de que ele será lançado apenas em 2008, conforme algumas pessoas dizem, não procede. As data oficiais da HTC Brasil prevêem o Touch nas lojas já para as vendas de Natal. Por parte da Nokia, N81 e o tablet-linux N800 continuam confirmados para estrearem por aqui ainda esse ano.

P.S. 2: Para quem quer testar a recém-inaugurada rede 3G da Claro: segundo apurei, ao contrário do GPRS / EDGE, os usuários não conseguirão usar o 3G se não tiverem adquirido um dos pacotes de dados 3G à venda (500 kbps a R$ 70 / mês e 1 MB a R$ 100 por mês). Também segundo a Claro, esses planos 3G não têm a limitação de 2GB presente nos planos "normais" vendidos até agora. Quero só ver ;)

Segunda-feira eu trago mais novidades e fotos dos bichinhos citados aqui. Bom fim-de-semana para todos!

Pesquise preços de: HTC S711, HTC Touch, Nokia N95

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Telecom às 11:54 AM | Comentários (139) | Citações

novembro 13, 2007

A família Touch está crescendo

Depois do Touch Dual, a família Touch ganhou mais um membro: o Touch Cruise. E vem mais coisa por aí!

O Tom Cruise, ops, Touch Cruise, é mais um aparelho com DNA TouchFLO, que pelo visto agradou em cheio. O primeiro Touch já vendeu mais de 800.000 unidades mundo afora.

Mas a novidade do Cruise não é só o GPS (daí o nome "Cruise"). A configuração todinha é de respeito:

? 3G (HSDPA e HSUPA)
? Processador de 400 Mhz Qualcomm
? Memória: 128 RAM e 256 ROM
? Display de 2.8? com resolução 320×240 pixels
? Câmera traseira de 3 MP e frontal de 0.3 MP para videoconferência
? Wi-Fi and Bluetooth
? Slot para cartões microSD, que suporta cartões de alta capacidade (microSDHC)

Caso alguém aí que adore viajar mundo afora e vá comprar o Cruise, cuidado. Apenas a versão Européia será quad-band (até 2100 MHz). A americana funcionará em 850/1900 MHz.


Paixão por vermelho

Sou apaixonada por vermelho, de longe minha cor favorita. Mas lamento vê-la tão pouco em gadgets. Já tive um Z600 vermelho, que ainda hoje está comigo e continuo achando lindo de morrer.

Pesquisas mostram que o brasileiro é meio conservador na hora de escolher a cor do seu celular e do seu carro. A maioria prefere os tons sóbrios de preto ou cinza. Talvez isso seja uma característica masculina, uma vez que há um receio que sua masculinidade seja posta à prova quando se opta por por produtos mais coloridos. É por isso que, ao fugir do preto, do branco de do cinza, muitos gadgets acabam caindo nas graças do público feminino.

Quando o Treo 680 foi lançado, o vermelho era uma das opções de cores disponíveis. Porém para o Brasil só a versão cinza deu as caras. Mais uma vez, é o conservadorismo do brasileiro falando mais alto! Mas semana passada recebi por mailing a oferta do Treo 680 vermelho em "edição limitada". Para vocês verem como cor não é frescura, acabei achando o Treo mais bonitinho!

Mas não... Não tem como eu voltar a usar um smartphone com design, OS e peso de 3 anos atrás! Ainda mais depois que essa tetéiazinha do HTC Touch entrou na minha vida, hehehe. Um amigo já comentou comigo que faço parte de um tipo de consumidor bem chato de se agradar: aquele que quer design e funções. Isso explica também minha paixonite pelo Nokia N76. Um amigo meu, arquiteto e enjoado que só ele, procurou-me outro dia se queixando da falta de smartphones poderosos e bonitos no mercado. Pensei aqui com meus botões... e não é que ele está certo?

Já que eu falei no Treo vermelho, no mesmo dia que recebi o release do Treo 680, li essa notinha mostrando o HTC Touch nas novas cores branca e vermelha. E não é só isso... triplicaram a memória interna dele e o rebatizaram de HTC Touch Enhanced.

Preciso dizer que fiquei babando nesse modelo vermelho enhanced? Eu quero! E antes que alguém pergunte, não, ainda não saiu um Touch na cor pink. Argh!

Pesquise preços de: HTC Touch, HTC S711, HTC S621

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Windows Mobile às 08:42 AM | Comentários (26) | Citações

novembro 08, 2007

HTC Vox e HTC Touch no Brasil

Os dois novos modelos da HTC mal estão chegando nas lojas brasileiras e muita gente já está me perguntando detalhes dos aparelhos. Mais especialmente do Vox, claro, uma vez que o Touch vocês estão carecas de ver aqui no blog.

O HTC Vox, que aqui no Brasil ganhou a alcunha de HTC S711, é, um modelo que roda Windows Mobile 6 Standard e, a exemplo do S621, tem wi-fi. É pequeno, leve, e tem dois teclados. Um que fica fora, numérico, e outro deslizante, completo, no mesmo estilo do Qtek 9100. Mas não tem tela sensível ao toque. Ele já está disponível nas lojas da Claro.

Assim que Santa Ifigênia (segundo vocês, a santa protetora das conexões) atender minhas preces e fazer a Vex funcionar comigo, subirei fotinhos do S711 e minhas primeiras impressões. Ainda tem um monte de foto de Buenos Aires e gadgets do (r)evolution para subir também!

Quanto ao HTC Touch, que irá antes para as lojas da TIM, ainda há algumas divergências sobre datas, mas manterei vocês informados. (UPDATE: confirmação oficial da HTC: o Touch chega às lojas em dezembro, para o Natal.)

Aproveitando, gostaria de agradecer todos que me mandaram e-mails comentando a matéria do Estadão (para quem não viu, ei-la: página 1 - página 2) e a minha participação no último Nerdcast. Eu e o Nick estávamos comentando esses dias que nunca rimos tanto. Foi divertidíssimo mesmo! Aliás, foi um prazer imenso participar do JN, sou fã da nerdalha de longa data e o podcast deles é o momento da semana onde desestresso geral. Não raro as pessoas me olham desconfiadas no trânsito, pois fico no carro dando gargalhadas sozinha...

Pesquise preços de: HTC Touch, HTC S711, HTC S621

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Windows Mobile às 09:15 AM | Comentários (16) | Citações

outubro 24, 2007

Mais sobre IMAP no Gmail

Bem, no post anterior falei do IMAP do Gmail e já recebi uma enxurrada de mensagens com dicas, por email e IM - desde como "forçar" seu Gmail a funcionar com IMAP até a configuração em dispositivos móveis. Vou compartilhá-las com vocês!

O leitor Igor sugeriu que eu mudasse o idioma do meu Gmail para que as opções de IMAP aparecessem. Bem, eu mudei de português para inglês e deu certo! Agora, lá nas "Settings" ("Configurações"), aparece "forwarding POP/IMAP". Basta marcar a caixinha para habilitar IMAP.

Já o leitor Almir sugeriu que eu experimentasse usar as configurações de IMAP no meu Outlook, segundo explica o suporte do Gmail, mesmo que minha conta não falesse nada de "forwarding POP/IMAP". Ele disse que no Outlook dele deu certo, e imediatamente as "labels" que ele usava em seu Gmail se transformaram em pastas IMAP. Bem, como eu já consegui o IMAP com a alteração de idioma, não pude checar, Almir, mas fica sua dica para a galera.

Configurar o Gmail para funcionar com IMAP em seu PDA ou smartphone também é moleza. Coloque imap.gmail.com no servidor de entrada e smtp.gmail.com no de saída, e no username, seu login completo com @gmail.com e só. Importante: se no seu aplicativo de email houver uma opção para baixar automaticamente as configurações do seu servidor, desmarque-a. Isso acontece no Windows Mobile 5 e 6. Senão, ele baixará sozinho as configurações de conta POP!

Aqui o IMAP do Gmail funcionou tudo direitinho, tanto em Windows Mobile quanto em Symbian. As suas labels são automaticamente transformadas em pastinhas, como vocês puderam notar na foto lá em cima. Adorei! Agora poderei voltar a acompanhar alguns grupos do Google que não conseguia por pura falta de tempo para sentar na frente do notebook. Estou tão acostumada a gerenciar tudo por mobile que muita coisa que não é prática para mim, acabo preferindo abrir mão.

Espero que as dicas funcionem também com vocês! Aproveitando a onda e atendendo a pedidos de Google-fans, logo falarei mais de Google Calendar, Google Docs e Google Reader (RSS) para dispositivos móveis. Mas agora, pé na estrada... minha semana está bem cheia.

Pesquise preços de: HTC Touch, Nokia N76, MotoQ

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Web às 10:35 AM | Comentários (33) | Citações

outubro 09, 2007

HTC Touch Dual: no wi-fi, no deal!

O leitor Alexandre Monasse mandou o link para a gente, e eu repasso aqui. Trata-se de uma enquete do site Engadget, perguntando se o novo HTC Touch Dual precisa ou não de wi-fi. No post do HTC Touch Dual, os leitores já adiantaram algumas opiniões.

Pois é, eu mesma fiquei pasma quando vi que um PDAphone tão maravilhoso quanto o Dual não teria wi-fi. E vocês, o que acham? Ter wi-fi é indispensável?

Pois é, recebi dezenas de emails incrédulos de leitores querendo saber se não vai rolar um HTC Touch Dual com wi-fi. Por enquanto, infelizmente não.

Um PDAphone com 3G precisa de wi-fi? O link com a enquete está aqui. Adivinhem qual a opinião dos internautas a respeito?

Bem... apesar de eu ter babado no Touch Dual, pensando num upgrade para 2008 (quando tivermos 3G por aqui), desanimei total. Tudo bem, eu tenho plano de dados ilimitado, com 3G isso seria maravilhoso... mas... vocês acham que eu vou me fiar só na operadora? Rá!

Bola muuuuuito fora, heim HTC?

Pesquise preços de: HTC Touch, base para PDAs, acessórios para HTC

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Windows Mobile às 12:51 PM | Comentários (17) | Citações

outubro 01, 2007

HTC Touch Dual

Para quem curtiu o HTC Touch e sua interface TouchFlo, mas adoraria um singelo tecladinho para não ter que brincar de tiro-ao-alvo na hora de digitar textos, eis que saiu o HTC Touch Dual. O que era bom ficou melhor ainda, já que ele incorpora outras novidades além do teclado!

O ideal de smartphone para mim sempre foi aquele que tivesse a maior tela no menor dispositivo possível. E meu sonho era um PDAphone pequeno, fino e que dispensasse a canetinha Stylus, mesmo com tela sensível ao toque. Quando o HTC Touch saiu, foi amor à primeira vista. Hoje eu praticamente não uso mais a canetinha: com um simples deslizar do dedo, usando uma mão só, consigo acessar todas as funções básicas do aparelho. É a adaptação do sistema Windows Mobile que a HTC batizou de "TouchFlo". Além disso, a tela Today ficou bem mais bonita com o relógio em caracteres grandes, a previsão do tempo e os atalhos para os programas mais acessados.

Quem tem dedos mais largos pode não se dar bem com o teclado virtual, que é um dos pontos fracos do produto: ele é o mesmo dos outros Windows Mobile, ou seja, ainda exige "mira" com a canetinha para escrever. Eu, por ser mulher, consigo escrever numa boa usando a unha, nesse caso. Aliás, o Touch é ideal para quem tem mãos mais delicadas, e é por isso que está fazendo o maior sucesso entre o público feminino. A cada semana recebo dezenas de emails de novas usuárias superentusiasmadas com a beleza e a finurinha do dispositivo.

Para esse pessoal que desejava um tecladinho no Touch, eis que temos agora o HTC Touch Dual.

Além do teclado slide, que, pelas fotos, não compromete muito a espessura do aparelho, ele ainda é compatível com redes 3G, outra ausência que em breve será bem sentida no meu Touch atual, já que, ao que tudo indica, ano que vem teremos a tecnologia nas operadoras brasileiras.

Outros pontos fracos do HTC Touch são o processador mais lento e a memória interna menor. Isso também é corrigido no HTC Touch Dual, que tem o dobro de processador e memória (400 MHz, 256 MB de memória flash com128 MB deRAM).

Eis aí um aparelho que vai agradar muita gente que queria um Touch mais poderoso mas sem gastar uma baba pelo TyTN II. Pena que ainda não temos informação de preços, mas assim que saírem novidades, posto aqui no blog.

A seguir algumas fotinhos:


- O Touch Dual é um pouco mais grosso que seu antecessor, e também um pouco mais fino estreito e longo.


- Lado a lado, da esquerda para a direita, TyTN II, Touch Dual e iPhone


- Segundo o site Superior Gadgets (de onde peguei as fotos), o teclado do Touch Dual é bem confortável e usa o padrão SureType de previsibilidade de palavras, como o nosso conhecido T9 dos celulares.

No site Superior Gadgets também tem um vídeo bem legal de demonstração do produto. Destaque para o zoom nas fotos estilo iPhone, entre outras pequenas adições na interface TouchFLO.

Quem quer um HTC Touch Dual levanta a mão... o/

Pesquise preços de: HTC P4301, HTC Touch, HTC TyTN

postado via wi-fi

escrito por Bia Kunze em Windows Mobile às 11:31 AM | Comentários (35) | Citações

setembro 18, 2007

HTC P3401 e Samsung SGH-i710: PDAphones com preço abaixo da média

Enfim, o aparelho que substituirá o Qtek 9100 no catálogo da Claro já chegou nas lojas. A exemplo do HTC S621, o HTC P3401 também está sendo produzido aqui no Brasil.

Se por acaso vocês acharem por aí o Qtek 9100 à venda, é rapa de estoque, mas pelos quase 2 mil reais de sempre acho sacanagem. Ugh! Mas na prática, o HTC P3401 não tem lá muitas mudanças em relação ao seu antecessor: tela sensível ao toque, bluetooth, wi-fi, mesmo processador, memória, etc. Até o OS ainda é o Windows Mobile 5.

O curioso é que o preço de lançamento está bem abaixo do que foi o lançamento do Qtek 9100.

A Samsung também lançou um novo aparelho, o SGH-i710. A novidade é que, diferente dos outros Windows Mobile da fabricante, esse tem tela sensível ao toque. Um aparelhinho interessante, por um preço bom, mas ficou devendo uma interface wi-fi.

Aliás, tenho notado que hoje há bons smartphones à venda nas lojas por pouco mais que R$ 1.000, sem vinculação a planos. É impressão minha ou os preços estão realmente caindo? E quando se trata de vinculação a planos pós-pagos, não é impossível conseguir um smartphone de graça, ou quase. Um amigo me contou que ofereceram a ele um MotoQ GSM, que é lançamento, por menos de R$ 100!

Mas... Antes de se empolgarem, não se esqueçam de ler as letrinhas miúdas dos contratos. Às vezes nem tem letrinhas miúdas, as surpresas vêm depois. Quando eu estava em busca de um plano pós em SP, a TIM queria me fidelizar na marra, mesmo sem comprar aparelho algum. Perguntem TUDO antes de mudar de operadora. Quando a esmola for muita, desconfiem. Ou melhor, desconfiem sempre, com ou sem esmola... ;-)

Pesquise preços de: HTC S621, HTC P3401, Samsung SGH-i710

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Windows Mobile às 02:01 PM | Comentários (44) | Citações

setembro 11, 2007

Dicas para HTC Touch

A seguir, dicas bem legais para quem tem o HTC Touch (pelos emails que tenho recebido, é bastante gente) e quer dar uma incrementada no seu companheiro digital.

Customização

O pessoal do fórum XDA-developers disponibilizou um pequeno aplicativo que substitui o homeplug nativo da HTC. Ele permite gerenciar quais aplicativos você quer no cubo giratório ou qual programa você quer usar como padrão para áudio, vídeo e fotos na seção de mídia. Também há mais opções de cidades para a previsão do tempo (acho que do Brasil só tem Sampa, Rio e Salvador no visualizador nativo) e outras customizações menores. Ainda não experimentei por pura falta de tempo, mas pretendo testar. O que eu gostaria mesmo é que o plug tive uns adicionais como a versão do TyTN II, como o gerenciador de perfis de telefone.

Problema do Live Messenger

O Windows Live é a maior queixa que eu tinha do HTC Touch - e do Windows Mobile 6, em geral. Além de jogar todos os contatos do seu MSN na lista de contatos do celular, depois do primeiro login o Messenger tinha um bug: todos os seus contatos sempre apareciam como offline. Você continuava visível para os outros, normalmente, os outros é que não apareciam para você.

Felizmente saiu uma nova versão do Live Messenger para Windows Mobile. Essa atualização, além de acabar com o problema dos contatos offline, adiciona a opção de não precisar mais sincronizar sua lista de contatos do MSN com os contatos do telefone. Ufa!

Os "non-IM contacts" da imagem acima são os usuários do Yahoo! Messenger. Esse update também tornou visíveis os usuários do Yahoo! Messenger, que até então, só apareciam no Live Messenger do Windows desktop. Muito bom!

No meu Touch, a versão que funciona redondinha é uma que a Microsoft disponibilizou e pode ser baixada aqui ou aqui.

Base

Eu sinto muita falta de uma base para meu HTC Touch. Não por causa de recarga e sincronismo, mas como uso muito a conexão internet compartilhada com meu notebbok, gostaria de tê-lo de pezinho, bonitinho, de frente para mim. Sinto falta disso desde o Qtek S200, para ser sincera. A Brando apresentou um cradle que eu adorei e já está na minha lisitinha de compras:

Pesquise preços de: HTC P3401, HTC A9100, HTC Touch

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Windows Mobile às 10:42 AM | Comentários (33) | Citações

setembro 10, 2007

HTC TyTN II: o melhor PDAphone da atualidade

Eu estava esperando os primeiros reviews de blogueiros móveis web afora para poder opinar a respeito do aguardadíssimo HTC TyTN II (também conhecido como HTC Kaiser ou P4550). E a primeira conclusão que chego é: ele corresponde a TODAS as expectativas iniciais!

