outubro 08, 2008

Em busca de um novo plano de dados

Por muito tempo tive um plano corporativo da Claro em Curitiba, que cancelei há alguns meses por conta da minha mudança para em SP. Acabei fazendo um plano pessoa física aqui em SP mas cancelei recentemente por conta dos péssimos serviços prestados. Entre outras coisas, por causa do tal "plano ilimitado de 2 GB", lembram?

Acabei deixando o chip em pré até decidir o que fazer - o número está em meus cartões de visita e é o meu atual telefone para contato profissional. Sei lá se mandava a Claro para os quintos agora mesmo ou se esperava um pouco mais pela portabilidade numérica.

No lançamento do iPhone da Vivo, antes de saber que ganharia um aparelho, fui sondar que planos eu poderia fazer de acordo com meu perfil. Pelo que percebi, os planos da Vivo não seguem necessariamente uma tabela rígida. Mas gostei muito do que me ofereceram: um pacote razoável de voz e, o mais importante, dados ilimitados. Também solicitei um pacote de roaming, já que viajo muito, e que a Claro nunca tinha me oferecido. Para minha surpresa, o iPhone sairia por R$ 899 com mensalidade de pouco mais de R$ 300. Achei bem razoável, já que minha conta mensal da Claro tanto no corporativo como no PF saía por cerca de R$ 250. Mesmo assim eu pedi um tempo para pensar, já que o atual iPod touch me atendia bem. Que bom que não sou impulsiva...

Como meu noivo recentemente foi comunicado que não poderia mais usar smartphones com câmera na empresa, ele deixou de lado o iPhone que desejava tanto por um iPod touch mesmo, já que precisaria de um PDA standalone. Como ele tem um Windows Mobile 3G, já estávamos prontos para agregar um segundo iPod touch à família.

A pergunta é: se eu não tivesse ganho o iPhone 3G, eu compraria um? A resposta é não. Seja pelos planos absurdos ou pelas deficiências do aparelho para trabalho, eu estava guardando um dimdim para um Windows Mobile 3G - no momento, o candidato mais forte é o HTC Touch HD. Não nego que estou me divertindo muito com o iPhone, mas quem pega no pesado na hora de trabalhar é o HTC Touch. Dependo de bons softs de agenda, email e banco de dados - respectivamente o Pocket Informant, o Flexmail e o HandBase - e preciso de integração total com contas Exchange. E não o Exchange "pela metade" do iPhone, onde notas e tarefas não são sincronizadas. Sem contar o Skype!

Em compensação, a Vivo está me surpreendendo na cobertura 3G. Ainda não tem a amplitude da Claro, mas os primeiros resultados têm sido positivos. Devo fechar com eles meu plano pós essa semana.

Ao longo desta semana, postarei aqui no blog reviews do iPhone 3G e do Nokia N95 8GB, as primeiras impressões do 3G da Vivo e muito mais.

Pesquise preços de: iPhone, iPod touch, Nokia N95 8GB

postado via 3G

escrito por Bia Kunze em Telecom às 09:17 AM | Comentários (44) | Citações

setembro 25, 2008

iPhone da Claro: culpar os impostos é papo furado

"O Brasil é singular. Celular paga mais impostos que revólver e cachaça" disse o presidente da Claro, João Cox, ao justificar os planos, digamos, singulares para o iPhone 3G da operadora. Mas jogar a culpa unicamente na carga tributária não justifica as condições abusivas presentes nas letrinhas miúdas dos planos.

Sim, já sabíamos que o iPhone viria para o Brasil custando uma baba. Meu palpite chegou bem pertinho. Mas para dizer a verdade, levei um choque foi com os detalhes dos planos atrelados ao aparelho. Tão logo eles foram anunciados pela Claro, no início da tarde, postei tudo no Twitter e recebi uma enxurrada de replies enfurecidos. E não é para menos:

1. Desde o plano mais simples, a prioridade é voz e SMS em detrimento dos dados. Ou seja, o Brasil é o único país do mundo que vai vender iPhone pra falar!

2. 100 ou 200 MB de dados é ridículo para um smartphone do nível do iPhone - que tem um navegador cheio (Safari) e prioriza aplicações de áudio e vídeo como o YouTube. Amigos meus que têm iPhone e usam com parcimônia gastam cerca de 500MB na rede EDGE. E olha que estamos falando de um aparelho 3G agora!

3. Dos 200 minutos de voz, 180 são para ligações Claro-Claro.

4. Os minutos não usados num mês não poderão ser usados no outro mês. Só os planos para iPhone têm essa condição ridícula em contrato. Já estou correndo atrás das normativas da Anatel para ver se isso não fere os direitos do consumidor.

Senhor Cox, vai dizer que a culpa disso tudo são dos impostos? Eu tive a impressão que a Claro quer apenas se aproveitar da boa-fé de gente a fim de pagar qualquer preço por um celular da moda...