Em princípio, ele segue as mesmas configurações de seu antecessor: um super processador de 400 MHz, tela touchscreen de 2,8 polegadas com resolução de 240 x 320, teclado QWERTY deslizante, tri-band UMTS e quad-band GSM/GPRS/EDGE, pronto para 3G, wi-fi, bluetooth 2.0, memória bem folgada (256 MB de memória ROM e 128 MB de RAM), slot microSD. Mas ele ganhou alguns upgrades, além do Windows Mobile 6 com TouchFLO: GPS, câmera de 3 MP com auto-foco e até scanner de cartões de visitas!

Quem está usando diz que o teclado é maravilhoso, delicioso de se digitar e confortável para todo tipo de dedo. Aliás, o desempenho do TyTN II é tão fantástico que até se esquece do "defeitinho" que é a tela ainda QVGA. Contudo, uma tela VGA nesse dispositivo poderia ser fatal para a bateria. Ele já tem tanta coisa que, como já era de se esperar, não tem uma bateria das melhores. Mas ainda é muito cedo para fazer avaliações mais precisas sobre autonomia, vamos esperar mais algumas semanas para ver o que os donos de TyTN II dizem.

Outro defeitinho é o tamanho. São 190g de peso. Se você quer um PDAphone levinho, pequeninho, delicado e elegante, vá de HTC Touch e esqueça processador e teclado. Pois é, o alto poder de processamento tem seus revezes, que *sempre* acabam sendo tamanho, peso e autonomia...

Mas olhando uma coisa linda dessas, quem se importa com esses defeitinhos, não? Vejam que beleza:

No blog da Tracy and Matt tem um review muito legal, e, a exemplo de vários novíssimos usuários do TyTN II, são só elogios. A única queixa no OS é a ausência do Voice Commander, o que para nós, brasileiros, nem faz tanta falta assim. Leiam aqui o review completo. Dá para afirmar com certeza que o TyTN II é o melhor PDAphone da atualidade.

Pesquise preços de: HTC P3401, HTC A9100, HTC TyTN

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Windows Mobile às 10:12 PM | Comentários (57) | Citações

agosto 22, 2007

Windows Mobile 6 para Dell Axim x51v

Boa notícia para os usuários do Dell x51v. Saiu uma versão do Windows Mobile 6 para ele! Será que, assim como Elvis, o Axim não morreu? :)

Bem, antes é bom esclarecer que essa ROM do WM6 para o x51v não é oficial da Dell, mas do pessoal do fórum XDA-Developers e pode ser baixada aqui.

Isso prova que a legião de fãs dos Axim continua firme e forte, resistindo heroicamente ao sedutor mundo dos PDAphones. Para quem gosta de computadores de mão "puros" e prefere ter celular à parte, o x51v continua sendo uma das melhores opções existentes, mesmo não sendo mais vendido em vias oficiais.

O leitor Alexandre Reis instalou e me mandou uma porção de capturas de tela. Resta saber se vale a pena o update, se a ROM é veloz, estável, melhora a autonomia de bateria e se incorpora novas funções. Aguardarei os comentários dos usuários. Inclusive de você, Alexandre!

Divirtam-se, clicando nas miniaturas para ampliá-las:

Pesquise preços de: acessórios para Pocket PCs, acessórios para PDAs Dell Axim, acessórios para HP iPAQ

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Windows Mobile às 10:12 PM | Comentários (28) | Citações

Verde-wasabi

Sim, o HTC Touch na cor verde-wasabi existe!

Confesso que ao ver o Touch verde-wasabi nas ilustrações, à época do lançamento, pensei: que coisa MEDONHA. Mas ao vivo, o verde-wasabi é bem diferente daquela mistura de abacate com diarréia de neném que vi nos sites web afora. Achei uma graça!

Prestem atenção nessa cor verde-wasabi. Quem reparar nos desfiles de moda de Dior, Galiano, entre outros, notará uma "tendência" dessa cor despontar em tecidos de seda-japonesa, levemente brilhante, assim como a carcaça do Touch. Não é coincidência. Ano que vem comemora-se 100 do início da imigração japonesa pelo mundo e, segundo os entendidos de moda, a seda japonesa, os leques, as maquiagens típicas e a cor verde-wasabi marcarão mais e mais presença em roupas, acessórios e... celulares! Portanto, anotem o que estou dizendo: logo teremos mais e mais celulares nessa cor por aí.

Mais uma coisinha... Fiquei devendo para vocês fotos comparando o tamanho do Touch com o célebre V3. A espessura de ambos é a mesma, e o tamanho quase: o V3 é pouquíssima coisa mais longa e mais estreita que o V3. Mas uma diferença de 1 mm, se muito, pois as capinhas do V3 à venda por aí servem direitinho no Touch.

O Touch é o PDAphone que hoje melhor combina minha concepção de "smartphone ideal": a maior tela possível no menor tamanho possível. E eu adoraria que o meu fosse verde-wasabi. Se eu soubesse antes...

Pesquise preços de: HTC, Motorola RAZR V3, fone bluetooth estéreo Motorola HT820

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Windows Mobile às 01:41 PM | Comentários (13) | Citações

HTC Touch desbanca o iPod nano?

O HTC Touch não é um primor de potência ou memória interna, não tem GPS nem tela VGA. Mas a bateria dele DURA uma barbaridade. É impressionante, e olha que eu sou uma heavy-user, principalmente de conexão GPRS / EDGE - item que mais consome energia. Vários usuários recém-adeptos do Touch têm dito a mesma coisa para mim - e não são poucos, considerando meus amigos, conhecidos e leitores desse blog que mandam emails.

Apesar de não ter gostado do plug do fone, que é mini-USB, compreendo que uma saída padrão sacrificaria muito o tamanho do bichinho. E descobri uma qualidade que até então não tinha visto em outros smartphones: a qualidade do áudio e do player interno, o Audio Manager. Comecei a ouvir para testar, mas aos poucos fui jogando mais e mais músicas para o Touch e, quando vi, o coitado do nano foi ficando à revelia. A qualidade dos fones também é um ponto positivo, já que os fones que acompanhavam meus Qteks anteriores deixavam muito a desejar.

Até agora eu preferia ter um player separado do smartphone (no caso, o meu iPod nano) por causa da autonomia de bateria. Uma vez que ouço músicas e podcasts direto, ter o nano só para isso poupa o fôlego do smartphone. Mas a autonomia do Touch enfim está dando coragem para eu finalmente convergir.

Outro fator tem influenciado o "abandono" do nano. Em Curitiba não tenho mais banda larga em casa, e, por isso mesmo, atualizar o iTunes em busca de podcasts novos tornou-se uma tarefa penosa. Seja num hotspot ou via EDGE, tenho que abrir o note, atualizar tudo, plugar o nano e sincronizar. Como quando estou no notebook é a trabalho, fazendo outras coisas, acabava esquecendo. Nessa correria diária, tem dias que nem levanto a tampa do meu note...

A "carência" pelos meus podcasts favoritos fez eu optar por ir jogando os feeds, aos poucos, no Egress, junto com os outros feeds RSS que costumo acompanhar. Quando vi, estava baixando e ouvindo cada vez mais podcasts no Egress, como fazia quando tinha o Dell x50v, antes do nano. O fato do Touch ser um PDAphone sempre online e ter uma bateria respeitável finalmente trouxeram à tona uma convergência viável e prática para o dia-a-dia!

Nas últimas semanas, testei um iPod vídeo e odiei. Pesado, grande, pouco prático para quem já carrega um mundo de quinquilharias às costas diariamente. Para quem, como eu, acha a dupla iTunes + iPod imbatível, confesso que não estou tendo problemas para sincronizar o WMP 11 com o Windows Mobile 6. Aliás, esse tipo de sincronismo de mídia melhorou muito.

Estou investindo mais e mais noTouch para ouvir músicas e podcasts. Tanto que resolvi presenteá-lo com um fone bluetooth estéreo, o HT820 da Motorola. Em breve falarei mais dele aqui. O próximo passo será um cartão de 4 GB ou mais. Mas o nano não foi entregue à aposentadoria definitiva. Continuo usando ele para plugá-lo no carro, por causa do conector padrão. Nos aparelhos de som de casa ou do consultório também prefiro deixá-lo tocando música, uma vez que nesses ambientes o Touch está cumprindo outras tarefas.

Outra coisa: testei por 15 dias um iPod vídeo e odiei. Pesado, grande, pouco prático para quem já carrega um mundo de quinquilharias às costas diariamente. Além disso, achei temeroso andar de bike por aí com um iPod que tem HD em vez de memória flash. Ninguém bate o iPod nano ainda na combinação de espaço interno com portabilidade. Mas... será que, com o tempo, acabarei deixando ele mais de lado ainda? Nem eu sei.

Pesquise preços de: HTC, iPod nano, fone bluetooth estéreo Motorola HT820

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Windows Mobile às 01:22 PM | Comentários (27) | Citações

agosto 17, 2007

Na hora de escolher seu smartphone...

...se você pretende ficar com seu Windows Mobile por um bom tempo, é preciso levar outros fatores em consideração na hora da compra, além de OS, tamanho e funções.

1. Assistência técnica.

Problemas acontecem com todo mundo, mas quando ocorrerem, você ficará na mão, esperará por um bom tempo sem seu aparelho ou será atendido de forma imediata? A experiência me ensinou que nesse sentido ninguém vence a Dell. Pena que eles não fabricam mais PDAs, e sua inserção no mundo dos smartphones ainda é obscura. Mas fica a dica para quem pensa em adquirir um notebook.

A HP é bem burocrática no atendimento, e muitos aparelhos trazidos de fora são simplesmente negados pelas assistências oficiais brasileiras. Há alguns anos isso aconteceu com minha mãe, que simplesmente perdeu um notebook cuja placa-mãe queimou. Já a Palm, bem... procurem pelo Tungsten T3 histórico do blog e vocês saberão o pesadelo que foi.

2. Atualizações

Se smartphone para você não é item descartável, analise o quanto as fabricantes se preocupam em lançar patches (correções) e atualizações de sistema operacional. A Dell foi campeã nesse quesito - pelo menos até a dupla x50v e x51v, que tiveram migrações para WM5 um pouco traumáticas. Hoje a fabricante que mais se preocupa com isso é a HTC, basta ver o grande número de aparelhos que ganharam atualizações para o WM6. O mais recente exemplo é o excelente TyTN. Quem tem esse aparelho continua com um dos melhores PDAphones do mercado em mãos. Falando nisso, o sucessor dele, o Kaiser, se chamará TyTN II e terá apenas algumas mudanças de hardware, como câmera com mais megapixels e GPS nativo.

Muitos HTC com Windows Mobile 5 for smartphones (sem touchscreen) também ganharam updates para Windos Mobile 6 Standard.

Outro aparelho que ganhou atualização para WM6 é o Treo 750. Ainda não saiu, mas a Palm a prometeu para até o fim do ano.

3. Idioma

Se você tiver a chance de escolher o idioma do seu aparelho, prefira o inglês. Na hora de lançar correções, ROMs com a exótica língua portuguesa costumam ser esquecidas. Mas infelizmente, aqui no Brasil, os smartphones vendidos não costumam ter opção de idioma. Todavia, bola fora de verdade é quando o português é de Portugal. Isso aconteceu com meu antigo Qtek 9090, da Claro, onde eu era obrigada a tocar no ecrã e manipular ficheiros. Pombas, eu sou brasileira, e o país é grande, certamente um mercado imenso que mereceria um pouquinho mais de consideração no que tange a idioma. O 9090 foi o único gadget em português que tive até hoje. E o último.

Será que os aparelhos vendidos aqui continuam vindo assim, ora pois...?!

Pesquise preços de: MotoQ GSM, Elef Check Mate, Fone bluetooth estéreo

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Windows Mobile às 01:47 PM | Comentários (23) | Citações

agosto 12, 2007

Fring e Skype: não podem faltar no seu smartphone

Se você tem uma PDAphone Windows Mobile, não pode deixar de ter instalados em seu dispositivo o Fring e o Skype!

Para quem tem PPCPE com processador de 200 MHz (Qtek 9100, Qtek S200, HTC P3300, HTC Touch etc) recomendo que usem essa versão do Skype, que disponibilizei aqui no blog, e não está mais lá no site da Skype não sei por que. A versão que está lá hoje é meio problemática. Esta, porém, é a mais estável e funciona tanto em WM5 como WM6. É a versão que estou usando no meu Touch e usava no S200.

Junto nesse zip coloquei o Fring para Windows Mobile, já que o cadastro no site via SMS para baixar nem sempre funciona com números brasileiros.

Apesar de eu não ter gostado muito da interface do Fring (achei meio bagunçada), em TODAS as vezes que tentei fazer ligações VoIP pelo Skype ou Gtalk a chamada se completou, MESMO PELA REDE EDGE DA CLARO! Pela TIM, infelizmente, a rede se mostrou muito instável, pelo menos aqui em Curitiba. Mas isso não significa que vocês não possam usar, talvez eu tenha sidoi meio azarada. Por wi-fi, nem precisa dizer que a qualidade fica ótima!

Baixem os dois aplicativos (eles são freeware) aqui:
http://www.odontopalm.com.br/downloads/fring-skype.zip

Vale lembrar que há versões do Skype para Windows Mobile Standard (MotoQ, Samsung i321, HTC S621 etc) e do Fring para Symbian. Visitem os sites dos desenvolvedores em www.skype.com e www.fring.com e baixem lá as versões mais adequadas para cada smartphone

Pesquise preços de: Qtek 9100, HTC S621, acessórios para Windows Mobile

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Windows Mobile às 08:27 PM | Comentários (30) | Citações

agosto 02, 2007

Yahoo! Go, um canivete suíço móvel

Disponível para Windows Mobile (PPC e smartphones) e Symbian, o Yahoo! Go é um aplicativo muito legal, indispensável para quem convive com os serviços do portal no dia-a-dia.

Eu não implico com o Google, acho ele legal, mas torno a afirmar que o Yahoo! está mais afinado com as necessidades do pessoal que gosta e vive de mobilidade. O Yahoo! Go é um dos exemplos que ilustra essa minha convicção. Ainda que você não use muito os serviço do Yahoo!, sugiro que baixe esse aplicativo em seu smartphone para experimentar. É de graça e não faz mal a ninguém. Mas nates, uma dica: baixem o CAB ou o SIS direto do site do Yahoo! Mobile e instalem no aparelho, ou apontem o browser do seu smart para http://mobile.yahoo.com/go - esse negócio de enviar SMS para o seu número de telefone não funciona muito bem aqui no Brasil, infelizmente...

A seguir, alguns screenshots das aplicações mais legais que vêm dentro do Go:


1. As configurações iniciais são rapidíssimas, basta escolher país e idioma e colocar seu ID e senha do Yahoo! (aqui, uma pequena bola fora... américa latina está vinculada apenas ao idioma espanhol... e eu me pergunto o que é pior, fazer parte do "resto" da América, como sugere o programa, ou ser obrigado a falar espanhol...?)


2. Outra aplicação muito legal: mapas e direções. Pena que não funcionem direito com mapas brasileiros. Além dos mapas estarem desatualizados, as informações de lugares interessantes e trânsito só estão disponíveis para gringos. Ok, mão à palmatória para o Google Maps...


3. News / RSS: se você não souber o endereço dos feeds que você mais gosta, a ferramenta de busca OneSearch (muito boa por sinal) sugere feeds para você. Basta citar palavras chave, como o nome do site em que você os costuma ler. O Go divide a parte de RSS em entretenimento, espotes, índices econômicos e notícias. A atualização de notícias se mostrou bem ágil.


4. Flickr, a parte que mais gostei no Go. Além de publicar suas fotos num instantinho, dá para navegar entre as últimas postagens dos seus amigos. Precisa falar mais alguma coisa?

Além das aplicações acima, o Go! traz seu email e as informações de calendário e contatos, sempre muito úteis para quem vive na rua e quer um sistema de PIM online a qualquer hora e lugar:

Estou há uma semana usando o soft e ele nunca travou nem deixou meu PPCphone lento. Até na hora de encerrar o aplicativo, o Go mostra que é amigo da turma móvel: ele mostra quantos MB sua sessão gastou ao todo. Para ficar perfeito, só faltou um clientezinho de instant messenger. No mais, dou nota 9,5 para essa ótima solução, que cativou um cantinho no meu HTC Touch.

Pesquise preços de: Windows Mobile, Nokia com Symbian, iPAQs

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Aplicativos às 08:50 PM | Comentários (19) | Citações

julho 20, 2007

Review: HTC Touch (parte II)

Na segunda parte desse review, falarei dos programas e do sistema operacional WM6 no HTC Touch. Antes de prosseguir, sugiro que leiam a primeira parte desse review, aqui.

WM6 de forma geral

Exclusividade do Touch, a "HTC Home" (foto acima) é aquela janela que aparece na tela Today e que, entre outras coisas, mostra um "relojão". Além dele, dá para intercalar mais duas janelas, a de previsão do tempo e a de atalhos para programas, que é configurável. Além disso, mostra na home a quantidade de e-mails e SMS novos e chamadas não atendidas.

Outra novidade: MMS e SMS agora são gerenciado juntos no Messaging, que está bem bonito e agradável de usar. Não quero usar o FlexMail por enquanto, apesar do programa nativo ainda não sincronizar o ícone de status de mensagens respondidas e encaminhadas nas contas IMAP.

Sabem o Windows Update do Windows desktop? Pois é, agora ele existe no Mobile também. Dá para deixá-lo verificando em períodos pré-determinados se tem atualizações.

Os ícones mudaram no WM6. Não só o dos aplicativos e configurações, que estão mais bonitos, mas os de notificações também. A tradicional "cartinha" agora é exclusiva para e-mails, enquanto para SMS o ícone passou a ser uma cartinha com um celular por cima. Os sons de sistema, notificações e alarmes também estão mudados. Achei-os mais altos e nítidos. Colocar um MP3 como toque ficou mais fácil também, a partir do próprio tocador de mídia existe essa função no menu.

Gostei muito do media player. Além do fácil acesso pela interface TouchFLO, gerenciar músicas e playlists está bem fácil. Tudo é integrado com o WMP 11 do desktop, sendo que músicas, vídeos e playlists são facilmente sincronizadas para o dispositivo desse modo. Algo como iTunes + iPod já fazem. Sem contar a qualidade do áudio e do fone, que é a melhor que já vi em um smartphone hoje. Posso dizer sem medo de errar que, quem estiver a fim de um smartphone que toque MP3 com boa qualidade e com gerenciamento agradável, vai amar o Touch. Como ele suporta SDHC, dá para colocar um cartão de 4 GB (ou mais) e se divertir pacas. Mas já vou avisando: se você ouve muita música, ande com carregador extra. Vou falar mais sobre media player e streaming num post à parte.

Para minha surpresa, ele toca vídeos curtos de uma forma boa no WMP. Mas na hora de assistir filmões e episódios de seriados no TCPMP (atual CorePlayer) há lags. Não adianta, o processador de 200 MHz não é para isso, definitivamente. Se você quer ver muito vídeo, escolha outro PDAphone, mais potente.

De uma forma geral, a autonomia de bateria é muito boa. Ganha do S200, apesar do mesmo processador e tela. O segredo está mesmo no WM6, que gerencia tudo de forma melhor e otimiza o gasto de energia. Fico até o fim do dia sem precisar de recarga, usando o aparelho de forma ostensiva: baixando e-mails automaticamente de 30 em 30 minutos, RSS a cada 2 horas (via Egress), falando de vez em quando e acessando IMs esporadicamente.

Internet Sharing

O Wireless Modem passou a se chamar Internet Sharing e, agora, não é mais necessário encerrar o ActiveSync do PC e efetuar uma discagem para utilizá-lo como modem. O Internet Sharing, uma vez ativado, simplesmente compartilha a conexão celular do Touch com o PC. Tanto pelo cabo USB como por bluetooth. Muito mais prático.

Task Manager

Adeus, Magic Button. Agora, dá para configurar nativamente no Task Manager o que você quer que o botão "X" faça: minimize ou feche programas. Além disso, na tela Today, basta tocar no canto superior direito da tela para mostrar os programas abertos e, se desejar, fechá-los.

Bluetooth e ActiveSync

No WM5, o sistema usava obrigatoriamente o nome do Owner como nome do dispositivo. Felizmente isso acabou. Ele usa o nome do ActiveSync. Ou Mobile Center, se você usa o Windows Vista, onde as tarefas de sincronismo e backup foram otimizadas em relação ao XP.

Windows Live

Além do MSN Messenger, o Windows Live agora tem a opção de sincronizar também os seus contatos armazenados no servidor do Windows Live. O nome de usuário, frase adicional e até sua imagem de aparição salvos também podem ser sincronizados. O chato é que você é obrigado a sincronizar a lista de contatos do Live e guardá-la junto com seus contatos no smartphone. Odiei isso. Aliás, odiei o novo MSN Messenger nativo, pela primeira vez. Ele simplesmente não funciona direito. Falarei disso num post em separado, citando um por um dos inúmeros bugs. Mas pra resumir: achei-o medonhamente inutilizável!

External GPS + Contacts

Para quem tem um GPS separado, o "External GPS" permite que você configure qual porta de comunicação virtual bluetooth você quer que os aplicativos que conectam-se com GPS usem. Usar GPS no WM6 está delicioso, ainda mais em parceria com o Google Maps agora mostrando mapas brasileiros. Para ir na casa de um amigo meu, basta abri-lo nos Contatos (outra aplicação nativa que está bem bonitinha, inclusive com log de chamadas e integração com Windows Live) e selecionar a opção "Locate in Google Maps". Como já falei aqui, não é preciso necessariamente ter um GPS para se usar o Google Maps. Ele pergunta se você quer o endereço de casa ou trabalho (caso ambos existam) e faz o resto sozinho, inclusive traçando rotas. Ma-ra-vi-lho-so! Essa opção "Locate" já existia no Pocket Informant, que é o PIM Manager que utilizo.

* * *

Na terceira e última parte do review, Office Mobile, Streaming Media, gerenciamendo conteúdo de mídia com o WMP, além de um vídeo de hands-on do HTC Touch.

E só reforçando: meu HTC Touch é via Johnny Bravo, meu forncedor de gadgets de longa data ;)

Pesquise preços de: HTC, HTC S621, HTC S411
postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Reviews às 07:52 PM | Comentários (37) | Citações

Digg ou del.icio.us?

O desenvolvedor Dale Lane criou um plug-in gratuito para o Pocket IE do Windows Mobile, onde dá para adicionar sites ao seu rol de favoritos no popular del.icio.us.

Idêntico àqueles plug-ins para Firefox e IE, todos são super práticos para ajudar a alimentar sua listagem. Acho sempre bom a gente dar uma "força" divulgando sites e blogs amigáveis com interfaces móveis.

Obviamente, já baixei e instalei aqui no meu. É pequenininho, levíssimo, ridiculamente fácil de instalar e configurar. vale a pena.

Tadinho do meu del.icio.us, anda meio empoeirado. Mas acho que não é só o meu... como hoje em dia até serviços online são "modinhas", tenho a impressão que o del.icio.us anda meio em baixa depois do advento do Digg. Ou é só impressão minha mesmo?

Tá, o Digg é bem legal, mas só acessei ele uma ou duas vezes na vida. Sou mais os meus RSS, gosto mais da minha própria personalização.

Pesquise preços de: acessórios para PDAs Dell Axim, acessórios para HP iPAQ, smartphones

postado via wi-fi

escrito por Bia Kunze em Web às 05:22 PM | Comentários (6) | Citações

julho 12, 2007

Review: HTC Touch (parte I)

Estou amando o Touch. E tem tanta coisa para falar sobre ele que dividirei o review em duas partes.


Na imagem da esquerda, com o iPod nano. Na direita, "ensanduichado" com o Qtek S200 e o Motorola L6

Não dá para negar que o atrativo principal do HTC Touch é o tamanho. Reduzidíssimo, inclusive espessura, ele equivale exatamente a um Motorola V3 fechado. Mas a tela é a mesma de sempre, grande, espaçosa, brilhante e nítida. Aliás, a tela é o coração desse aparelho. Tudo é feito por ela. De botões físicos, temos apenas o verdinho, de ligar, o vermelho, de desligar e o pad central, além do Power no topo do aparelho, o de volume no lado esquerdo e o da câmera no lado direito.

A stylus acompanha essa redução generalizada, sendo bem menor que a média. Quem tem mãos grandes terá dificuldades em escrever com ela. Em resumo: é um aparelho para mãos delicadas e para quem quer dispensar a canetinha na maior parte do tempo. Graças ao TouchFLO, isso é perfeitamente possível: não há aquele degrau entre a tela e o corpo do aparelho, permitindo que o dedo deslize para "rolar" entre as telas e menus. Em breve subirei um vídeo mostrando isso na prática.

A tela é mais dura que o normal. Quem está acostumado com a canetinha, perceberá que é preciso usar mais força. Essa "dureza" é compreensível, já que o objetivo do Touch é focar toda a interface diretamente na touchscreen. Portanto, maior resistência é importante para a própria durabilidade do aparelho.


Na imagem da esquerda, S200 e Touch lado a lado. Na direita, com o L6. Notem a ausência de degrau entre a tela e as bordas.

Graças ao TouchFLO, basta uma "escorregada" de dedo para fazer uma ligação selecionando os principais contatos num menu próprio. Ou apertando o botão verdinho e escrevendo o nome do contato, que é facilmente encontrado na agenda.

Se para alternar entre aplicativos e menus a stylus é facilmente dispensada, não dá para dizer o mesmo na hora de escrever. O tecladinho e a área de escrita continuam os mesmos de sempre: exigindo uma precisão de atirador de tiro ao alvo. É o único defeito do TouchFLO. Espero que nos futuros aparelhos se crie uma solução melhor. Felizmente, há aplicativos de terceiros que adicionam "tecladões" para se escrever com os dedos. O pessoal do XDA-developers até desenvolveu um teclado idêntico ao do iPhone! O add-in pode ser baixado gratuitamente aqui. Ainda não testei, acabei de saber da novidade e vou baixar e instalar assim que puder. Depois postarei aqui minhas impressões, além de compará-lo com as soluções pagas.

O slot interno lateral serve tanto para o cartão de memória quanto o SIM card. Tudo é tão pequeno no Touch que torna-se um pouco chatinho encaixá-los, exige um certo malabarismo. Para quem costuma trocar o cartão com frequência, perde-se um pouco em praticidade. Mas pelo menos não é mais preciso tirar a bateria para trocar o SIM.


Entrada lateral para SIM card (chip) e cartão de memória microSD


Acompanhamentos

O pessoal da HTC caprichou nos acompanhamentos do Touch. Ele vem com cartão microSD de 1 GB, espaço mais que suficiente para a maioria dos usuários médios de Windows Mobile.

Mas o mais surpreendente: a capinha protetora, o fone e a película que acompanham o produto são DECENTES! A película é rígida sem deixar de proporcionar conforto no uso da tela. A capinha é pequena, discreta, fofinha e almofadada por dentro, protegendo bem o aparelho sem deixá-lo trambolhudo. O Touch dentro da capinha não briga nem com a mais reduzida das bolsas femininas. E, por fim, o fone de ouvido agora usa a porta mini-USB e tem qualidade de áudio está acima da média. Vem até com espuminhas! Ouvir música nele é uma delícia. Nos meus Qteks anteriores, eu dispensava o fone original para usar o do meu iPod, com um adaptador.


Capinha e fone

Em resumo: comprando o Touch, você não precisa se preocupar em adquirir acessórios já de cara. Nota 10! Mesmo assim, fiquei feliz por ele ser do tamanho de um V3. Poderei comprar aquelas capinhas de couro lindinhas que se vendem às toneladas nos shoppings. Oba! Por enquanto só vi cor-de-rosa, argh, mas assim que achar uma vermelha, comprarei.

Tudo isso, mais o tamanho reduzido e a delicadeza do aparelho, deixam-me afirmar com conhecimento de causa: o Touch é o PDAphone perfeito para o público feminino! Ele é apaixonante. E quem tem unhas um pouco mais compridas nunca mais vai usar uma stylus na vida... hehehe...


Câmera

Não tem nada de mais, é idêntica à de todos os modelos da HTC com 2 MP. Mas não gostei de duas coisas: não tem modo macro e o botão de acesso fica na lateral direita, bem embaixo. Quem é destro tem que acionar o botão usando a outra mão para segurar o Touch.


CDs

A caixa do Touch traz 2 CDs: um com os manuais e um código de trial do Outlook, para 60 dias. Pois é, o Outlook que vem agora nos Windows Mobile é só para demontração. Bola fora TOTAL! O segundo CD vem com o GPRS Monitor e um programa de backup, chamado Sprite, que aliás é muito bom.


Desempenho

Se você quer um PDAphone com super desempenho e poder de processamento, esqueça: o Touch tem clock de 200 MHz e 64 MB de memória. Semelhante ao Qtek S200 e 9100. Ou seja, ver vídeos e executar tarefas mais pesadas o deixam com a língua de fora. E, a partir do momento que se tem 4 ou 5 aplicativos abertos ao mesmo tempo, ele fica mais lento.

Achei que o desempenho geral seria idêntico ao do meu Qtek S200, portanto. Mas para minha surpresa, a bateria dura bem mais. Uns 30% a mais! Creio que o WM6 é que seja o responsável por isso.

Conforme já relatei aqui no blog antes, autonomia de bateria é mais importante para mim que poder de processamento. Sou uma profissional itinerante, uso muito o smartphone para falar e ele fica praticamente o dia todo conectado, checando e-mails e baixando RSS periodicamente. E com o Touch, chego no final do dia ainda com razoável carga. Algo que jamais aconteceria com uma tela VGA ou um processador de 600 MHz. Isso foi decisivo para adotar o Touch definitivamente como o substituto do meu Qtek S200. Se você quer um aparelho pequeno e prático, para trabalhar e estudar, ele é uma excelente opção. Se você quer um aparelho mais para brincar, ou usar multimídia, procure outra opção mais "poderosa".


* * *

Na continuação desse review, falarei dos programas e do sistema operacional WM6.

Pesquise preços de: HTC, HTC S621, HTC S411

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Reviews às 10:17 PM | Comentários (37) | Citações

julho 05, 2007

Resco Audio Recorder 4

Alô, René e demais podcasters móveis que usam Pocket PC! Saiu uma atualização do Resco Audio Recorder.

A interface melhorou MUITO, ficou bem mais clean e intuitiva. Já não era sem tempo. E, se você usa um aparelho Phone Edition, também implementaram a possibilidade de se gravar chamadas telefônicas. Era outra coisa que eu estava querendo há tempos.

Vou baixar e gravar o podcast hoje à noite nessa versão nova. Vamos ver como ela se sai.

Baixem o Resco Audio Recorder aqui.

Pesquise preços de: acessórios para Pocket PCs, acessórios para PDAs Dell Axim, acessórios para HP iPAQ

postado via wi-fi

escrito por Bia Kunze em Windows Mobile às 10:46 AM | Comentários (5) | Citações

julho 03, 2007

Sucessor do TyTN no Brasil

O Qtek 9100 em breve sairá do catálogo das operadoras brasileiras, e, ao contrário do que muita gente pensa, ele não será subsituído pelo HTC TyTN, que foi sucesso absoluto na Europa (com o nome de Qtek 9600) e nos EUA (como Cingular 8525).

O substituto do Qtek 9100 no Brasil será o HTC Kaiser, esse da fotona aí em cima, o sucessor do TyTN. Tem quase todas as mesmas especificações poderosas do TyTN (vejam detalhes aqui), mas já virá com WM6 e o mais legal: a tela se reclina para cima!

Além do HTC Kaiser, teremos por aqui também o UMPC HTC Shift, que é simplesmente lindo. Se bem que, rodando Windows Vista e tendo um teclado full, tenho minhas dúvidas em classificá-lo como UMPC. Lá fora o preço é de U$ 1.000. Quanto será que custará por aqui? Ugh!

No exterior fala-se também no Shangri-la (X9500), um UMPC que roda Windows Vista e Windows Mobile simultaneamente. Como, não sei, ainda estou tentando compreender! Vejam aqui os detalhes e as especificações. Essa semana quero falar mais aqui lo blog de outros UMPCs, como o Asus Eee PC 701 (que já citei), o Nanobook e outros.

Pesquise preços de: Qtek, HTC, Windows Vista

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Windows Mobile Phone às 11:09 AM | Comentários (17) | Citações

junho 30, 2007

Controle TODOS os gastos do seu smartphone

Já falei aqui no blog de softwares que controlam o gastos com tráfego de dados em seu PDA ou smartphone. Mas que tal uma solução mais completa, que acompanhe também seus gastos com serviços de voz e SMS?

Essa é a proposta do Smaato Cost, programinha gratuito disponível para os Treo (Palm OS e WM) e PPCphones com Windows Mobile 5.

Amei a idéia, baixei e instalei. Para quem tem planos de voz em minutos e dados em MB, é uma maravilha, você sabe exatamente o quanto está gastando.

O software consegue, ainda, identificar quando você está em roaming e permite criar perfis separados para diversos chips, caso você seja cliente de mais operadoras. É o fim dos sustos na hora que a conta chega! :)

Pesquise preços de: Treo 680, Palm TX, Windows Mobile

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Palm OS às 03:40 PM | Comentários (13) | Citações

junho 28, 2007

Olha quem chegou...

Sim, ele mesmo, o HTC Touch! Já está aqui comigo para ser analisado, e em breve vocês contarão com um review completíssimo!

Gente, vocês não têm noção de como ele é lindinho, pequenininho, levíssimo... e tem uma tela LINDA! E como é FINO! Só para vocês terem uma idéia, ele tem quase metade da espessura do Qtek S200, que por sua vez, tem quase metade da espessura do Qtek 9100... O comprimento e largura também é menor que o do S200. Mas como o mesmo tamanho de tela. Ele realmente tem a mesma espessura dos Motorolas da linha RAZR, como o V3.

Ele é tão delicadinho que no começo dá até medo de segurar. Mas logo acostuma-se! :)

Depois eu conto mais sobre esse mimo... enquanto isso, sigo postando as fotos no Flickr, fiquem de olho!

Pesquise preços de: Qtek 9100, HTC, Motorola V3

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Windows Mobile às 09:11 PM | Comentários (22) | Citações

junho 20, 2007

Review: HTC Advantage (parte II)

Antes de prosseguir, leiam a primeira parte da análise do HTC Advantage / X7500.

Câmera

Ele vem com duas câmeras. Atrás, que faz fotos de até 3 MP e filma. Na frente, uma VGA para videoconferências, função que exige redes 3G.

A qualidade das fotos é apenas razoável, nada muito surpreendente e dentro da média das câmeras de celulares nesse padrão. Obviamente, os melhores resultados são obtidos em fotos diurnas e externas.

Fotos feitas com a câmera frontal VGA:

Fotos feitas com a câmera de 3 MP:

Senti falta de uma função macro no bichinho. Gosto muito do modo macro no meu S200 para fazer fotos rápidas de documentos impressos e páginas de livros. Uma pena!

VueFLO

O VueFLO é uma tecnologia baseada num sensor de posição. Graças a ela, dá para rolar a tela na horizontal ou na vertical simplesmente inclinando o aparelho para o lado desejado. Se você não quiser, basta desativar a função. Dá também para definr com qual aplicativo você quer usar. Pode parecer bobeira, mas é uma delícia para ler e-books na cama ou navegando na internet no sofá da sala, hehehe. Aliás, leitura naquela tela é um prazer à parte!

Ferramentas interessantes

Opera – O Advantage já vem com o Opera, além do Pocket IE. Não há o que discutir: o Opera é o melhor browser para dispositivos móveis hoje. Eu questionava a navegação por abas num smartphone pitoco, usava no máximo duas ao mesmo tempo. Com aquela telona, navegar é uma delícia.
Task Manager – o Advantage vem com um gerenciador nativo de tarefas. Com ele você determina se o botão “X” do Windows Mobile fecha ou minimiza os aplicativos. Um recurso há muito pedido pelos usuários e ignorado pelos desenvolvedores.
Assistente de impressão – Você quer imprimir seus documentos e e-mails em trânsito? Com esse aplicativo, é possível.
Streaming – Funcionou com os vídeos do YouTube Mobile e com várias rádios online. Muito legal. O fone estéreo que acompanha o Advantage tem boa qualidade de som, mas achei um pouco desconfortável no meu ouvido.
GPS – O aparelho já vem com a tecnologia embutida. Dá para imaginar o espetáculo que é usar um navegador de ruas naquela telona maravilhosa? Acompanha um CD com o software de mapas TomTom.
VGA Output – Basta encaixar o cabinho VGA que acompanha o produto, ligá-lo num monitor, TV ou datashow, ativar o TV Out e pronto!