Nadando contra a corrente da Apple no resto do mundo, o iPhone aqui será o mais caro do planeta, com marketing voltado ao público de elite como um produto de luxo. Sim, pois a festa de lançamento, em Sampa, será na Deslu, numa festa fechada para VIPs.

Nos EUA, quem primeiro teve em mãos o produto foram jornalistas de tecnologia como o David Pogue. No Brasil, serão ex-BBBs?

Resta saber se a política de preços da Vivo será assim também. Para ser bem sincera, não estou muito otimista. Daqui pouco estou saindo para o evento de lançamento da Vivo e contarei todos os detalhes da festa e da coletiva lá no meu Twitter. Fiquem de olho.

Pesquise preços de: iPhone, iPod touch, Macbooks

postado via 3G

escrito por Bia Kunze em Telecom às 06:03 PM | Comentários (95) | Citações

setembro 01, 2008

Começou a portabilidade numérica

Embora estejam agora posando de boazinhas e preocupadas com os clientes, com direito a comercial no horário nobre com atriz de novela, as operadoras não queriam que a portabilidade numérica vigorasse a partir de hoje. O chororô junto à Anatel não deu certo, e, a partir de hoje, começa a ser implementado o calendário da portabilidade numérica no país. Eu espero.

A implementação será gradativa: nesta primeira etapa, passa a valer para os assinantes de telefonia fixa e móvel de São Paulo (nos DDD 14 e 17: Avaré, Bauru, Lins, Marília, Barretos, Catanduva, Santa Rica D'Oeste, São José do Rio Preto), Minas Gerais (no DDD 37: Campos Altos, Divinópolis e Formiga), Espírito Santo (no DDD 27: Aracruz, Cariacica e Vitória), Paraná (com DDD 43: Apucarana, Jacarezinho e Londrina), Goiás (com DDD 62: Abadiânia, Goiânia, Anápolis e Ceres), Piauí (com código 86:Parnaíba, Piripiri e Teresina) e em todo o estado do Mato Grosso do Sul.

Pelas regras da Anatel, as operadoras terão prazo de 5 dias úteis para efetivar o pedido de portabilidade. Esse negócio de definr prazos é sempre complicado. Escaldada que sou, aprendi que as empresas sempre dão um jeitinho de nos enrolar um pouco mais. Não duvido nada que, tão logo a gente manifeste vontade de cancelar a operadora atual levando o número junto, elas comecem a criar ofertas esquisitas e encher nossa paciência insistindo na permanência. Minha palavra é: sejam firmes e não caiam em tentações!

Coleira

Quem quer mudar de operadora mantendo o mesmo número, mas tem contrato de fidelização, tem que cumpri-lo até o fim. Caso contrário, deverá pagar a multa prevista no próprio contrato.

A partir de hoje, vocês começarão a ver propostas mirabolantes das operadoras nos shoppings, lojas, TVs e mídia em geral. Celulares cada vez mais bacanas (e não só os pé-de-boi) de graça, tarifas a preço único para determinados números em certos horários, e muito mais. Antes de cair na tentação e aceitar essas propostas irresistíveis, lembre-se que fatalmente você terá que aceitar o período de fidelização que propuserem. Aí não tem jeito: tais mimos custarão um ano de coleira do pescoço.

Calendário

Primeiro com as novas regras para tele-atendimento e agora com a portabilidade, eu espero que as telecoms mudem o tratamento com os clientes. Sendo donos de nossos números, podemos a qualquer momento trocar de empresa de telefonia caso a atual não esteja agradando. Aliás, tem alguma que agrade?

Mas como eu não acredito em Papai Noel, Saci-Pererê e Telecom boazinha, meu conselho é: abram o olho. Ainda mais com o Jesusphone em vias de estrear por aqui, todo cuidado com as letrinhas miúdas é pouco.

Confiram as datas de implementação da portabilidade numérica:

1º de setembro de 2008
14 (SP)
17 (SP)
27 (ES)
37 (MG)
43 (PR)
62 (GO)
67 (MS)
86 (PI)

3 a 8 de novembro de 2008
28 (ES)
32 (MG)
68 (AC)

10 a 16 de novembro de 2008
33 (MG)
38 (MG)
44 (PR)
49 (SC)
84 (RN)

17 a 22 de novembro de 2008
48 (SC)
85 (CE)
88 (CE)
98 (MA)
99 (MA)

24 a 29 de novembro de 2008
47 (SC)
69 (RO)
71 (BA)
73 (BA)
89 (PI)

1º a 7 de dezembro de 2008
12 (SP)
13 (SP)
82 (AL)
83 (PB)

5 a 11 de janeiro de 2009
18 (SP)
51 (RS)
55 (RS)
63 (TO)
65 (MT)
92 (AM)
97 (AM)