Teste de mãe

Minha mãe ficou babando quando viu o Advantage. Claro que a tela foi o que mais chamou a atenção. Mas ela gostou muito do teclado também. Ela ressaltou que quem não enxerga muito bem de perto sofre com essas telinhas de PDAs, com fontes minúsculas, e que, para piorar, exigem "precisão de atirador de tiro ao alvo" para tocar algum ícone com a canetinha. Por isso ela prefere o Symbian, e com toda razão. Porém ela adorou navegar na internet pelo Advantage. Nem precisei dar muitas instruções, logo ela estava navegando sozinha, encantada. Mas ela deixou claro que não o usaria como celular junto. Teria um chip de dados separado para colocar nesse PDAzão.

Coisas que não gostava de fazer em PDAphones e que são excelentes no Advantage

* Escrever textos longos
* Usar como caderno e fazendo apontamentos com o Transcriber (aquele sistema dos PPCs em que você escreve palavras inteiras e ele reconhece, e não letra-a-letra)
* Guardar PowerPoints de aulas para rever e estudar mais tarde (em especial aqueles que os professores enchem de texto e dão sono)
* Ler e-books e PDFs mais extensos, na cama ou no sofá
* Editar planilhas
* Streaming de TV
* Assistir episódios dos meus seriados favoritos – não costumo usar legendas, mas para quem precisa delas, no Advantage ficam perfeitas, a leitura não é prejudicada

E, apesar de parecer um mini-notebook, não é preciso carregar uma mochila à parte. Ele cabe em qualquer bolsinha feminina, como um livro dos pequenos.

Gostei muito também da autonomia de bateria. Apesar de não ser um parâmetro exato, pois lia pouco email nele (no S200 ele verifica automaticamente a cada 15 minutos) e quase não usava voz, fiquei bem satisfeita. Carregava apenas umas duas vezes por semana.

Pontos negativos

* Apesar de ser pequeno, para algumas pessoas ele pode parecer pesado. É porque sua superfície precisa, por questões de segurança, ser fechada por ímã.
* O teclado podia ter retroiluminação. Digitar em ambientes escuros não é muito legal
* Para quem quer uma solução que substitua de maneira full um browser de notebook, infelizmente muitos sites não funcionam direito nele. Aliás, muitos sites, infelizmente, exigem o Internet Explorer de desktop para funcionar. Entre eles, a intranet da minha faculdade. Tentei fazer algumas mudanças no registro do sistema, fazendo com que os sites reconhecessem o Opera como o IE6. Mesmo assim, a tela de login da Unicenp, que fica no header do site (abaixo) simplesmente não aparece. Mistério. Abordarei o assunto "registry tweaks" em posts futuros. Não fosse isso mais o fato de eu precisar editar podcasts nas minhas viagens, estaria com um Advantage hoje. Não precisaria mais levar meu notebook no trabalho, na faculdade e, principalmente, em viagens.

Obrigada ao Johnny Bravo, por me emprestar um exemplar para testes. Espero que tenham gostado. Dúvidas? Postem aqui nos comentários!

Pesquise preços de: HTC, Qtek, acessórios para Pocket PCs

postado via wi-fi

escrito por Bia Kunze em Windows Mobile às 11:08 AM | Comentários (14) | Citações

junho 11, 2007

Treo 800w: a Palm acordou?

Não tenho sido boazinha com a Palm ultimamente, mas se os rumores a respeito do Treo 800w, que pipocaram hoje pela web, forem verdadeiros, terei que fazer justiça e aplaudir a novidade.

O rumor publicado pelo site Gizmodo dá conta de uma informação 'vazada' de uma fonte da Sprint. O novo Treo se chamaria 800w, seria CDMA e viria com Windows Mobile 6. A tela seria de 320 x 320 pixels, novidade em Palms com WM6, que costumam ter a metade dessa resolução. Mas o mais espantoso é ele suportar redes EVDO e ter a tecnologia wi-fi nativa. E, para terminar, ele viria com GPS também, mas não temos maiores detalhes.

Claro que tudo não passa de rumor, mas o buxixo tem trazido comentários positivos e expectativa na comunidade palmiteira, ainda mais depois da decepção geral em cima do Palm Foleo.

Os anti-Palm poderão torcer o nariz para o suposto novo dispositivo, alegando que outros fabricantes já dispõem de PDAphones com essas funções há tempos. É verdade. Mas temos que levar em conta que a marca 'Treo' ainda tem força no mercado e essa pode ser a chance da Palm se redimir do tédio que têm sido os últimos lançamentos.

escrito no avião e postado via Qtek S200 / EDGE ao pousar em Congonhas :)

escrito por Bia Kunze em Treo às 10:47 PM | Comentários (9) | Citações

Review: HTC Advantage (parte I)

Nessa primeira parte do review do HTC Advantage (também chamado de X7500 ou Ameo, e já tem um sucessor, o X7501, com WM6) falo das especificações, detalhes técnicos, tela e teclado.

Introdução

Em primeiro lugar, temos que ter em mente que o HTC Advantage não é um substituto para seu atual celular ou smartphone. O tamanho, intermediário entre um PDA ou notebook, o transforma no dispositivo ideal para quem quer um escritório móvel veloz e eficiente. Com a vantagem de permitir um chip GSM que o transfomará num dispositivo sempre conectado. É um verdadeiro escritório móvel, sem a necessidade de acessórios.

Diferentemente do conceito do Palm Foleo, que se propõe a ser um mobile companion, ou um compnheiro para seu smartphone, o Advantage é um aparelho de converge tudo. Posso usar meu smartphone normalmente no dia-a-dia, e quando for viajar, coloco o chip GSM no Advantage e terei um único híbrido. Claro que, nesse caso, um fone bluetooth torna-se um acessório indispensável.

Especificações

Processador: Intel, 624 Mhz com chip gráfico ATi
Memória: ROM de 256 MB, RAM de 128 MB e microdrive de 8 GB
Expansão: mini-SD compatível com SDHC, aqueles novos cartões de alta capacidade
SO: Windows Mobile 5 PPCPE
Dimensões: 133,5 mm (altura), 98 mm (largura), 16 mm (espessura)
Peso: 359 g
GSM: quadriband, GSM, GPRS e EDGE e HSDPA (3G)
Câmeras: uma de 3 MP para fotos e vídeos e uma frontal VGA para conferência
Conectividade: bluetooth, wi-fi, mini-USB e TV Out / saída VGA para monitores, datashow, etc, com cabo incluso
GPS
Tela de 5'' touchscreen com teclado destacável que também fecha-se e “gruda” protegendo a tela
Acompanha ainda: Case de couro, película, CD com trial do Outlook 2007 (não gostei disso!), CD com softwares, cabo VGA / TV, fone de ouvido (estéreo padrão e de ótima qualidade)

Tela

A tela, enorme, brilhante e VGA, é a principal atração do Advantage. Junto com o teclado, tornam o dispositivo quase um Ultra Mobile PC - mas rodando Windows Mobile! A versão que vem nele é a 5, com alguns adicionais interessantes, que tratarei na 2ª parte desse review, quando falar das ferramentas e aplicativos.

A principal vantagem do Advantage sobre um UMPC é a rapidez – apertou o botão, ligou, está pronto para usar. Além disso, pode ser dispensar o celular em viagens. A área de trabalho clean também ajuda. Quanto menor a tela do UMPC, mais complicado fica visualizar todos aqueles ícones, janelas, bandeja do sistema, barra de tarefas... e ver planilhas nessa tela, então?

Graças ao conforto visual, passei a editar planilhas, coisa que não conseguia fazer na tela minúscula e QVGA do S200. Usava mais para visualizar mesmo. Também passei a usar o transcriber, um recurso que até então nunca me animei a usar. Quanto mais área de escrita, maior o conforto de se escrever nela e de se ver o que está se escrevendo!

Teclado e case

Não é um teclado convencional, como os de notebook, mas dá para escrever confortavelmente. Os botões são compridos, não tem como pressionar o do lado por acidente. A acentuação também é simples, não há segredos. Só senti falta de uma retroiluminação para ambientes escuros. A tela ilumina um pouco, mas não é suficiente.

Quando a tela está na vertical, basta encaixar o teclado por baixo – ele é preso por imã! - que ela horizontaliza automaticamente. Aliás, a superfície do X7500 é toda imantada. Ao fechá-lo na case, como um livro, o imã do teclado se prede ao imã das bordas da tela e ele fica firmemente fechado. A parte do PDA tem um reforço para fixação nas bordas, por encaixe. Não há perigo dele cair.

Achei genial ele já acompanhar uma película. Saiu da caixa, é a primeira coisa que devemos fazer com aparelhos touchscreen. Não é grande coisa como película, mas o importante é que você mantém a tela do Advantage virgem sempre.

A case, de couro, é muito bem feita, e o tornam perfeito para trabalho. Como um pequeno livro. E mesmo com o teclado encaixado, não é preciso removê-lo da capa. Ele parece grande, mas pelas fotos acima, dá para notar que ele é menor que um daqueles cadernos pequenos.

* * *

Na continuação do review, falarei da câmera, das ferramentas e aplicativos.

Pesquise preços de: Qtek, HTC, Windows Mobile

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Reviews às 01:01 PM | Comentários (12) | Citações

junho 07, 2007

Apple x HTC

Olhando os reviews e opiniões web afora acerca do HTC Touch, e caindo na inevitável comparação com o iPhone, tenho refletido sobre mercados, o futuro do mundo mobile e as opções dos consumidores desse tipo de tecnologia.

Para começar, comparar o HTC Touch com o iPhone é um erro, pois ele não se propõe a ser uma cópia do dispositivo da Apple. São aparelhos com usos e públicos bem distintos. A única coisa que possuem em comum, além do lançamento simultâneo, é a implementação de uma interface nova, mais amigável aos não-geeks, a fim de conquistar novos públicos.

Regra geral: Windows Mobile é trabalho e produtividade. iPhone é lazer e diversão. Mas não vamos entrar em detalhes técnicos. Falemos de mercado.

Apesar de PDAs serem mais ecléticos e poderosos que iPods, os iPods são muito mais aceitos e vendidos. O motivo é simples: todo mundo sabe o que um iPod faz, e todos sabem que faz bem. Pergunte para qualquer leigo se ele sabe o que um iPod faz e o que um Palm faz. E, mesmo que não tenhamos iPhone por aqui tão cedo, todo mundo já sabe o que é o dito cujo: um iPod que fala. Nada mais que isso, sem nerdices.

Aliás, o alvo do iPhone não são os geeks. Ele está mais direcionado a pessoas descoladas que nerds - o que não impede que nerds o desejem também :)

Pontos fortes do iPhone:
- Fator 'design' e 'fashion', herdados do iPod
- Marketing, boa parte advindo do carisma de Steve Jobs
- Amigabilidade com o usuário e facilidade de uso

Pontos fortes do HTC Touch:
- Sistema operacional maduro e bem aceito
- Maior número de potenciais usuários, pois clientes que usam smartphones para fins profissioniais ainda são ampla maioria em cima dos que usam para lazer
- Lançamento e distribuição mundiais imediato, chegando inclusive na América Latina ainda esse ano

Minha estimativa: o iPhone será um sucesso estrondoso, mas seu perfil exclusivista o transformará em objeto de desejo. Valioso mas de acesso restrito, seja pelo preço e condições, seja pela distribuição limitada e gradativa em poucos países. A não ser que a Apple subitamente mude seus planos. Mas os aparelhos da HTC serão maioria e se fortalecerão cada vez mais nos mercados corporativos, competindo ferozmente com o Blackberry. A distribuição mais democrática em países e operadoras favorecerá isso, mas sem tanto alarde quanto o iPhone.

postado via HTC Advantage / wi-fi

escrito por Bia Kunze em Mac Sem Fio às 08:46 PM | Comentários (21) | Citações

junho 06, 2007

Mais HTC Touch

Mais detalhes do HTC Touch, com fotos, vídeos e algumas observações pessoais.

Especificações:

Dimensões: 99.9mm (altura) x 58mm (largura) x 13.9mm (espessura)
Peso: 112g with battery
Memória: 64MB RAM, 128MB ROM, com um cartão microSD de 1 GB incluído, gostei disso.
Tela: tamanho de 2.8", resolução de 240 x 320 pixels
Bateria: 1100 mAh
Camera: 2 MP, não especificaram presença de macro, espero que tenha...
OS: Windows Mobile 6 Professional
Conectividade: GPRS, EDGE (tri-band: 900, 1800,1900), wi-fi, bluetooth. Não gostei de não ter suporte a 3G!
Cores: disponível nas cores preta ou um tal de verde-wasabi (medo!)

A falta de 3G é o defeito mais sério. Mas ainda tenho esperença de ver um PDAphone com 3G, tela VGA e TouchFLO!

Mais detalhes no site oficial: www.htctouch.com

O pessoal dos prinicipais sites ingleses de tecnologia (o lançamento foi em Londres) já postou muito material a respeito do Touch. Aqui tem uma galeria de fotos, e vídeos mostrando o bichinho em ação podem ser vistos aqui e aqui. Vejam como a interface lembra um pouco o SPB Mobile Shell, como disse no post anterior. E notem como ele é incrivelmente pequeno e fininho. Notem no vídeo a comparação com um Motorola V3 e com um Treo... sensacional!

Pesquise preços de: HTC, Qteks, MotoQ

postado via Qtek S200 / EDGE

escrito por Bia Kunze em Windows Mobile às 10:52 PM | Comentários (9) | Citações

HTC Touch

Finalmente, ontem, a HTC nos mostrou sua grande novidade: o PDAphone Touch, com a nova tecnologia TouchFLO.

A cerejinha no sundae dio HTC é justamente o TouchFLO, que traz um conceito novo em tecnologia touchscreen, priorizando uma navegação mais intuitiva, natural: os controles respondem ao toque dos dedos e, são tão apurados, que conseguem distingui-los de uma stylus - que continua acompanhando o produto.

Se eu tivesse pedido à HTC um PDAphone por encomenda, podem ter certeza que seria *exatamente* assim: pequeno, sem teclado e com a maior área útil possível em tela. Meu S200 é assim, e, graças ao SPB Mobile Shell, consigo acessar os principais comandos dispensando a stylus e usando uma mão só.

Bem, verdade que minhas unhas femininas ajudam bastante... afinal, quem não tem TouchFLO caça com as unhas. Mas posso dizer que eu fui uma pioneira nessa tecnologia, usando-a mesmo antes de existir... :)

Não sei se meu próximo PDAphone já será o Touch - sabem como é, a HTC adora lançar enxurradas de devices - mas com certeza será um modelo com essa tecnologia nova. Vamos ver se eu agüento esperar!

Pesquise preços de: HTC, Qteks, MotoQ

postado via Qtek S200 / EDGE

escrito por Bia Kunze em Windows Mobile às 09:48 PM | Comentários (7) | Citações

maio 30, 2007

Surpresas a caminho!

A última moda entre os fabricantes de dispositivos móveis é fazer suspense.

Hoje ainda pela manhã, Jeff Hawkins, CEO da Palm, promete anunciar num webcast um 'novo e revolucionário' produto da empresa. Os fãs se alvoroçaram.

No próximo dia 5 é a vez da HTC, que anunciará um novo produto que 'revolucionará a experiência de uso em mobilidade'. A julgar pela imagem de divulgação da HTC, de uma moça tocando algo invisível e com as pontas dos dedos, parece algo a ver com uma nova modalidade de uso de tela. Bem, é só palpite. Mas não é de agora que eu acho que as stylus vão morrer!

A Palm, por sua vez, colocou um contador numa página - 24h antes do anúncio de algo entitulado 'Hawk'. Guardaram bem o segredo...

Tudo isso é medo do iPhone? Será que todo esse buzz se justifica? Logo descobriremos.

Pesquise preços de: PDAs, Palms, acessórios para Palm

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Palm OS às 01:32 AM | Comentários (23) | Citações

maio 24, 2007

Fábrica da HTC no Brasil

Conversando ontem com o pessoal da Microsoft, aqui em SP, fiquei a par de algumas novidades. A primeira é que a HTC já está com sua fábrica brasileira, em Jaguariúna, interior de SP, em pleno vapor.

E o primeiro aparelho genuinamente brasileiro é o Dash, em breve disponibilizado aqui pela TIM. É o primeiro aparelho rodando Windows Mobile for Smartphones com wi-fi que teremos aqui.

Ele é absurdamente fininho, leve e lindo. Dá para entender porque virou febre lá fora, resta saber a autonomia. Vou conseguir um para fazer um review logo, logo!

Outro aparelho que vi e amei foi o HTC 4350, pretinho. Com tela sensível ao toque, mais meu estilo. O que me chamou a atenção foi o fato dele ter o mesmo tamanho, formato e peso do Qtek S200, e mesmo assim ter um tecladinho deslizante lateral.

Desculpem as fotos pra lá de borrada no Flickr, foi a emoção ;)

Pesquise preços de: smartphones da HTC, Qtek, acessórios para Windows Mobile

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Windows Mobile às 11:20 AM | Comentários (53) | Citações

maio 22, 2007

Esse mexeu comigo...

Senhoras e senhores, com vocês, o ETEN X800...

Estou muito satisfeita com meu Qtek S200. Ele é perfeito para mim em forma e funções - excelente conectividade, tamanho reduzido, boa tela e nada de tecladinhos. Ele só deixa a desejar com a parte de vídeos: no início achei que o processador de 200 MHz era uma má escolha. Hoje acho que não. Definitivamente, acabei concluindo que convergência com multimídia não é nada prático no uso diário. Prefiro um smartphone com boa conectividade e autonomia de bateria para o trabalho no dia-a-dia e um dispositivo à parte para diversão. Talvez um iPod. Tenho um nano mas reluto em comprar um iPod vídeo. Queria uma tela grandona...

Agora surgiu o primeiro candidato para troca: o ETEN X800, a belezura da foto acima. Preserva tudo o que amo no S200 e adiciona duas coisas que realmente fariam diferença: 3G e tela VGA.

Fora isso, vem com Windows Mobile 6 Professional, tem wi-fi, GPS, câmera de 2 MP, bluetooth e todas aquelas coisinhas que já estamos habituados a ver em qualquer aparelho desse nível. A tela VGA faz falta quando sinto vontade de ligar meu Windows Mobile direto em projetores e fazer apresentações. Morro de saudades do Presenter-To-Go e do cabinho do Dell x50v. Ah, e claro, 3G. Preciso de velocidade, mas estando em terras brasileiras, sei que ainda precisarei esperar um pouquinho mais por uma boa rede HSDPA / WCDMA.

Por isso esse ETEN X800 me deixou balançada. Fora isso, a não ser que criem um híbrido com uma usina nuclear dentro, eu não quero mais um smartphone para "tudo", principalmente música e vídeos. Bastam dois gadgets, um smartphone versátil e uma central de diversão multimídia.

Mais fotos desse ETEN lindo, aqui. Peguem os babeiros antes.

Pesquise preços de: Windows Mobile, Qtek, iPod vídeo

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Windows Mobile às 11:28 AM | Comentários (24) | Citações

maio 17, 2007

Quando o pouco é muito


Clique para ampliar.

Para um profissional que passa boa parte de seu tempo na frente de um desktop, não existe nada melhor para sua produtividade que uma boa interface em seus softwares de trabalho. Em especial em aplicativos de escritório, que é o que os profissionais de todas áreas mais usam.

Ao mesmo tempo em que é preciso haver um equilíbrio de cores e quantidade de informações na tela, é indispensável ter acesso fácil às ferramentas. Quem migrou para o Office 2007 sofreu um pouco no começo ao ver as coisas meio "fora de lugar", mas logo compreendeu que todas as ferramentas estão dispostas de forma bem mais lógica e intuitiva. Hoje, depois alguns meses de uso, cheguei à conclusão que estou bem mais produtiva no uso do Outlook, o meu canivete-suíço do dia-a-dia. Na clínica, entre um atendimento e outro, escrevo e-mails com maior agilidade, e, ainda que esteja no telefone, estou sempre com um olho na agenda de clientes e nas tarefas prioritárias. Multitarefa total, 100% de rendimento.

Para o profissional móvel que usa PDAs ou smartphones, uma interface confortável de usar é aquela pouco poluída, com pouca informação na tela. Afinal, a tela é minúscula e o profissional não precisa de ferramentas de alto grau de complexidade. O objetivo do Office móvel - as versões portáteis do Word e Excel presentes nos Palms, Pocket PCs e Symbians - não é criar coisas complexas, mas gerenciar e modificar em trânsito um trabalho já existente. Por isso que a versão móvel do Word, por exemplo, se limita a edição de fontes, parágrafos, marcadores e formatos de arquivo - doc, txt, rtf. Sabe-se que 99% dos usuários não usam nem isso naquelas telinhas diminutas!

Definitivamente, num dispositivo móvel, menos sempre significa mais. Um computador de mão não é um PC em miniatura. É uma extensão do seu desktop de trabalho, seu braço direito quando se está longe do escritório.

Não há como negar que os smartphones são o presente e o futuro, e nunca estiveram nesse ritmo atual de ascensão. Mas se existe um momento em que sinto falta dos bons e velhos PDAs, é na hora de editar documentos do Office. Com um teclado externo, infravermelho ou bluetooth, mais um PDA com uma tela enorme e com alta resolução, a sensação que se tem é quase igual à que se tem em seu notebook. Para editar planilhas, então nem se fala. Faz falta aqueles Palms com belas telonas, como o TX e o LifeDrive, ou o Dell x50v / x51v. Confesso que é um pouco sofrido para meus olhos inserir números em pequenas células usando um smartphone QVGA. Que bom que não uso quase nada de planilhas...

Quando migrei para a plataforma Windows Mobile, passei a usar o Outlook 2002 meio que forçada. Estava habituadíssima com o Palm Desktop. O 2003 era melhorzinho, mas nada tão significativo. Foram a beleza visual, a facilidade de uso e o acesso rápido a ferramentas da versão 2007 que me fizeram adotá-lo de bom grado e em definitivo. Agora deixo aberto sempre que estou usando meu notebook. Aqui há um review com minhas impressões do aplicativo, mais detalhadamente.

Ok, ok, eu gostei bastante da nova interface do Office 2007, mas não a ponto do vídeo abaixo, que faz parte da campanha de divulgação da empresa. E mesmo que ficasse assim, não contaria aqui para vocês. Já pensou se o pessoal da TV Record fica sabendo? Huahuahua...

Pesquise preços de: Windows Vista Office 2007 Outlook 2007

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Aplicativos às 11:40 PM | Comentários (17) | Citações

maio 11, 2007

Skype no carro

Um dos motivos de eu ter largado os Palms e ido para Windows Mobile em 2004 foi esse: Skype móvel.

Normalmente, uso pelo wi-fi. Mas fico online pela rede EDGE do meu smartphone, também. Algumas vezes, dá para falar legal assim, mas é preciso contar com a sorte. Já gravei um podcast com os amigos do PapoTech por EDGE, quando estava sem luz em casa. Foi via smartphone e notebook até as baterias se esgotarem. E sabem que não ficou ruim?

A versão oficial do Skype para Windows Mobile é maravilhosa, com as mesmas funcionalidades do desktop. A novidade: essa semana saiu o beta da versão 2.2.20, corringindo alguns bugs chatos da versão anterior, como encerramento aleatório de ligações - não, não era vudu das operadoras de telefonia, era bug mesmo. A versão para processsadores menos velozes (como os Qtek 9100 e S200) foi, segundo o desenvolvedor, melhorada ainda mais. Estou baixando já!

Quem tem Symbian, pode usar o Fring, software que cito por aqui há séculos e os usuários amam. Já há até soluções para Blackberry despontando. Quem tem Palm, bem, infelizmente ainda não há um aplicativo de VoIP que seja amigável e simples de usar. Só fazendo gambiarras, intermediando com chamadas convencionais ou gastando uns trocados mesmo nas chamadas simples, de Skype para Skype. Uma pena.

Na foto acima eu estava chegando na clínica e liguei rapidamente para um amigo que está nos EUA, usando minha rede de dados da Claro, no Qtek. Que andava pisando na bola nos últimas semanas, mas pelo visto, estabilizou.

Pesquise preços de: Qtek, telefones VoIP aparelhos com Windows Mobile

postado via wi-fi

escrito por Bia Kunze em Aplicativos às 08:56 PM | Comentários (22) | Citações

abril 26, 2007

HTC: upgrade gratuito para WM6

Os felizardos donos de alguns modelos de PDAphones da HTC - Advantage, TyTN, the S620, P4350 e P3300 - poderão fazer upgrade gratuitamente de seus sistemas operacionais para o Windows Mobile 6. Os updates serão lançados até o fim deste mês, através do site da HTC. Aliás, acho até que já saíram. Dêem uma checadinha por lá... e quem fizer o upgrade, não esqueça de postar nos comentários o que achou do sistema novo, ok?

Pesquise preços de: Qtek 9100 PDAs da HP teclado wireless

postado via wi-fi

escrito por Bia Kunze em Windows Mobile às 11:10 AM | Comentários (7) | Citações

abril 19, 2007

Mini-review: Browser MiniMo, para WM5

Atendendo a diversas solicitações, resolvi testar o novo MiniMo para Windows Mobile 5.

O problema é que eu pude testá-lo por pouco tempo, pois meu Qtek começou a se comportar de maneira esquisita e o sistema foi se corrompendo à medida que o programa era aberto e fechado. Em 24 h de uso, tive que dar um hard reset.

Mas vamos às minhas conclusões.

1. O programa é enorme, e pesado, MUITO pesado. Meu Qtek conseguiu navegar e fazer as tarefas básicas, mas o coitado ficou de língua de fora. Não sei se isso acontece também com PDAphones mais robustos, o fato é que 200 MHz de 64 MB de ROM não deram pro gasto.

2. O MiniMo lembra muito um browser de desktop, é bem completinho. Ao abrir o programa, encontra-se a barra de busca do Google, de mapas, de previsão do tempo entre outras. Até RSS ele tem. Por isso mesmo, ele é bem pesado.

3. Navegação por abas é legal, muito legal. Mas com 3 abas, o desempenho do PDAphone ficou bastante comprometido. De resto, é bem fácil gerenciar as abinhas.

4. A visualização das páginas é excelente, e altamente personalizável. Você escolhe como quer visualizar as páginas. Num modo otimizado, dá para economizar tempo e dinheiro carregando o indispensável. Mas se o usuário assim dá para desejar, dá para ver as páginas no formato integral, como seria vista num browser de PC. Só que o carregamento é mais demorado, e, dependendo do tamanho da página, sua memória vai para o espaço.

Bastou navegar um pouquinho e o meu Qtek S200 (WM5) começou a se comportar de forma estranha. Além de ficar mais lento, a barra inferior sumiu e eu simplesmente não tinha mais como fazer o tecladinho virtual se recolher. Vejam a foto abaixo:

Conclusão: não o recomendo para quem quer um browser para navegação básica, em trânsito, para buscas rápidas ou pequenas consultas. Em compensação, os heavy users, geeks e nerds em geral vão gostar muito do programa, pois tem uma interface completa e recheada de funções legais. Mas atente-se que é preciso um hardware bem poderoso para que o desempenho seja satisfatório.

Como tive um problema bem sério no meu PDA, obrigando a resetá-lo, sugiro que instalem esse aplicativo com cautela, fazendo backup de todos os dados antes.

Pesquise preços de: PDAs iPAQ Qtek 9100 acessórios para Pocket PCs

postado via wi-fi

escrito por Bia Kunze em Windows Mobile Phone às 12:43 PM | Comentários (6) | Citações

abril 18, 2007

Atualizações de software e possível smartphone da Dell

Os excelentes aplicativos Pocket Informant, que turbina a agenda de contatos, compromissos, notas e tarefas no Windows Mobile, e o FlexMail, aplicativo de e-mail completíssimo, receberam atualizações essa semana, com versões para novos sistemas operacionais além do Windows Mobile PPC.

A WebIS, que desenvolve softwares de ótima qualidade, está diversificando as plataformas. Além das tradicionais versões para Pocket PCs, já há versões para Windows Mobile for Smartphones - os modelos sem tela sensível ao toque, como o MotoQ e o Samsung i321. Além desses 2 programinhas, uso também o FlexWallet, um gerenciador de senhas e dados bancários bem seguro.

Também há versões para Blackberry, e o que eu gosto mais na WebIS é que os preços são similares para todas as plataformas. Quem tem Blackberry sabe que em geral os softwares para esse sistema costumam ser bem mais caros que os de outros smartphones.

E por falar em smartphones, a notícia que a Dell deescontinuou a linha Axim nem bem esfriou e já surgem rumores que a empresa já está desenvolvendo um PDAphone. O dito cujo teria o codinome "Fly", rodaria WM6, suportaria redes 3G e estaria disponível já no final de 2007. Será que é verdade ou é só para deixar os fãs órfãos dos Axim um pouco menos tristes?

Pesquise preços de: Blackberry Samsung i321 MotoQ

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Windows Mobile às 10:05 AM | Comentários (6) | Citações

abril 16, 2007

Cara nova -completa- para Windows Mobile

Quem não gosta de, volta e meia, "trocar a cara" do seu PDA Windows Mobile com temas diferentes? Eu gosto de variar não só com temas, mas cores diferentes. Porém uma coisa que sempre me chateava é que, por mais que se trocasse o visual do sistema, aplicativos como o telefone e a calculadora mantinham sempre a mesma cara medonha dos tempos do Windows Mobile 2002.

E o resltado às vezes ficava ridículo: o phonepad azul-padrão, com as barras cor-de-rosa do meu tema favorito, definitivamente eram um atento ao bom gosto.

Até que encontrei os temas que a própria SPB oferece em seu site, os UniThemes (gratuitamente para usuários cadastrados) e vibrei: eles também alteram a cara do phonepad, da calculadora e até do Windows Media Player. Muito legal! Não há muitas opções, mas as poucas disponíveis são boas, e o mais importante, não deixam o sistema lerdo. Combinando com as cores do SPB Mobile Shell, são a solução perfeita.

Minhas favoritas são o SPB Charming Day e o SPB Black, esse último nas imagens a seguir. Enfim estou livre daquele azulão enjoativo!

E por fim, só para relembrar: deixe seu PDA bonitinho, mas cuidado com a poluição visual!

Pesquise preços de: acessórios para Pocket PCs acessórios para PDAs Dell Axim acessórios para HP iPAQ

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Windows Mobile às 10:03 AM | Comentários (9) | Citações

abril 10, 2007

Dell Axim: vale a pena comprar um PDA descontinuado?

A Dell encerrou sua linha Axim de PDAs mais ou menos do modo que a Sony encerrou seus Cliés: no auge, e deixando saudades. Apesar de não estarem mais à venda no site há um bom tempo, ele continua sendo um ótima aquisição para quem quiser entrar no mundo mobile hoje.

Mas vale a pena comprar um PDA descontinuado? Se for um excelente PDA, como os Axim, sem dúvida. O modelo mais recente, o x51 / x51v, continua bem cotado no mercado e toda semana me escreve alguém perguntando se eu sei de alguém que tenha algum à venda.

Três anos (!) depois de encerrada a linha Clié, os PDAs TH-55 e UX-50 continuam bem avaliados e procurados no mercado de usados. Avaliando friamente, ambos são superiores ao "atualizadíssimos" modelos mais recentes da Palm, como o TX ou o LifeDrive. No caso do x51v, o que dizer de um PDA com dois solts, bluetooth, wi-fi, processador de 620 MHz e tela VGA? A quem me perguntar se vale a pena a compra, continuarei dizendo que sim. Só verifique o dono, a procedência. Na compra de um PDA usado, valem os mesmos cuidados que você teria na compra de um carro usado.

Pesquise preços de: acessórios para PDAs Dell Axim acessórios para HP iPAQ PDAs Windows Mobile / Pocket PC

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em PDA às 04:41 PM | Comentários (28) | Citações

abril 02, 2007

Deepfish: os primeiros testes

Instalei e estou testando a novidade da Microsoft para Windows Mobile, o Deepfish.

Difícil dizer que o Deepfish é um browser. O que ele faz, por enquanto, é pegar o link e fazer uma "foto" da página para você. É um mero reprodutor de páginas. Os links da página não são clicáveis, e nem zoom dá para fazer. Ou seja, é completamente inútil, já que não dá para ler nada nem ir a lugar algum, apesar de ser uma reprodução perfeita de uma página de um navegador de desktop.

Bem que eu estranhei ele ser tão levinho...


Clique nas imagens para ampliá-las.

Mas claro, o Deepfish é um produto em desenvolvimento, foi recém-anunciado. Vamos acompanhar o andar do projeto. Particularmente, ele promete muito. Mas por enquanto, NetFront e Opera são as melhores opções. Já testei o MiniMo, da Mozilla, e se ele não travasse tanto, poderia deixar minhas impressões aqui também.

Pesquise preços de: acessórios para PDAs Dell Axim acessórios para HP iPAQ PDAs Windows Mobile

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Aplicativos às 03:05 PM | Comentários (14) | Citações

março 28, 2007

Mancada da HP: iPAQs não acompanharão mais Outlook

PDAs baseados em Windows Mobile costumam vir com uma versão OEM do Microsoft Outlook, para que o usuário possa sincronizar os dados de seu dispositivo móvel com o PC. Porém, segundo o site Pocket PC Addict, a partir de agora a linha iPAQ da HP não mais terá mais o software acompanhando os produtos.

É impossível usar outros aplicativos de agenda para compensar a ausência do Outlook, uma vez que o sistema de sincronismo dos Windows Mobile só funciona com o Outlook da própria Microsoft.

Algo semelhante (e polêmico) ocorre lá pelos lados da Maçã. Diversas entidades européias atacam a Apple pelo fato das músicas vendidas em sua loja iTunes só funcionarem nos tocadores portáteis da própria Apple - os iPods.

No caso do Outlook, a culpa não é da Microsoft, mas da HP. Claro, os fabricantes têm liberdade total para escolher o que acompanha ou não seus produtos, mas o que será que a Microsoft acha disso? Afinal, tal atitude sem dúvida incentivará a pirataria.

Minha opinião: não comprem mais iPAQs. Apelar para a pirataria prejudica somente o usuário, VOCÊ. O fabricante continuará vendendo e faturando com a economia das licenças, ainda por cima. Comprem os Axim da Dell e ponto final.

Pesquise preços de: acessórios para PDAs Dell Axim acessórios para HP iPAQ Microsoft Outlook

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Windows Mobile às 01:22 PM | Comentários (13) | Citações

março 02, 2007

O sucessor do TyTN e novidades da HTC

Entre as novidades com WM6 que a HTC deve lançar (ainda estamos no campo das especulações), três chamaram a atenção: o HTC Kaiser (substituto do TyTN), o HTC Elf e o HTC Gene 100.

Antes que o pessoal faça piadinhas, já vou avisando que o "baixinho" da turma é o Gene, e o não o Kaiser... :)

Todos têm 64 MB de RAM, e processador de 200 MHz, exceto o Kaiser, que terá o dobro e será o sucessor do HTC TyTN (vulgo Qtek 9600). O Gene é o único que não tem teclado. Mais detalhes nos links a seguir, lembrando que não são fontes oficiais:

HTC 4550 (HTC Kaiser)
HTC 3450 (HTC Elf)
Dopod D600 (HTC Gene 100)

Céus, eu ODEIO esse lance dos aparelhos WM terem um nome diferente em cada canto do mundo.

O Kaiser e o Elf estão previstos para junho desse ano, e o Gene, para março.

A família E-TEN também têm novos membros rodando WM6, s serem oficialmente apresentados na CeBIT, (outra) feira de tecnologia que começa no dia 15 de março. Entre os novos membros, o primeiro a funcionar em redes 3G – HSDPA/WCDMA. E os já anunciados Glofiish M700 e X500. Os três dispositivos são GSM, têm wi-fi, processador de 400 MHz, 128 MB de memória e GPS. Essa é a opção para o pessoal que reclamou da ausência de GPS nos i-Mate.