12 a 18 de janeiro de 2009
16 (SP)
41 (PR)
34 (MG)
35 (MG)
74 (BA)

19 a 25 de janeiro de 2009
31 (MG)
42 (PR)
54 (RS)
75 (BA)
77 (BA)
79 (SE)

26 de janeiro a 1º de fevereiro de 2009
15 (SP)
95 (RR)
96 (AP)

2 a 8 de fevereiro de 2009
19 (SP)
45 (PR)
46 (PR)
93 (PA)
94 (PA)

9 a 15 de fevereiro de 2009
21 (RJ)
22 (RJ)
24 (RJ)
61 (DF e entorno)

16 a 22 de fevereiro de 2009
81 (PE)
87 (PE)

23 de fevereiro a 1º de março de 2009
11 (SP)
53 (RS)
64 (GO)
66 (MT)
91 (PA)

Se algum leitor solicitar a portablidade do seu número para uma nova operadora, não esqueça de vir aqui no blog contar como foi a experiência: se houve cobrança de taxas ( a Anatel estipulou em R$ 4, mas as operadoras têm liberdade para não cobrá-la como forma de atrair novos usuários), se o atendimento foi adequado e no prazo, se as operadoras não impuseram dificuldades, etc. Se desejar, também pode mandar seu depoimento em texto ou áudio para meu email: bia arroba garotasemfio.com.br.

Pesquise preços de: celulares 3G, modems 3G, smartphones

postado via 3G

escrito por Bia Kunze em Telecom às 08:57 PM | Comentários (22) | Citações

agosto 21, 2008

Com que conexão eu vou?


Teste de velocidade em conexão móvel no iMac. Clique para ampliar.

Muitas perguntas para um só post. Qual empresa de banda larga contratar em SP? A quantas anda o 3G da Claro e da TIM em SP? Como usar 3G no meu iPod touch novinho em folha? Responderei uma a uma.

Banda larga x 3G

Com a mudança de apartamento em São Caetano do Sul (SP), fiquei sem banda larga. Como a linha de telefone pertencia ao proprietário do apartamento antigo, agora no novo imóvel eu e meu noivo vivemos um dilema: qual empresa de banda larga contratar? Decidido a dar um pé no Speedy, meu noivo consultou alguns amigos nossos que usam o Virtua e não ficou muito animado. Os problemas que afetam uma também afetam outra: má qualidade no serviço, traffic shaping, péssimo atendimento e por aí vai.

Curiosamente meu modemzinho 3G da TIM bateu tranqüilamente os 700 kbps durante todo o final de semana. Alguns downloads tinham taxa de 70 kbps!

Achando que durante a semana a coisa mudava, fiquei muito surpresa com os resultados obtidos na 2a e na 3a. Em nenhum momento navegamos a menos de 500 kbps. Instalar o modemzinho no iMac foi moleza, já que o fabricante disponibiliza os driver em seu site. Presto muita atenção nisso: acho importante que modems externos funcionem em qualquer OS. Ainda não vi solução Linux, mas com certeza já deve existir. Darei uma procurada.

Meu noivo ficou incrédulo com os resultados porque ele vinha usando o 3G da Claro, em seu TyTN II, inclusive como modem. Mas jamais conseguiu navegar a mais de 200 kbps. Eu eu ele fizemos muitos testes por nossas andanças em SP e no ABC - ele com o chip da Claro no TyTN II e eu com o chip da TIM no N95-3 - e constatamos aquilo que eu já tinha percebido: o 3G da Claro tem bem mais áreas de cobertura, mas o desempenho geral é pífio. Mesmo nas regiões nobres, como Paulista e Berrini, o máximo que conseguíamos era 350 kbps. Pela TIM, infelizmente há menos cobertura. Mas onde o sinal aparecia, os resultados eram muito animadores. Banda larga móvel de verdade.

Mas tendo um sinal estável e eficiente em São Caetano, foi o que nos bastou. Já estamos planejando um 2º modem 3G da TIM, para usar tanto em casa como fora. Temos que ter 2 linhas, pois viajo muito e mesmo meu trabalho como dentista homecare é itinerante. Meu plano é de 1 MB, ilimitado, a R$ 99/mês. Contudo, confesso que sinto uma coceira para experimentar o de 7 MB, que custa R$ 149/mês. Conversarei com o pessoal da TIM em SP, para ver se posso pelo menos testar o serviço.