Acho GPS legal, mas não é crucial para mim. Prefiro uma tela grande, VGA, caprichada. Se der para ligar em projetores, fico mais feliz ainda. Tenho sentido falta disso durante minhas palestras e aulas, onde sou obrigada a levar o notebook. Assim, por enquanto, fico com os novos i-Mate mesmo.

E updates de sistema operacional, teremos ou não teremos nos aparelhos da HTC? O site Pocketfactory anunciou que, segundo a fabricante, os atuais modelos não receberão atualização de sistema operacional. Já o Pocket PC Thoughts contradiz essa afirmação:

"HTC and its carrier partners will have Windows Mobile 6 upgrades available for a variety of recently released devices. We will continue to work with these partners to provide additional upgrades based on market need."

Resta aos usuários aguardar algum pronuciamento oficial da fabricante taiwanesa. Não temos nada confirmado ainda.

Pesquise preços de: acessórios para PDAs Dell Axim acessórios para HP iPAQ HTC / Qteks

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Smartphone às 01:17 PM | Comentários (3) | Citações

fevereiro 28, 2007

i-Mate Ultimate

Caros fãs de Windows Mobile, estejam onde vocês estiverem, sentem. Encostem na cadeira. Lembram quando falei da nova linha Ultimate, da i-Mate?

Agora respirem fundo e cliquem nesse link. Isso, com calma. Não quero leitores usando marcapasso depois e botando a culpa em mim.

Notem que todos têm as mesmas características: processador de 520 MHz, tela VGA com saída de vídeo XGA direta, tela sensível ao toque, 3G, HSDPA, bluetooth, wi-fi b/g/e/i, USB super veloz, slot para cartão microSD, rádio FM e bateria de 1400 mAh, câmera de 2 MP e WM6 Professional. O que muda é apenas o design, presença de teclados diversos e o tamanho da tela. Por isso mesmo, é impossível que cada um de nós não se identifique com um modelo.

Eu já escolhi o que é a minha cara. E vocês?

Pesquise preços de: acessórios para Palm acessórios para Pocket PCs smartphones

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Windows Mobile às 12:55 PM | Comentários (15) | Citações

fevereiro 27, 2007

Mostra-me tua tela Today e eu direi quem és

No post em que achincalhei o Datebk5, falei que, em termos de interface, a caracterísitca mais marcante da plataforma Palm OS é a "limpeza" visual. Eu sou uma admiradora de interfaces cleans e bonitas, e a tela Today é a alma de qualquer PDA ou smartphone, não importa a plataforma. Felizmente essas telas Today são totalmente configuráveis e personalizáveis a ponto de mostrar um pouco da personalidade do dono, desde a disposição das informações, a natureza dos plug-ins, até o wallpaper.

Vejam alguns exemplos, caçados aleatoriamente no Flickr:

O mais importante é a harmonia.

Uma Today polúida e repleta de coisinhas "penduradas" imdiatamente nos remetem à imagem daquela pessoa que tem sua escrivaninha lotada de papéis e livros, além de material de escritório esparramado por toda sua superfície. Provavelmente seu desktop é um daqueles lotados de ícones na área de trabalho. Você pode até gostar, mas eu sinto arrepios. Procuro deixar na minha área de trabalho somente os atalhos das pastas e arquivos mais acessados. Ícones de arquivos, como textos e imagens, só os que estou trabalhando no momento.

O wallpaper, então, mostra muito do dono. Adolescentes em geral usam fotos de celebridades, com ou sem roupa. Nerds estampam o logotipo de seu sistema ou software favorito. Geeks "família" estampam fotos de seus rebentos. Meninas preferem tons de rosa com desenhos de personagens fofos. O problema de se usar fotos como wallpaper é que comprometem a visibilidade das informações na tela. Assim, prefiro planos de fundo mais estilizados e com cor relativamente homogênea.

Além de ser a janela do SO para o mundo, a tela Today tem como função primordial fazer com que o usuário tenha concentradas, numa tela só, as informações mais cruciais de gerenciamento de sua vida pessoal, além do status do seu aparelho em termos de bateria, sinal de celular etc. Tais informações devem estar ordenadas de uma forma limpa, que possibilitem que uma olhadela rápida deixe o dono a par de tudo em dois segundos.

Vale lembrar que plug-ins muito pesados comprometem o desempenho do sistema, deixando o aparelho mais lerdo. Será que você realmente precisa da previsão do tempo dos próximos 5 dias na sua tela Today? Ou de um slideshow dos seus 345.698.093 feeds RSS? Ou da quantidade de espaço existente e restante em todos os tipos de memória do seu PDA, built-in, de programas, SD e CF? Ou de quantos contatos estão online no momento em seu instant messenger?

Um ou outro desses plug-ins até pode ter um grau de importância alto em sua rotina, dependendo de suas atividades profissionais... mas *todos*, com certeza não! Pense nisso, use o bom senso e ganhe uma interface mais bonita e um aparelho mais rápido, com menos travamentos!

Pesquise preços de: acessórios para PDAs Dell Axim smartphones Blackberry

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Aplicativos às 03:22 PM | Comentários (29) | Citações

fevereiro 23, 2007

O que o Windows Mobile 6 tem de bom e ruim

Analisei as novidades do novíssimo sistema operacional Windows Mobile 6 e separei em tópicos o que gostei e o que não gostei.

Antes de mais nada, é preciso esclarecer que há 3 tipos de 3 sistemas, para 3 hardwares diferentes. A plataforma Windows Mobile que chamávamos "Pocket PC Phone Edition", ou seja, os Pocket PCs com celular junto e tela sensível ao toque (por exemplo, meu Qtek S200) se chamará Professional. O sistema que chamávamos de Windows Mobile for Smartphones, ou seja, o dos modelos que não têm tela sensível ao toque (por exemplo, o MotoQ), se chamará Standard. E por fim, o sistema dos Pocket PCs tradicionais, sem função de telefone embutida (por exemplo, o Dell x51v), se chamará Classic.

A tabela abaixo ajuda bastante a compreender as diferenças técnicas entre essas sub-plataformas do Windows Mobile 6:


Fonte: Jason Langridge

O que eu gostei

- A novidade mais legal é incursão de gerenciamento de wi-fi na versão Standard. Isso significa que teremos aparelhos desse sistema com a tecnologia embutida, o que é algo muito bem vindo, sempre.
- Visual "a la Vista" e com integração com o Device Center, o substituto do ActiveSync no Windows Vista
- Suporte completo a HTML. Item polêmico. Eu odeio HTML, ainda mais em dispositivos móveis, mas assumo que é um avanço bom para muita gente
- Windows Live para Windows Mobile, com direito a barra de buscas na tela Today
- Transferência de arquivos via Windows Live Messenger
- Novas versões do Word, Excel, e PowerPoint, com edição mais avançada
- Histórico de chamadas dentro dos detalhes dos contatos (isso é muito legal, já faço usando o Pocket Informant)
- Novas versões do .NET Compact Framework e do SQL Server, já nativos no sistema
- Função de gerenciamento remoto, ou "desktop remote". Muita gente vai gostar.
- Gerenciador de GPS externo, já nativo no sistema. Oba!

O que não gostei

- O Pocket Internet Explorer recebeu algumas melhoras, mas no geral continua exigindo que o usuário instale o NetFront ou Opera se quiser uma navegação aprimorada...
- Windows Update. Ou seja, atualizações de sistema automáticas e no próprio dispositivo. Não sei porque, mas isso me dá medo.
- Muitas melhorias no suporte a multi-idiomas, mas focada mais nos asiáticos. Nada de novo para melhorar o sistema em Português, como sempre, à margem de atualizações.
- Pegando carona no Vista, mais uma vez, um catatau de melhorias de segurança e proteção de direitos de conteúdo. Aquelas coisinhas típicas que só incomodam os que usam software legal. Como sempre. Usuários do Vista reclamam da lerdeza e dos lags do WMP 11, que afetou também quem sincroniza seu conteúdo de mídia com o Windows Mobile. E não é só para itens com DRM, não! Mesmo áudio e vídeo livres rodam por trás tanta coisa ligada a gerenciamento de conteúdo que o desempenho geral acaba comprometido. Pelo que andei lendo em fóruns web afora, o sincronismo de mídia entre Vista com o WM6 é pra testar os nervos de monge budista.
- Calculadora, área de escrita, e tela Today continuam HORROROSAMENTE iguais desde o WM 2003. Será que ninguém (além do pessoal que desenvolveu o SPB Mobile Shell) se tocou disso?

Trocando em miúdos, nada de novidades realmente importantes ou revolucionárias. Quem sabe os aparelhos sim, estes melhorem? Eu, particularmente, quero devices mais poderosos, com maior autonomia de bateria, em modelos mais leves e finos...

Aqui um review completo do WM6, quando ainda estava em testes sob a alcunha de "Crossbow". E a página da Microsoft sobre o novo sistema, aqui. E por fim, falei no post anterior sobre upgrades e alguns modelos novos de PDAphones com WM6.

Pesquise preços de: Windows Vista Microsoft Office 2007 Qteks com Windows Mobile

postado via wi-fi

escrito por Bia Kunze em Windows Mobile às 06:37 PM | Comentários (18) | Citações

Aparelhos com Windows Mobile 6

Por enquanto, os dois aparelhos que recebrão atualização de sistema operacional são o Palm Treo 750 (Windows Mobile Professional) e o T-Mobile Dash (Windows Mobile Standard), ambos ainda indisponíveis no Brasil via operadoras. Mas entre os tech-maníacos a expectativa é grande em cima de novos aparelhos. Espera-se, com o novo OS, melhor aproveitamento de processador, memória e bateria, em aparelhos mais leves e finos.

Até o momento, o aparelho mais bem avaliado por usuários do WM5 é o HTC TyTN, ou Qtek 9600, que recém-chegou aos EUA como exclusividade da Cingular, com a alcunha de "Cingular 8525", por 400 dólares e contrato de 2 anos. Ugh! Eu fiz um review dele há algum tempo, no Podsemfio n.20. Quem quer um desbloqueado deve checar os modelos vendidos na Europa.

O que ele tem de tão especial? O 3G, claro, que cresce cada vez mais na Europa e nos EUA e é a alegria dos fãs de mobilidade, a ponto de muitos dispensarem uma conexão fixa no escritório ou até em casa. Dependendo dos hábitos do usuário, claro, pois conexão banda larga em casa, na Europa, é muito barato se compararmos com os preços do Brasil.

Mas o HTC TyTN (ou Qtek 9600, ou Cingular 8285, como preferirem) tem alguns defeitos que, para mim, são suficientes para descartá-lo como meu equipamento de escolha. O mais sério é o tamanho: ele é muito espesso e pesado. Andar por aí com ele no bolso do meu jaleco, por exemplo, íncomoda. Mas claro, continua sendo um PDAphone muito eficiente, ainda mais para quem quer usar e abusar de conectividade - tem wi-fi, EDGE e 3G. É completo. O segundo mais sério é a autonomia de bateria. Quem passa o dia na rua invariavelmente precisa carregar na bolsa um cabo ou bateria extras, ainda mais considerando que muitos amigos meus que usam esse modelo se renderam ao plano de dados ilimitado, passando o dia todo online.

A i-Mate anunciou o lançamento de cinco novos dispositivos high-end, ou topo de linha, com o novo WM6. A linha foi batizada de Ultimate: 5150, 6150, 7150, 9150 e 8150. O que varia é o formato, tem modelo slider, barra, concha, com teclado, sem teclado... Todos os modelos são GSM quadriband GSM/EDGE e triband UMTS/HSDPA, terão memória de 256MB, display VGA (isso mesmo, VGA!), 3G e Bluetooth 2.0, rádio FM, GPS. E o design deles é ARREBATADOR, como dá para notar na foto ao lado.

Mas quem chamou minha atenção mesmo foi o HTC Gene. Sem teclado para deixá-lo gordo, tela generosa, e corpo enxuto para usá-lo tranquilamente como um celular, no bolso da calça, da camisa ou num cantinho da bolsa. Lembra muito o meu S200, que hoje considero ter atingido o "nirvana" na questão tamanho. Ao contrário do TyTN, não é nem grande demais dificultando a portabilidade, nem pequeno demais comprometendo visibilidade de tela. Mas acho que poderia ter um processadorzinho melhor e mais memória, não?

Bem, isso é só o começo, muito mais aparecerá por aí. Vamos ficar de olho! E vocês, o que gostariam de ver hoje em termos de hardware?

No próximo post vou detalhar o Windows Mobile 6 e falar o que gostei e o que não gostei nele.

Pesquise preços de: Qtek 9100 acessórios para Palm acessórios para Pocket PCs

postado via wi-fi

escrito por Bia Kunze em Smartphone às 06:20 PM | Comentários (5) | Citações

fevereiro 14, 2007

Cara nova para a tela Today

Se tem uma coisa que não muda no Windows Mobile, desde os primórdios do sistema, é a tela Today. Agora o Windows Mobile 6 apareceu e a tela Today é a mesma de sempre. Não está na hora dela ganhar um visual mais moderninho? Pois bem, vejam como ficou a minha com o SPB Mobile Shell.

O programa simplesmente faz uma "revolução" na interface do WM5, simplificando (e muito) e experiência do usuário com o sistema e ao acesso rápido às suas principais informações. A tela Today e a interface padrão são mantidas. Além de tudo, a aparência fica muito mais clean, bonita e moderna. E o sistema ganha, fica com a tela "Agora", além da tela "Today".

A tela Today ganha abas para acesso rápido à informações cruciais do dia-a-dia, como bateria, últimos programas acessados, photo dialer, previsão do tempo, entre outras opções - todas configuráveis pelo usuário. A tela "Agora" deixa o PDAphone com cara de celular e quebra o maior galhão para aquelas consultas que você só quer "bater o olho" rapidinho: nível de bateria, nível de sinal da rede, novos sms, novos emails, chamadas não atendidas, clima na sua região, o próximo compromisso agendado e um baita relógio.

Eu amei o programa, com certeza irei registrá-lo ao fim dos 15 dias de testes. Embora haja algumas queixas de lentidão por parte de alguns usuários no fórum da SPB, eu não notei grande diferença. Acho que isso é crucial para mantê-lo instalado ou não em seu aparelho.

O SPB Mobile Shell está com desconto promocional de lançamento, para membros do fórum Pocket PC Addict. Detalhes aqui.

Pesquisar preços de: acessórios para Pocket PCs acessórios para PDAs Dell Axim smartphones

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Windows Mobile às 04:28 PM | Comentários (14) | Citações

janeiro 18, 2007

Esse será o Crossbow?

Está rodando por aí uma ROM do futuro Windows Mobile, a 6ª versão, de codinome Crossbow.

Essa ROM que "vazou" é para o HTC Universal (previamente chamado Qtek 9000); muita gente resolveu baixar e experimentar mesmo sabendo que é uma versão bem crua ainda.

Detalhes da ROM: WM6PreRelease.rar (54177kb) Build date 1/12/2006 (15341.4.2.0) Rom 2.00.02.pv / External Rom 2.02 PDAVIET

A seguir, uma foto de um HTC Universal com a tela Today do Crossbow. Notem o novo ícone "Internet Calling"...

Mais detalhes e dezenas de screenshots, no Smartmania. E aqui um vídeo demonstrando o novo sistema. Vale mais a pena o início, um passeio entre as configurações e seções. Depois vem uma chatice sem fim, o demonstrador inventou de mostrar um a um os sons do sistema. Fala sério...

Olhando com calma os screenshots, há poucas mudanças significativas no WM6, a maioria de cunho estético. Hoje o Windows Mobile 5 me serve muitíssimo bem, mas há algumas mudanças que precisariam ser feitas com urgência. Primeiro, um task manager nativo, para não nos obrigar a instalar o Magic Button. Mas ao que tudo indica, darão ao menos a opção do botão "X" fechar os programas e não apenas minimizar - já é um progresso. Segundo, um melhor suporte ao Office Mobile, pois os documentos e planilhas ainda perdem muita formatação nos sucessivos sincronismos. E terceiro, um Messaging mais esperto, que gerencie direito pastas IMAP, inclusive sincronizando status de mensagens - respondidas, encaminhadas ou flagged.

E você? O que gostaria de ver numa futura versão do Windows Mobile?

Pesquise preços de: PDAs acessórios para Pocket PCs Qteks

postado via wi-fi

escrito por Bia Kunze em Windows Mobile às 11:23 PM | Comentários (8) | Citações

janeiro 05, 2007

Novidades em softwares

Que tal turbinar seu PDA nesse início de 2007 com novidades?

* Agendus Beta para Pocket PC - o mais popular gerenciador de PIM para Palm OS agora tem um beta para Windows Mobile. Baixei-o há alguns dias e instalei no meu Qtek. O que posso dizer, até agora, é que a interface é bem parecida com a da versão Palm, mas com aquele toquezinho "Outlook". Comparado ao Pocket Informant, achei os ícones nativos mais bonitinhos. Os do PI não são grande coisa, tanto que adquiri um pacote de ícones para ele à parte. Os ícones são muito úteis na visão mensal, que eu uso muito: basta uma olhada rápida para saber que dia tenho consulta médica, ou uma viagem, por exemplo. O Agendus para WM vem com alguns adicionais interessantes, iguais aos da versão Palm, como os quotes do dia e a previsão do tempo. Para quem gosta, é uma boa. Mas há alguns poréns: infelizmente, o Agendus é mais pesado e lento que o Pocket Informant. Também não gostei do modo Today, poluído demais, e das fontes, que não combinam com as do Windows Mobile. Outro defeito: as fotos dos contatos não sincronizam com o Outlook do desktop. Mas por se tratar de um beta, temos que dar uma segunda chance. Com certeza vale o download para testes! Baixe aqui as versões PPC e Symbian (sim, existe para Symbian também!)

* GoogHelper para Windows Mobile e Windows Mobile for Smartphones - É uma daquelas aplicações extremamente simples, mas que quebram o maior galhão. Só achei uma pena não ser possível customizar os sites de busca de acordo com seu gosto e hábitos. Mais detalhes, aqui. Uma solução mais simples, e gratuita, é o SearchToday, já citado aqui no blog.

* Chatter Email para Palm OS - Você precisa de um aplicativo de e-mail mais focado em uso corporativo? Deixe seu Treo com uma pinta de Blackberry com o Chatter Email. O programa permite acesso IMAP ou Microsoft Exchange via tecnologia push sem complexidade. Acesse o site do desenvolvedor e conheça melhor o produto, aqui. Como todo software que é focado em executivos móveis, o preço é salgadinho: U$ 40 a versão básica e U$ 60 a versão completa. Uia...

* DialByPhoto para Palm OS - Lembram quando falei do plug-in para discagem via foto, presente no Treo 700w? Pois bem, agora os Treos Palm OS também podem ter a mesma coisa através desse aplicativo. E vamos combinar: a interface é LINDA. Vale a pena experimentar ao menos a versão demo, aqui.

Estou testando muitas outras novidades em softwares, e postarei aqui no blog aos poucos.

Pesquise preços de: PDAs acessórios para Palm acessórios para Pocket PCs

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Aplicativos às 04:07 PM | Citações

dezembro 29, 2006

Update para Dell Axim

Atenção usuários de PDAs Axim da Dell... saiu update para o sistema operacional do x50 e do x50v, prometendo corrigir diversos bugs que vinham irritando os usuários desde a disponibilização do WM5 para eles.

Quando saiu o WM5 para os Dells, pude acompanhar o resultado do upgrade num x50v. Leia aqui o review. Foi decepcionante: bugs, instabilidade, travamentos e muita, mas muita lentidão. Muita gente acabou optando pelo downgrade para o sistema operacional antigo.

Mas agora, com a ROM do WM5 melhorada, pode ser o momento dos Aximzeiros darem uma segunda chance ao sistema novo. Segundo os desenvolvedores, eis as melhorias aplicadas nessa atualização:

1. OS 5.1.195 (Build 14957.2.3.1)
2. Wireless roaming enhancement.
3. Improve CF memory card sometimes disappear.
4. CF modem driver improvement.
5. Microphone recording enhancement
6. ActiveSync connection improvement.

Mas atenção: o update só é válido para quem tem sistema operacional em inglês. E essa dica vale para quem tem qualquer modelo de PDA: muita gente me escreve falando da questão do idioma dos PDAs, e eu sempre recomendo que optem pelo inglês, na medida do possível. Muitas ROMs em outros idiomas jamais recebem qualquer tipo de atualização. Só recomendo em português se o usuário for 100% analfabeto no idioma, com dificuldades reais de uso.

Outra coisa: o upgrade só vale para quem já tem o WM5 no x50/x50v. Se o seu ainda tem o WM2003SE, faça primeiro o upgrade para a primeira ROM do WM5. Depois, atualize-o novamente com essa nova ROM.

Faça o download seguindo os links a seguir:

- Dell Axim X50 QVGA LE System Update for Windows Mobile Version 5.0
- Dell Axim X50 QVGA ME System Update for Windows Mobile Version 5.0
- Dell Axim X50v VGA System Update for Windows Mobile Version 5.0

Aguardo o feedback dos leitores usuários do x50/x50v. Espero que a melhora no desempenho seja substancial. O pessoal do fórum do Aximsite parece satisfeito.

Pesquise preços de: Dell Pocket PCs Acessórios para PDAs Dell Axim

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em PDA às 12:45 PM | Comentários (7) | Citações

dezembro 04, 2006

Picture dialer: útil ou inútil?

Usuários de smartphones como o Treo 700w acham que uma das características mais bacanas do aparelho é a função Picture Dialer. Na tela Today (imagem ao lado), são listadas as pessoas da sua lista de contatos através da imagem, e não do nome. Basta rolar a tela por entre as fotinhos e clicar na imagem na pessoa, que o aparelho fará a discagem imediatamente.

Há controvérsias na utilidade dessa função. Muitos usuários alegam que é mera perfumaria, e pior, mantê-la ativa na tela Today consome preciosos MB na ROM do já "desmemoriado" Treo 700w.

O Picture Dialer não precisa ser uma exclusividade do Treo 700w. Fuçando um pouco pela web, pode-se encontrar aplicativos de terceiros que adicionam um plug-in na tela Today de qualquer Windows Mobile. O aplicativo Photo Dialer diz que a integração com a tela Today é ágil, e ainda permite integração das imagens com o Outlook do PC, inclusive via sincronismo.

A lista de contatos a serem acionados pela foto é personalizável. Assim, você poupa memória e usa a função apenas para discagem dos seus contatos mais usados. Há versões tanto para Windows Mobile para PDAphones como smartphones.

Afinal, o aplicativo é útil ou inútil? Bem, eu até que acho uma boa. Nos momentos de extrema solidão ou alto teor alcoólico no sangue, você evita telefonar para aquele tribufu que vive atrás de você dando mole. Acionar sua lista de contatos apenas pelo nome ao invés da imagem não faz você pensar duas vezes antes de cometer um erro desses...

Pesquise preços de: PDAs smartphones

postado via wi-fi

escrito por Bia Kunze em Windows Mobile Phone às 12:06 PM | Comentários (6) | Citações

novembro 20, 2006

Leitor de RSS gratuito para Windows Mobile

Se você tem um PDA ou smartphone com Windows Mobile, deseja um agregador de feeds poderoso mas gratuito, a dica é o Hubdog. Disponível nas versões Windows Mobile (para PDAs e PDAphones com tela sensível ao toque) e Windows Mobile for smartphones (para aparelhos sem touchscreen, como o Moto Q), ele é bem completo, embora às vezes a interface pareça um pouco confusa. Ele até suporta e executa podcasts!

Clique nos links para saber mais sobre leitores de RSS para Symbian ou Palm.

postado via wi-fi

escrito por Bia Kunze em Aplicativos às 12:26 PM | Comentários (4) | Citações

novembro 14, 2006

Tutoriais de conexão: PDA + celular

Quase todo dia recebo e-mails de gente perguntando como conectar Palm ou Pocket PC a um celular GSM para navegar na web. Esqueçam fios e cabos. Palms, Pockets e celulares com infravermelho e bluetooth hoje são abundantes no mercado. E navegar na web com seu Palm é mais simples do que parece, basta seguir algumas orientações simples.

Em primeiro lugar, a cobrança dos dados por GPRS é por volume de dados, e não por tempo de conexão. Assim, evite html em emails, se esse for seu uso principal. Baixe apenas os headers (assunto) das mensagens, e só baixe as mensagens completas que interessarem, depois. E não precisa de provedor, é tudo feito via APN da sua operadora - TIM, Claro, Oi ou Brasil Telecom.

Os tutoriais a seguir não são exatamente uma novidade no mundo da mobilidade, mas resolvi postar tudo aqui a fim de facilitar a vida dos usuários... e a minha também, já que o volume de pessoas que me escrevem a respeito é enorme.

CONECTANDO SEU PALM AO SEU CELULAR GSM

Palms com infravermelho: todos
Palms com bluetooth: Tungstens T, T2, T3, Zire 72, Tungsten E2, Tungsten T5, LifeDrive e TX.

1º Passo - Configurando o celular

Para configurar seu celular, você precisa primeiro obter os dados que serão inseridos no aparelho. Normalmente os aparelhos das operadoras já contém esses dados, mas caso você tenha um aparelho importado ou um chip de uma segunda operadora, deverá configurar manualmente. As configurações a seguir valem para o modelo Sony Ericsson T68i, mas basta você adaptá-las ao menu do seu aparelho, caso não seja Sony Ericsson.

A seguir:

Menu (ou Joystick p/ um dos lados, Direita ou Esquerda)
8 (Conectar)
7 (Comunic. Dados)
1 (Contas Dados)
Incluir Conta?) - "Yes"
Tipo de Conta) - "Dados GSM"
Abrirá uma janela chamada de "Nova Conta ? Nome:" onde você poderá digitar qualquer nome, mas é recomendável usar o nome do provedor, por exemplo, TIM CONNECT FAST, CLARO DADOS ou OI DADOS e clicar em "OK".

Os dados a ser inseridos são:
APN: tim.br ou claro.com.br ou oi.com.br
Identificação do usuário: tim ou claro ou oi
Senha: tim ou claro ou oi
Solicitação de senha desativado
Permitir chamada: automático para TIM. Para Oi e Claro, somente GPRS.
Endereço IP e DNS, deixar em branco
Em configurações avançadas: autenticação nenhuma, compactação de dados desativada, compactação de título desativada. Em qualidade de serviço, você encontrará os subitens: precedência, atraso, confiabilidade, taxa máxima e taxa média. Todos devem estar "subscrito".
Dados inseridos, volte ao menu de conta de dados e verifique se está lá. Selecione a conta que você criou. Ali aparecerá o número CID. Guarde-o, pois será importante na hora de configurar seu Palm.

A título de curiosidade, essas são as contas e perfis padrões da TIM:

Conta TIM CONNECT FAST
Vá em Conectar -> Comunic Dados -> Contas Dados -> Incluir Conta
Selecione Dados GPRS
Nome: TIM CONNECT FAST
APN: tim.br
Identif Usuário: tim
Senha: tim
Gravar
Esta conta deverá ser CID=1

Conta TIM WAP
Vá em Conectar -> Comunic Dados -> Contas Dados -> Incluir Conta
Selecione Dados GSM
Nome: TIM WAP
Número do telefone: *600
Identif Usuário: wap@tim
Senha: tim
Gravar
Vá em Avançada
Taxa de dados -> 14400
Tipo de discagem -> ISDN

Conta TIM WAP FAST
Vá em Conectar -> Comunic Dados -> Contas Dados -> Incluir Conta
Selecione Dados GPRS
Nome: TIM WAP FAST
APN: wap.tim.br
Identif Usuário: tim
Senha: tim
Gravar
Editar -> Avançado
Autenticação -> Normal

Conta TIM MMS
Vá em Conectar -> Comunic Dados -> Contas Dados -> Incluir Conta
Selecione Dados GPRS
Nome: TIM MMS
APN: mms.tim.br
Identif Usuário: tim
Senha: tim
Gravar
Editar -> Avançado
Autenticação -> Normal

Perfil TIM WAP FAST
Vá em Serviços WAP -> Config. WAP
Selecione um Perfil (Profile) e vá em Renomear
Renomeie para TIM WAP FAST
Mudar Homepage
Título: TIM WAP FAST
Endereço: http://wap.timbrasil.com.br
Gravar
Editar
Avançadas
Gateway -> Configuração de IP -> Conectar Usando -> Conta TIM WAP FAST
Endereço IP -> 200.244.116.65
Tempo de resposta -> 90

Perfil TIM WAP
Vá em Serviços WAP -> Config. WAP
Selecione um Perfil (Profile) e vá em Renomear
Renomeie para TIM WAP
Mudar Homepage
Título: TIM WAP
Endereço: http://wap.timbrasil.com.br
Gravar
Editar
Avançadas
Gateway -> Configuração de IP -> Conectar Usando -> Conta TIM WAP
Endereço IP -> 200.244.116.65
Tempo de resposta -> 90

Perfil TIM MMS
Vá em Serviços WAP -> Config. WAP
Selecione um Perfil (Profile) e vá em Renomear
Renomeie para TIM WAP MMS
Mudar Homepage
Título: TIM WAP MMS
Endereço: http://mms.tim.br/servlets/mms
Gravar
Editar
Avançadas
Gateway -> Configuração de IP -> Conectar Usando -> Conta TIM WAP MMS
Endereço IP -> 200.179.066.242
Tempo de resposta -> 90

Conta de MMS
Vá no menu Mensagens -> MMS -> Opções -> Servidor msg
Endereço do servidor: http://mms.tim.br/servlets/mms
Vá até Perfil WAP -> Selecione TIM WAP MMS

2º Passo - Configurando seu Palm

Se o seu Palm tiver o sistema operacional Palm OS 5 e tiver o Phone Link (Link de telefone instalado), basta clicar sobre ele. É uma espécie de assistente que fará a configuração para você automaticamente. Caso não o tenha, ou no Phone Link não conste sua operadora (carrier), como é atualmente o caso da Claro, você deverá inserir manualmente os dados.

Vá em Prefs e selecione Network.

Service: o nome de sua conexão. Pode ser TIM BR GPRS, CLARO DADOS GPRS ou OI DADOS GPRS.

Identificação do usuário: tim ou claro ou oi

Senha: tim ou claro ou oi

Connection: você deverá editar conforme seu aparelho celular e o tipo de conexão que queira. Pode ser por infravermelho, bluetooth ou cabo. Se for bluetooth, você deverá antes em connection e editar. Em Prefs, Connection, crie um nome para sua conexão. Connect to: Local Network, Via Bluetooth. Na hora de colocar o Device, deixe seu celular com o bluetooth ativado no palm e celular para que eles possam "encontrar" um ao outro e estabelecer a conexão, tornando-se "paired devices". Ou seja, um sempre reconhcerá automaticamente o outro tão logo a conexão seja solicitada.

No caso de configurada uma LAN, não é necessário colocar o número do telefone. Mas caso esse seja solicitado, coloque *99***1#

Importante: nesse caso, o "1" corresponde ao número CID da conexão de dados no seu aparelho celular. Portanto, se no seu celular o CID da respectiva conta seja outro, é esse o número que deverá estar ali.

Em "Details..." o tipo de conexão deve constar como PPP, timeout nunca. As caixas de DNS e IP devem estar marcadas.

Em script, não é necessário colocar números. Seu Palm o fará automaticamente, se for necessário.

Pronto. Agora, todas vez que quiser conectar-se, basta ir a Prefs Network, ou no Link de telefone, e clicar em "connect". No Tungsten T3, use a barra de atalho do bluetooth. É mais prático.

Celulares Siemens GSM

Tendo lido a primeira parte do tutorial Conectando seu Palm a seu celular GSM, é preciso saber que para celulares Siemens há alguns detalhes sutis na configuração.

*No Palm:

Crie uma conexao) - SYSTEM - > CONNECTION
Nome: LAN S55 BT
Connect to: Local Network
Via: Bluetooth
Device: S55 (nome que ficará visível para bluetooth)

[details]
Speed: 115.200 bps
Flow Ctrl: Automatic

Crie um servico de rede) - SYSTEM -> NETWORK
Service: TIM BR GPRS
User Name: tim
Password: tim
Connection: LAN S55 BT

[details]
Connection type: PPP
Idle Timeout: 3 minutes
Query DNS: marcado
IP Address: marcado; automatic

Script:
GPRS4:
GPRS1:
GPRS2:
GPRS3:
GPRS5:
GPRS5:
Wait FOR:
Delay:0
GPRS8:
GPRS9:
Delay:0
End:

*No celular:

Ativar GPRS
MENU>9>6>1GPRS (marcado)

Ativar Bluetooth:
Menu>9>6>4 Bluetooth (marcado)

Conexão:
menu->configurar (9)->conetividade(6)->servico dados(5)-> MMS, Wap
(1a posição) TIM Connect Fast
Ajustes CSD
- Num Acesso: *600
- Tipo chamada: ISDN
- Login: wap@tim
- senha: tim

GPRS settings (marcado)
Dados de GPRS:
- APN: tim.br
- Login: tim
- senha: tim

O tutorial acima foi testado num celular Siemens S55. Agradeço ao Filipe Pagani pela colaboração.

TUTORIAL PARA MODELOS DE PALMS MAIS ANTIGOS (Palm OS 3 e 4)

Engana-se quem acha que somente Palms de última geração, com recursos poderosos, podem navegar na internet, baixar e-mails e usar comunicadores instantâneos. Em tese qualquer palm com infravermelho pode rodar esses aplicativos, contanto que haja memória suficiente para eles e que o soft em questão atenda aos requisitos básicos de sistema operacional.
Alguns modelos de Palm que se incluem nessa categoria são o m515, m505, c505, m130, m100, m105, Vx, V, IIIxe, IIIc, IIIe, além de modelos Sony Clié como NR70, NR70V, N760, T665, T615, entre outros.

Até mesmo os modelos atuais mais espartanos, como o Zire, Zire 21 e Zire 31 podem conectar-se à internet num celular GSM infravermelho. A relação de alguns modelos de celulares com infravermelho você encontra na parte II deste tutorial. Se o seu celular não tem infravermelho, pode tantar procurar um cabo de conexão compatível. É uma tarefa penosa devido ao grande número de PDAs e celulares existentes no mercado. Mas você pode achar em sites como o The Supply Net.

*No celular:

De acordo com sua operadora e seu serviço de dados, selecione a conta TIM CONNECT FAST, CLARO DADOS ou OI DADOS. Ali aparecerá o número CID. Guarde-o, pois será importante na hora de configurar seu Palm.
Por exemplo: CID=1

*No Palm:

Vá em Prefs e selecione Network.
Service: o nome de sua conexão. Pode ser TIM BR GPRS, CLARO DADOS GPRS ou OI DADOS GPRS.
Identificação do usuário: tim ou claro ou oi
Senha: tim ou claro ou oi
Connection: você deverá editar conforme seu aparelho celular e o tipo de conexão que queira. Selecione infravermelho ou cabo, caso você o tenha. No local onde vai o número de telefone, coloque *99***1# sendo que 1 corresponde ao número CID da conta de dados do seu celular, usada como exemplo. Portanto, se no seu celular o CID da respectiva conta seja outro, é esse o número que deverá estar ali.
Em "Details..." o tipo de conexão deve constar como PPP.
As caixas de DNS e IP devem estar marcadas.
Em script, não é necessário colocar números. Seu Palm o fará automaticamente, se for necessário. E pronto.
Agora, todas vez que quiser conectar-se, basta ir a Prefs -> Network e clicar em "connect".

O tutorial acima foi testado num Palm m505 e num Palm Zire, usando-se o Eudora Internet Suite para navegar e baixar e-mails.

CONECTANDO SEU CELULAR GSM AO POCKET PC VIA BLUETOOTH

Aqui usamos o Windows Mobile 2003 SE, mas no WM5 não é muito diferente:

1. No menu "Start"/"Iniciar", toque em "Settings"/"Configurações".

2. Vá até a aba "Connections"/"Conexões" e toque no ícone "Bluetooth".

3. Toque no link "Bluetooth Manager"/"Gerenciador Bluetooth", na parte inferior da tela.

4. No rodapé da tela, toque em "New"/"Novo" | "Connect!"/"Conectar".

5. Escolha a opção "Connect to the Internet"/"Conectar-se à Internet" e toque em "Next"/"Avançar".

6. Na tela seguinte, escolha a opção "Connect via a dial-up device such as a cellular phone or a shared modem
connected to a computer"/"Conectar-se via dispositivo dial-up como telefone celular ou modem compartilhado conectado a computador". Toque em "Next"/"Avançar".