Router 3G

Outro item que está na nossa listinha de compras é um roteador 3G para usar em casa. Afinal, tudo lá é wifi: nossos notebooks, nossos smartphones, nosso iMac e agora o iPod touch. Dei uma olhada num modelo que o pessoal da Qualcomm me mostrou, e que está sendo homologado pela Anatel:

Há outros vendidos por aí que também parecem interessantes. Mas antes de comprar, é importante assegurar que seja um modelo quadriband, para funcionar com 3G de qualquer operadora, em qualquer lugar do país. Esse lance das frequências é bastante confuso: por exemplo, se você usa um smartphone (dual ou tri band) da TIM em SP, tem altas chances dele não funcionar aqui no PR, onde a frequência é 850 MHz. O inverso acontece com a Claro: em SP, a frequência de 850 MHz é deles. Ufa!


iPod touch 3G

Meu noivo ficava admirado com minha resistência em ter um iPhone. Nada contra o smart da Apple, muito pelo contrário. A questão é que, para trabalhar, o smart da Apple ainda nem chega aos pés do Windows Mobile. Pelo menos por enquanto. Como tenho 2 linhas, poderia ter um aparelho mais para diversão, que, obviamente seria usado para testar aplicativos para os leitores do blog e na prestação de consultoria em empresas. Eu não gostaria de fazer isso com um aparelho "jailbreakado". Mesmo assim, comentei com ele que gostaria de ter um dispositvo da Apple pois é o único que falta na "família", junto com o Blackberry que não tarda. Como consultora em mobile, acho fundamental conhecer todos os sistemas e ser íntima deles. Um iPod touch já estaria de bom tamanho.

E não é que ele me surpreendeu? Antecipou meu aniversário (que é semana que vem) e me deu um de presente, de surpresa. Com garantia estendida de 2 anos! Para isso, ele me enganou direitinho: fomos na Fnac e ele comprou um livro. Cheguei a ver o livro e tudo. Mas não sei como, ao chegar em casa, abri o pacote e tinha um iPod lá dentro. Foi divertido...

Imediatamente comprei o firmware novo na App Store e saí instalando um monte de coisas. Mas o tempo estava curto, tive que retornar para Curitiba e até agora não consegui brincar direito com nada.

Sem banda larga por aqui, a coisa complicou. Para driblar a dependência dos hotspots, estou usando uma solução sob medida: instalei no N95 um aplicativo gratuito chamado JoikuSpot, que transforma o aparelho num hotspot móvel. Ele cria conexões ponto-a-ponto com qualquer outro gadget que tenha interface wifi, compartilhando o 3G. Foi assim que consegui dar meus primeiros passos no iTouch ontem, em casa e na rua.

Em breve, novos reviews de aplicativos para a plataforma móvel da Apple e soluções de produtividade para os fãs do JesusPhone!

Pesquise preços de: modem 3G, roteador 3G, iMac, iPod touch

postado via 3G

escrito por Bia Kunze em Telecom às 10:25 AM | Comentários (45) | Citações

abril 17, 2008

Primeiros testes com o 3G da TIM

A julgar pela enxurrada de emails e twitts que venho recebendo desde ontem, não sou só eu que estou ávida para testar o 3G da TIM. Bem, ávida é pouco. Estou sem banda larga há exatos um ano e três meses, vivendo apenas do EDGE da Claro e correndo atrás de hotspots da Vex quando em trânsito, para tarefas mais pesadas.

Finalmente tive contato hoje com o 3G da TIM e postarei aqui as minhas primeiras impressões, além de esclarecer algumas das dúvidas que vocês têm me mandado.

Vamos primeiro às boas notícias!

O que eu mais gostei é que a migração dos atuais clientes de dados para o 3G é indolor. Basta um modem ou celular compatível com a rede de 850 MHz. Quem hoje tem o plano de 1 GB, está automaticamente do plano de 1 Mbps. E é esse que estou testando, uma vez que o de 7 Mbps ainda não está operacional.

As velocidades estão ótimas, seja aqui em Curitiba ou na Bahia, conforme postou o Belote. Claro que ainda é cedo para dar um parecer final sobre a qualidade do serviço, mas por enquanto, está animador:


Na imagem acima: navegando, abrindo emails, vendo vídeos no YouTube, numa máquina Windows XP SP2.

Sobre roaming: é preciso esperar as demais frequências no restante do país entrarem em operação. Mas se o seu aparelho suportar 850 e 2100 MHz, por exemplo, poderá no futuro usar 3G tanto em Curitiba como em São Paulo, por exemplo. Mas isso ainda é extra-oficial. Os dois modems que vi, Onda e Huawei, funcionam em 850 MHz e 2100 MHz. Não consegui respostas sobre como será a implementação da faixa de 1900 MHz nos estados onde ela foi arrematada em leilão. Vale lembrar que a TIM adquiriu frequências em todo o Brasil exceto municípios atendidos pela CTBC em Minas Gerais.


Na imagem acima: média obtida com o download de um podcast.

Bem, agora vamos às más notícias!