7. Prepare o seu celular para aceitar pareamento por Bluetooth e, no PocketPC, toque sobre o quadro _"Device: "/"Dispositivo: "_, para que se inicie o pareamento.

8. Se o celular em questão já tiver sido anteriormente pareado com o PocketPC, ele aparecerá na lista da tela seguinte e bastará tocar sobre o seu ícone. Se for a primeira vez, você deverá aguardar até que o ícone do celular apareça e surjam, em ambos dispositivos, as telas de autenticação.

9. Finalizado o pareamento, deve aparecer a seguinte tela, onde bastará tocar em "Finish"/"Finalizar" | Abre-se a tela do passo 10.

10. Agora vamos criar a conexão a ser discada: toque duas vezes em "New Connection"/"Nova Conexão", batize-a como desejar (TIM GPRS, por exemplo) no campo "Connection Name"/"Nome da Conexão". Deixe em branco os campos "Country Code"/"Código de País" e "Área Code"/"Código de Área". No campo "Phone Number"/"Número do telefone" coloque: *99***n#, onde "n" será o dígito de 0 a 9 conforme o ID de conexão GPRS (CID) que estiver configurado no seu telefone.

11. Toque em OK no canto superior direito da tela e automaticamente o PocketPC tentará conectar-se ao GPRS pela primeira vez. Se houver sucesso, ele retornará à tela do passo 4 e o ícone de atalho da conexão Dial-up com o celular estará verde, ativado. E pronto, você já pode navegar, baixar e-mails, usar o Messenger, etc.

Pesquise preços de: Palms com bluetooth celulares com bluetooth Pocket PCs com bluetooth

escrito por Bia Kunze em Palm OS às 12:09 PM | Comentários (94) | Citações

novembro 10, 2006

O dilema dos bancos de dados do Palm

O StyleTap é um aplicativo que permite rodar programas Palm OS num Pocket PC. Se você migrou para o "lado negro" e tem saudades de algum programa do "lado cor-de-rosa da força", o StyleTap pode solucionar seu problema!

Eu amava o SmartList To Go, acho que é o único programa para Palm OS que ainda tenho saudades. Eu disponibilizo no site Odontopalm os TinyBytes que usava para gerenciamento de pacientes. Em termos de banco de dados, ainda não achei um para Pocket PC que me adaptasse, embora tenhamos muitas opções de escolha, como o completíssimo SprintDB. O SprintDB é excelente, eu é que sou enjoada. Acho a interface poluída demais. No fim, perdi as contas de quantos testei...

Experimentei o StyleTap, mas especificamente para o caso dos bancos de dados, que são a ferramenta chave da minha profissão, prefiro algo nativo para PPC mesmo, com bom suporte a desktop e sincronismo perfeito.

Acho que vou dar uma chance ao HandBase, que já conhecia na versão Palm, mas agora existe também para Windows Mobile. O que me chamou MUITO a atenção foi o fato dos mesmos bancos de dados serem compatíveis em Palms e Pocket PCs. Tenho dezenas de bancos de dados em Palm e nunca tive ânimo de mudar - acreditam que eu continuei usando um Zire 21 até hoje só por isso?

Prometo falar em breve só sobre programas de bancos de dados para Palm e Windows Mobile. Não sei se existe para Symbian... vou pesquisar.

UPDATE: Estou testando (e amando) o HanDBase. Detalhes, aqui.

postado via wi-fi

escrito por Bia Kunze em Windows Mobile às 01:53 PM | Comentários (6) | Citações

novembro 08, 2006

Torrents no Windows Mobile

Essa novidade vai derrubar o queixo de muita gente: foi lançado um aplicativo para Windows Mobile que baixa, sobe e gerencia torrents, o wmTorrent.

E aí você vai se perguntar: que cargas d'água vou fazer com um gerenciador de torrents no meu Pocket PC? Bem, a notícia vale mais como curiosidade, já que internet móvel aqui no Brasil ainda é cara e lerda. Mas vale lembrar que na Ásia, boa parte da Europa e EUA a 3ª geração de telefonia móvel já chegou, puxou um banquinho e tomou conta dos ânimos de boa parte dos entusiastas da mobilidade. Na Ásia já existe acesso a redes com velocidade superior à maior velocidade de banda larga que se têm disponível no Brasil.

Aplicativos como o wmTorrent são um termômetro. Mostram as perspectivas de uso da mobilidade no futuro.

Estamos engatinhando, mas o futuro é promissor. Planos de dados proliferam nas operadoras móveis, e a Vivo baixou seus preços a fim de se tornar mais competitiva. Já se anunciam smartphones nos comerciais do Jornal Nacional. Questões técnicas à parte, tenho esperança que, a médio prazo, os preços se tornem bem mais acessíveis. Assim, a internet móvel se tornará aquilo que realmente é: ferramenta de produtividade, e não luxo.

postado via wi-fi

escrito por Bia Kunze em Windows Mobile às 02:08 PM | Comentários (4) | Citações

outubro 09, 2006

Vídeos do YouTube no iPod e no PDA

Já comentei aqui como fazer para assistir vídeos do YouTube no seu Pocket PC, por streaming. Mas percebo que o que as pessoas querem mesmo é salvar os vídeos desse popularíssimo serviço em suas máquinas, antes que sejam retirados do site. Ou antes de que o próprio site vá à falência, como costuma-se especular ultimamente...

Para quem usa plataforma Mac, o aplicativo PodTube permite que o iTunes capture vídeos do serviço online e os salve em sua biblioteca, permitindo que sejam posteriormente transferidos para o iPod. No ambiente Windows, quem faz isso é o iTube. Os vídeos podem ser vistos tanto no iTunes quanto no iPod.

Para quem quer simplesmente baixar os vídeos no seu computador, o aplicativo de escolha é o vDownloader, que funciona não só com o YouTube mas também outros serviços de vídeo online, como o do Google. Dá para salvar nos formatos AVI, MPEG ou PSP, escolhendo-se a resolução e o bitrate, e depois assistir em qualquer player compatível com esses formatos. O resultado final permite visualização posterior em Palms e Pocket PCs, através do player TCPMP. Para ganhar agilidade, o melhor é usar um leitor de cartões e jogar os arquivos direto no cartão de memória do seu PDA ou smartphone. Transferências por HotSync ou ActiveSync para esse tipo de conteúdo são penosas.

Quem usa o Windows Media Player e tem smartphone ou PDA com Windows Mobile pode organizar uma biblioteca e usar a opção de sincronismo, nativa no próprio programa. É bastante prática para quem tem muito conteúdo de mídia para transportar.

Se você tem uma pancada de vídeos dos mais diversos formatos e gostaria de converter para quaisquer outros formatos, recomendo que usem o Media Convert. Essa utilíssima dica ouvi no podcast dos rapazes do PapoTech.

postado via wi-fi

escrito por Bia Kunze em Mac Sem Fio às 01:26 PM | Comentários (12) | Citações

outubro 03, 2006

Os super-poderosos: HTC TyTN e Qtek 9000


O super-poderoso Qtek 9000

Se eu tivesse bala na agulha em termos financeiros, não teria pego o Qtek S200, mas o Qtek 9600, também chamado de HTC TyTN. Junto com o Qtek 9000, temos os tops de linha dos PDAphones hoje.

No vídeo acima, dá para ver como o TyTN em ação é sedutor. Também chamado de Qtek 9600, o HTC TyTN (a marca Qtek deixou de existir, passando a ser somente HTC) é um arraso. É pequeno, leve e poderoso: tem processador de 400 MHz, memória ROM de 128 MB e RAM de 64 MB, câmera de 2 MP, wi-fi (b e g) e bluetooth 2.0. Porém, o que chama a atenção mesmo são duas coisas: 1. a segunda câmera, que fica na parte da frente para conferências e 2. a navegação em altíssima velocidade graças ao suporte a WCDMA e HSPDA, podendo ser usando nas redes 2.5 ou 3G do mundo todo. Tudo isso rodando em um sistema Windows Mobile 5.

Além disso, o TyTN conta com Push Mail, a tecnologia que notifica a chegada de e-mails em tempo real, como o BlackBerry. Meu Qtek S200 também tem, e o 9100 também, mas isso exige um servidor Exchange e para mim não é algo que faça diferença. Mas sem dúvida é interessante para executivos que precisem gerenciar seus e-mails em tempo real o tempo todo.

O TyTN tem ainda aquele tecladinho Qwerty que desliza na lateral a parte traseira do aparelho. Eu não só fã de tecladinhos, mas assumo que esses teclados que deslizam na lateral são bem melhores que os que deslizam para cima ou ficam expostos, como o Treo. Enquanto digitar num Treo pode ser uma experiência sacrificante, principalmente para dedos masculinos, o teclado lateral propicia teclas maiores e mais confortáveis. Ao deslizá-lo, a tela automaticamente rotaciona 90 graus e fica em ladscape, para correta visualização e facilitando a digitação de sms, e-mails ou textos rápidos.

A única coisa chata é ele vir com slot micro-SD - vejam bem, não é nem mini-SD, é micro mesmo, OUTRO formato de cartão de memória...

Um review completo do aparelho, com muitas fotos em alta resolução e telas do bichinho, vocês encontram aqui. Outra análise bacana do TyTN, com mais fotos comparando-o com diversos outros aparelhos, vocês encontram aqui.



Qtek 9000 ao lado do 9100, antecessor do TyTN

Qtek 9000

Quando você dá de cara com o Qtek 9000 na sua frente, leva um susto. Ele é um monstrinho! Bem maior e mais pesado que os PDAphones médios, suas dimensões avantajadas agregam todos os melhores recursos que um aparelho desse tipo pode oferecer. Dá para dizer que ele é simplesmente o melhor PDAphone hoje, e não só entre todos os PPC Phone Edition.

Em seu sistema Windows Mobile 5, temos conexão de alta velocidade (3G/UMTS), 2 câmaras (uma na frente para conferências, como o TyTN, a outra de 1.3 MP para fotos), mini-USB, wi-fi, bluetooth, processador poderosíssimo de 520 MHz, 128 MB de memória ROM e 64 MB de RAM. Surpreendentemente, seu slot para cartões de memória é o tradicional SD / MMC, ao invés dos novos mini ou micro-SD.

A tela VGA é o principal espetáculo do aparelho. Além do dobro da resolução habitual, 640 x 480 pixels, a tela tem dimensões maiores também, além de girar 180 graus em seu próprio eixo. Assim, ele é um dispositivo dobrável que expõe ou esconde o teclado, e não deslizante como os demais.

A grande interrogação nesse aparelho é a autonomia da bateria. Apesar de mais robusta que os demais PDAphones, é preciso considerar que só o processador e a tela VGA consomem muita energia. Ao se usar a rede GPRS / 3G ou wi-fi, com certeza ela drena rapidinho. Justamente por causa da tela e do processador a máquina perfeita para quem um híbrido mais para diversão que trabalho.

Pesquise preços de: acessórios para Pocket PCs smartphones Qtek

postado via wi-fi

escrito por Bia Kunze em Windows Mobile às 02:45 PM | Comentários (20) | Citações

setembro 29, 2006

Primeiras impressões Qtek S200

Chegou agora de manhã. É pretinho, pequeno e *muito* bonitinho. Fora a parte estética, já dá para fazer algumas análises do Qtek S200.

O que eu gostei: mini-USB, Windows Mobile 5, menos botões, sem tecladinho embutido, CD do software GPRS monitor (para controlar o tráfego de dados) e o slot SD ao invés de mini-SD (tá, admito que isso seja um retrocesso, mas não estou com tempo, dinheiro nem paciência para ficar trocando de cartão agora).

O que não gostei: não tem base, o fone (com fio) parece muito frágil e o Outlook que vem com ele é o 2002 - eca!

Vale ressaltar que estou analisando bem superficialmente. Em breve um review completíssimo do aparelho.

postado via wi-fi

escrito por Bia Kunze em Windows Mobile às 12:23 PM | Comentários (27) | Citações

setembro 27, 2006

Caos em busca do substituto do Qtek 9090

Quando situações "emergenciais" da vida digital me afligem, percebo o quanto sou dependente dos meus dispositivos móveis. E aprendi que, para que minha vida profissional não vire um caos, eu preciso ter um plano B sempre na manga.

Não, não tenho aquela dependência "psicológica" que muitas pessoas têm da tecnologia - a de checar e-mails o tempo todo, de não desgrudar do celular, de entrar em pânico quando a internet sai do ar ou o computador pifa. Afinal, sobrevivi muito bem a 40 dias sem banda larga no período da mudança e obras das casa nova. Só me irritei com coisas como o portal online da faculdade e meu internet banking. No mais, fui me virando com o GPRS.

Meu Qtek 9090 se acidentou no fim-de-semana, passou alguns dias agonizando e há alguns minutos atrás deu o último suspiro. Tudo bem, coloco o chip num outro celular. Mas aí percebi que tenho meus e-mails para gerenciar, pois minha vida profissional e acadêmica dependem muito disso. E tenho uma agenda repleta de entradas no Pocket Informant, que acesso umas 20 vezes por dia, sem exagero. Tenho notas e textos que volta e meia preciso compartilhar. Listas de materiais odontológicos. E tenho os dados dos meus clientes: consultas, procedimentos, anamnese, material que preciso esterilzar e levar comigo. Amanhã passarei o dia na rua: farei 2 atendimentos em domicílio e estou pensando ainda como fazer para não ficar sem meus dados. Possivelmente farei algo que detesto: usar o notebook na residência dos pacientes. Já carrego uma odonto-tralha do caramba... o notebook não é muito bem vindo em dias de atendimento domiciliar. Para piorar, deixei de ir à faculdade hoje, mesmo tendo provas. Porque perdi meus resumos para a prova, e meu último backup deixou alguma coisa de fora...

Em caráter de emergência, cancelei alguns compromissos hoje. Passei o dia telefonando e navegando na internet em busca de uma saída. Procurei a Claro, que só terá o Qtek 9100 depois do dia 10. Mas a loja da Claro do Shopping Barigui tem. Aliás, foi nessa loja que mostrei ao Gui o aparelho semana retrasada, onde ele pôde mexer e decidir que era o que queria. Mas a loja não quer me vender, porque sou cliente corporativo, e só posso comprar via Claro Empresas. E o pessoal do corporativo não tem nada em estoque. Absurdo, não?

Pesquisei outros aparelhos, acionei meus contatos. E acabei optando por um Qtek S200 desbloqueado através do Johnny Bravo, de quem já havia comprado meus Dell Axim x30, x50v e uma pancada de acessórios. O Johnny é um fofo e salvou minha vida. Vai agilizar o envio para que esteja em minhas mãos até sábado, dia que viajarei para Sampa e depois para Floripa. Sim, além de tudo, passarei toda a semana que vem fora, a trabalho! Imaginem que horror gerenciar minhas atividades à distância sem um PDAphone... Impossível!

E aprendi outra lição: quem tem uma vida profissional que depende de um determinado equipamento PRECISA ter um estepe. Portanto, decidi que, assim que tiver uma graninha, mandarei consertar a tela do Qtek 9090, que ficará guardadinho para emergências. Afinal, eu continuo adorando ele, é um dos melhores PDAs que já tive na vida - rápido, estável e poderoso.

Bem, já que estou sem PDAphone, já vou avisando aos leitores que o blog ficará um pouco parado até sábado. Os e-mails também atrasarão. Esse caos não podia ocorrer em momento pior: além do período de provas e trabalhos da faculdade, estou numa fase em que venho repensando minha vida profissional, assimilando novas atividades, deixando outras, definindo prioridades e refazendo meu timetable de atividades diárias...

postado via wi-fi

escrito por Bia Kunze em Windows Mobile às 11:26 PM | Comentários (8) | Citações

Rachadura II, a missão

Lendo todos os comentários a respeito do post anterior, comecei a pensar com os meus botões em trocas, consertos, garantia e o que decisões deveria tomar.

Bem, o conserto da "criança" sai 800 paus. E tenho nota, e está na garantia, que infelizmente não cobre esse tipo de acidente. Tentarei barganhar, levando pessoalmente o aparelho na assistência na minha próxima ida à Sampa. Mas não tenho muita esperança.

E agora eu vejo como é INDISPENSÁVEL o Complete Care da Dell. Meu notebook que o diga, agora foi preciso trocar o gravador de DVD porque a travinha de fechamento quebrou. Isso foi feito ontem, tudo transcorreu na maior tranquilidade. Uma pena que a Dell não tenha PDAphones, só PDAs convencionais, e adquirir um que não seja híbrido está COMPLETAMENTE fora de questão.

Caso eu precise selecionar um substituto, acho que o E-TEN não vale a pena mesmo, pois não faria sentido pegar um aparelho que não tivesse EDGE, a principal carência do 9090, que faz muita falta para quem o conecta como modem sem fio no notebook, como eu. Caso eu escolha o 9100 ou outro, alguns sacrifícios terei que fazer, como vender meu SD de 1 GB, já que o dito usa mini-SD.

Quanto aos incidentes que levaram à quebra da tela do Qtek e da travinha do leitor ótico do notebook, felizmente foram só prejuízos materiais mesmo.

escrito por Bia Kunze em Windows Mobile às 12:24 PM | Comentários (7) | Citações

setembro 26, 2006

Rachadura

Um incidente no último fim-de-semana resultou nessa rachadura dupla na tela do meu Qtek 9090. Tudo está bem comigo, só o aparelho que não teve sorte mesmo. Continuo usando normalmente, mas o ponto entre as duas rachaduras não responde mais aos toques. E percebi que a parte de baixo está aos poucos descalibrando mais e mais.

Agora preciso decidir o que fazer, pois me informando a respeito do conserto, acho que não vale a pena. A tela está ligada à placa lógica e aos demais componentes numa peça só, que custa quase o preço de um novo e demora um mês para chegar. Pego um Qtek 9100? Um E-TEN?

postado via gprs

escrito por Bia Kunze em Windows Mobile às 03:49 PM | Comentários (23) | Citações