Como já era de se esperar, os planos de 1 Mbps e 7 Mbps, ilimitados, não são exatamente ilimitados. O primeiro tem limite de 3 e o segundo, de 5 GB mensais. Em GPRS / EDGE são valores bastante altos, mas em 3G, nem tanto, já que atividades típicas de banda larga, como multimídia, consomem muito. Pode parecer sacanagem, mas eu até entendo a limitação. Nos EUA tiveram que colocar esse limite porque parece que alguns malucos inventaram de usar conexão móvel como servidor, ou algo do gênero... :-)

Essas são minhas colocações iniciais. No feriado farei mais testes, andando pela cidade e região metropolitana, com alguns smartphones. Colocarei os leitores a par de tudo na semana que vem, aqui no blog. Enquanto isso, vocês podem ir acompanhando toda a "maratona" no meu Twitter. E quem estiver navegando em 3G e quiser mandar suas impressões para compartilhar com os leitores, poste aqui nos comentários ou mande screenshots por email!

Pesquise preços de: aparelhos 3G, modems 3G, smartphones 3G

postado via 3G

escrito por Bia Kunze em Telecom às 09:02 PM | Comentários (110) | Citações

TIM libera o 3G de 850 MHz

Conforme fui avisando no Twitter ontem, ao longo do dia, a TIM anunciou a liberação da frequência de 850 MHz que detém em algumas cidades (onde havia TDMA) para seu serviço de banda larga móvel de terceira geração. Essas cidades são Belo Horizonte, Curitiba, Florianópolis, Fortaleza, Recife e Salvador.

É mais ou menos o que a Claro fez com seu espectro que antigamente era usado para a rede TDMA. A diferença é que a Claro se antecipou e aproveitou para fazer um belo marketing até a TIM fazer o seu.

Em São Paulo e Rio de Janeiro, a TIM arrematou a frequência de 2100 MHz. A rede já está pronta mas a operadora está aguardando o aval da Anatel para que passe a comercializar seu 3G nessas cidades.

Com o anúncio, vieram a lista dos novos aparelhos (tem até um notebook HP no portfolio) e planos, além de uma enxurrada de serviços que tiram proveito da nova tecnologia. A lista completa está aqui.

Chama a atenção o uso da palavra "até" nos planos de velocidade de 1 Mbps e 7 Mbps. Sim, há um plano ilimitado de 7 Mbps por R$ 159,00 ao mês que me deixou bem curiosa. A TIM está tentando evitar problemas com o clientes, avisando previamente que a velocidade prometida é apenas nominal. Os valores reais, só o tempo vai dizer quais são.

Também gostei da idéia de se poder migrar de um plano já existente. Com a Claro não teve muita conversa, queriam que eu fizesse um novo contrato e, portanto, os mandei catar coquinho.

Como profissional móvel e viajante, continuo numa situação complicada. Seja pela Claro ou pela TIM. Se eu fizer um plano 3G da TIM aqui em Curitiba, em Sampa só poderei usar EDGE. E fazendo o plano 3G da Claro em SP, aqui em Curitiba continuo com 2,5G.

Terei que escolher muito bem o meu futuro smartphone 3G para que ele funcione futuramente tanto em redes de 850 como 2100 para que eu possa usar banda larga móvel em qualquer lugar, independente da operadora.

Aos que perguntaram sobre os demais estados e frequências, ainda não há nada definido. Só resta esperar. Continuo aconselhando que esperem. Felizmente, o modem USB 3G que a TIM venderá funciona tanto em 850 como 2100 MHz, então, ele será o mesmo em todas as revendas do país. Já solicitei um exemplar e iniciarei os testes imediatamente, passando os detalhes aqui no blog para todos os leitores. Também falarei dos demais serviços ofertados, como os de TV, assim que iniciar os testes. Aguardem...

Pesquise preços de: aparelhos 3G, modems 3G, smartphones 3G

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Telecom às 02:40 PM | Comentários (29) | Citações

abril 15, 2008

O 3G da TIM está chegando

Falar de redes 3G ultimamente tornou-se um tema melindroso. De um lado, Vivo, Telemig (que agora também pertence à Vivo) e Claro disputam o público ansioso por banda larga no celular, fazendo muita propaganda e investindo em marketing direto. Do outro lado, boa parte dos usuários que já embarcou no mundo 3G está insatisfeita com os serviços.

A partir dessa semana, a tecnologia 3G deverá ganhar ainda mais espaço na mídia com a entrada da terceira geração da TIM no mercado.

Tive acesso, no último sábado, ao portfolio atualizado de aparelhos da TIM. Apesar de não ser 3G, o HTC Touch deixou de ser exclusividade da Claro. Entrou no portfolio da Vivo, recentemente, conforme comentei num dos últimos Podsemfio, e agora está disponível na TIM também. O que teremos de 3G da HTC na TIM é o Touch Dual - aquele modelo com teclado slide e sem wifi. Outro modelo bacana é o HTC p3301, com GPS. O Touch Dual será exclusividade da TIM por um bom tempo.

De 3G da Sony Ericsson, destaque para o K850, modelo poderoso da linha Cybershot, com câmera de 5 MP. Da samsung, chamou a atenção o i617, aparelho que já virá com Windows Mobile 6.1, GPS e cartão de 1 GB.

O modelo 3G mais legal da Nokia é o 5610, da linha XpressMusic, que já está nas lojas e vendendo muito bem, por sinal. Com teclado slide, é superior em recursos ao seu irmão 5310, que é em formato barra e não conta com 3G, mas é bem fininho e elegante. A linha XpressMusic está ficando cada vez mais linda!

Uma grande decepção chamada 3G

Embora o 3G esteja na crista da onda, não paro de receber emails de leitores reclamando dos serviços. E àqueles que me procuram ansiosos por ter banda larga móvel, meu conselho continua sendo o mesmo: esperar.

Na Vivo, a rede EV-DO parou de expandir e continua presente em poucas cidades brasileiras - e mesmo assim, restrita a determinados bairros. Aqui em Curitiba, na região do Hauer, por exemplo, só funciona o 1xRTT, que mal passa dos 50 kbps.

Na Claro, seus pacotes 3G garantem em contrato apenas 10% da velocidade nominal do serviço. No plano mais simples, de 250 Kpbs, isso significa ridículos 25 Kbps, metade de uma conexão discada. Até eu, que não tenho banda larga fixa, e dependo de conexão móvel para tudo, ainda não aderi ao 3G da Claro. O EDGE tem andando relativamente estável, tem dias que pego 100 kbps tranquilamente, e tenho medo de botar isso a perder. Sem contar que eu teria que fazer outro contrato, além do meu atual de 2 GB de tráfego. Nem pensar!

Vamos ver se a TIM pretende derrubar a concorrência, oferencendo serviços melhores e com valores mais competitivos. Por enquanto, a única coisa que eles derrubaram foi o canal de voz, ao colocar a rede 3G em atividade na capital paulista semana passada.

Amanhã, quarta-feira, teremos a coletiva de imprensa da TIM. Infelizmente não poderei comparecer, pois estou atolada de compromissos e provas da faculdade, aqui em Curitiba. Mas já convoquei meu fiel escudeiro Gui Leite, que estará lá para tirar todas as dúvidas dos leitores do Garota Sem Fio sobre a nova rede da TIM. Já convoquei todos no Twitter para mandar suas dúvidas, por email - bia arroba garotasemfio.com.br - ou pelo próprio Twitter. Reforço o pedido agora, neste post. Após a coletiva, o Gui passará aqui no blog para postar a cobertura completa do evento e as respostas às nossas questões.

Pesquise preços de: HTC Touch, HTC Touch Dual, Nokia 5610

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Telecom às 12:50 AM | Comentários (49) | Citações

abril 01, 2008

Embratel e Nokia apostando no WiMax

Eu sou uma entusiasta da tecnologia WiMax, ainda mais num país de dimensões continentais como o Brasil. Mas parece que a idéia de redes sem fio de longa distância nunca tiveram muito destaque no nosso país. por isso sempre chamei a tecnologia de "cabeça de bacalhau".

Estando engajadíssima agora com inclusão digital (tema do meu livro) e me aprofundando mais em assuntos educacionais (é a bandeira que levanto na faculdade de jornalismo), obviamente a novidade me animou muito: a Nokia acabou de anunciar, aqui em Las Vegas, o dispositivo N810 edição WiMax. Ao mesmo tempo, a Embratel anunciou que também disponibilizará redes WiMax no Brasil.

Outras empresas, além da Embratel, têm feito testes em algumas cidades brasileiras. Será que a coisa agora decola? O presidente Lula parece muito disposto a levar internet a todas as escolas, e o WiMax é perfeito para o ambiente rural, onde as telecoms nunca tiveram muita disposição de investir.

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Telecom às 04:36 PM | Comentários (14) | Citações

fevereiro 21, 2008

Enquanto a portabilidade não vem...

... recomendo o site Mudou Para. Se você trocou de número de telefone, além de avisar seus contatos, você pode deixar um perfil na página do serviço com todas as suas formas de contato. Altamente recomendado para quem está preso por correntes com uma operadora de telefonia (móvel ou fixa) e ainda não pode se libertar.

A idéia vale também para mudanças de endereço, email, IMs, etc. Mas sem dúvida a maior utilidade é na telefonia mesmo. Enquanto a portabilidade não vem, ficamos com a encontrabilidade mesmo...

E sabe o que mais? Não quer ter dor de cabeça com operadora de celular, use pré-pago. É caro, mas se você quiser cancelar, é só jogar o chip fora...

Pesquise preços de: celulares, acessórios para celular, cabo de dados para celulares

postado via wi-fi

escrito por Bia Kunze em Web às 05:45 PM | Comentários (16) | Citações

fevereiro 07, 2008

Que tal um plano com tudo ilimitado?

Essa é a proposta da operadora de telefonia móvel norte-americana Sprint. Com o novo super-pacotaço, o cliente tem SMS, MMS, ligações e dados à vontade. Tudo ilimitado.

Obviamente aí não entram as chamadas interurbanas nem roaming. Mesmo assim, esse plano é um paraíso para todo profissional móvel.

Aqui no Brasil acho impossível que alguma operadora ofereça isso um dia. Mesmo um plano de SMS ilimitado, algo tão corriqueiro nas operadoras mundo afora, aqui nunca tivemos. Por que será?

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Telecom às 11:15 AM | Comentários (29) | Citações

fevereiro 04, 2008

Operadoras obrigadas a desbloquear celulares

Nesse ano de 2008, uma série de novas medidas da Anatel (resolução 477) enfim melhorará um pouco a vida de nós, usuários de telefonia móvel. A primeira delas, que começa a valer no próximo dia 13, é o desbloqueio "gratuito e irrestrito" dos aparelhos celulares.

Se você vai comprar um celular ou smartphone, espere até o dia 13. Se você já comprou um aparelho bloqueado, poderá exigir o desbloqueio, sem pagar nada por isso.

Obviamente essa é uma novidade que as operadoras de celular não farão questão de divulgar por aí... Com exceção da Oi, talvez. Ela fez uma campanha barulhenta na mídia ano passado em prol do desbloqueio e procurou diferenciar-se da concorrência vendendo aparelhos já desbloqueados.


Outras medidas

Além do desbloqueio, entre outras novas regras determinadas pela Anatel, temos:

- As operadoras serão obrigadas a oferecer créditos pré-pagos com validade de até 180 dias e revalidar créditos expirados a partir da inserção de novos créditos (desde que antes do prazo de rescisão do contrato).

- O prazo de carência deixa de existir para o Plano de Serviço (mudanças entre planos podem ser feitas a qualquer momento). As regras permitem, no entanto, que a prestadora exija o cumprimento de prazo em situações como venda de aparelhos subsidiados.

- Atendimento pós-venda: a Anatel determinou que haja um número mínimo de lojas de atendimento pessoal por microrregião. Cada microrregião de 200 mil habitantes deverá ter pelo menos uma loja, dentro de 24 meses, e uma loja para cada microrregião de 100 mil habitantes, em até 48 meses. Chega de terceirizar tudo...

- A prestadora só poderá cobrar chamadas realizadas há mais de 60 dias após negociação com o usuário. A resolução garante também a devolução em dobro, com juros e correção monetária, de valores cobrados e indevidamente pagos. Essa é uma medida que FINALMENTE estará em conformidade com as exigências do Código de Defesa do Consumidor.

- Quer cancelar sua linha? A operadora terá até 12 horas para enviar ao usuário o número do protocolo do recebimento do pedido. Ele poderá ser feito por e-mail, call center e mensagem via celular. O serviço deve ser desabilitado até 24 horas após o recebimento do pedido de rescisão.

- A inadimplência por parte do usuário também ganhou novas regras. O usuário fica impedido de realizar chamadas já 15 dias após o vencimento, exceto para os Serviços de Emergência ou para números que não importem débitos; 30 dias após o impedimento para realizar chamadas, a prestadora pode suspender o serviço, não havendo mais cobrança de assinatura ou qualquer valor referente à prestação do serviço; 45 dias após o vencimento, o usuário também deixa de receber chamadas, e, se nesse prazo continuar inadimplente, a prestadora pode rescindir o contrato. Apenas após a rescisão contratual - e passados 15 dias da notificação ao assinante - a prestadora poderá encaminhar o nome do devedor a serviço de proteção ao crédito.

Mais detalhes sobre as novas determinações, aqui.

Quem nunca sofreu na mão de empresas de telefonia, que atire o primeiro celular. Tem mais coisa boa vindo aí: em agosto, conforme já avisei aqui no blog, entra em vigor o calendário da portabilidade numérica. Será que nossa penosa vida de usuários de telefonia móvel enfim melhorará?

Pesquise preços de: celulares desbloqueados , celulares GSM, celulares 3G

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Telecom às 01:58 AM | Comentários (51) | Citações

dezembro 18, 2007

Espelho, espelho meu, existe alguém no mundo que precise mais de 3G do que eu?

O áudio do CBN Debate está prontinho, e embolorando aqui no meu HD. Dois hotspots da Vex, um num Fran's e outro num posto Esso, não estão logando. Agora vim até o Shopping Cidade mas a rede cai o tempo todo e não consigo finalizar o upload.

Tudo isso porque não tenho banda larga na minha casa. A única empresa que presta esse serviço, a Brasil Tudo isso porque não tenho banda larga na minha casa. A única empresa que presta esse serviço, a Brasil Telecom, está em pendenga judicial comigo porque queria me cobrar R$ 230,00 pelo link de 1 MB (contra os R$ 119 oferecidos). Sendo que nos lugares da cidade onde NET e GVT disputam clientes, o link de 1 MB custa R$ 60.

Mesmo que eu não fosse turista na minha própria casa, já que ando viajando muito, me recusaria a ser extroquida pela Brasil Telecom. Não vou morrer por causa disso.

Até um tempo atrás, subia tudo usando meu EDGE da Claro. Mas nem sempre dava certo. Quando deixava tudo subindo de madrugada, freqüentemente os uploads davam problema, ou por time-out ou não prosseguiam por causa da baixa latência...

Alguém aí em Curitiba me empresa uma conexão para subir o podcast? Enquanto isso, vou tentar acompanhar a quantas anda o leilão de 3G da Anatel. Assim que as novidades forem pintando, posto tudo no Twitter, uma vez que esses leilões costumam demorar dias. Espelho, espelho meu, existe alguém no mundo que precise mais de 3G do que eu? Sei que eu não sou a única a padecer de falta de conexão decente nesse país, mas para quem mantém blog, podcast e logo logo, videocast, isso beira o masoquismo.

Pesquise preços de: modem USB 3G, celulares 3G, roteadores wi-fi

postado via wi-fi

escrito por Bia Kunze em Telecom às 01:24 PM | Comentários (25) | Citações

Espelho, espelho meu, existe alguém no mundo que precise mais de 3G do que eu?

O áudio do CBN Debate está prontinho, e embolorando aqui no meu HD. Dois hotspots da Vex, um num Fran's e outro num posto Esso, não estão logando. Agora vim até o Shopping Cidade mas a rede cai o tempo todo e não consigo finalizar o upload.

Tudo isso porque não tenho banda larga na minha casa. A única empresa que presta esse serviço, a Brasil Tudo isso porque não tenho banda larga na minha casa. A única empresa que presta esse serviço, a Brasil Telecom, está em pendenga judicial comigo porque queria me cobrar R$ 230,00 pelo link de 1 MB (contra os R$ 119 oferecidos). Sendo que nos lugares da cidade onde NET e GVT disputam clientes, o link de 1 MB custa R$ 60.

Mesmo que eu não fosse turista na minha própria casa, já que ando viajando muito, me recusaria a ser extroquida pela Brasil Telecom. Não vou morrer por causa disso.

Até um tempo atrás, subia tudo usando meu EDGE da Claro. Mas nem sempre dava certo. Quando deixava tudo subindo de madrugada, freqüentemente os uploads davam problema, ou por time-out ou não prosseguiam por causa da baixa latência...

Alguém aí em Curitiba me empresa uma conexão para subir o podcast? Enquanto isso, vou tentar acompanhar a quantas anda o leilão de 3G da Anatel. Assim que as novidades forem pintando, posto tudo no Twitter, uma vez que esses leilões costumam demorar dias. Espelho, espelho meu, existe alguém no mundo que precise mais de 3G do que eu? Sei que eu não sou a única a padecer de falta de conexão decente nesse país, mas para quem mantém blog, podcast e logo logo, videocast, isso beira o masoquismo.

Pesquise preços de: modem USB 3G, celulares 3G, roteadores wi-fi

postado via wi-fi

escrito por Bia Kunze em Telecom às 01:24 PM | Comentários (25) | Citações

dezembro 12, 2007

Operadoras que apresentaram propostas para o leilão de 3G

Ontem foi o último dia para as operadoras apresenatarem documentação para participar do leilão de novas redes 3G no Brasil.

Como já estvávamos esperando, todas as empresas de telefonia celular apresentaram propostas: Brasil Telecom, Oi, Claro, Vivo, TIM, CTBC... e até a Nextel!

O leilão será semana que vem, dia 18. Agora é esperar para ver quem pega o que. Serão 36 lotes de licenças de tecnologia 3G ao preço mínimo de R$ 2,8 bilhões. A briga vai ser boa!

Pesquise preços de: HTC S711, HTC Touch, Nokia N95

postado via wi-fi

escrito por Bia Kunze em Telecom às 03:13 PM | Comentários (11) | Citações

novembro 21, 2007

Testes de velocidade e modem 3G da Claro

Você pode ainda não estar a fim de trocar de celular ou smartphone por um 3G. Mas a idéia de se ter um modemzinho 3G para usar no seu notebook em qualquer lugar pode ser bem tentador, não? A Claro está vendendo duas opções: uma plaquinha PCMCIA (modelo Huawei E660A, à esquerda na foto acima) e um modem USB (modelo USB Giant D301, à direita).

É importante lembrar que as entradas PCMCIA estão entrando em extinção. Os modelos mais novos de notebooks não a trazem mais, sendo substituída por outros padrões em prol da leveza dos computadores portáteis. Nesse caso, modems USB parecem bem mais interessantes, graças à universalização desse tipo de conector.

O leitor Fábio Andrade diz ter sido o primeiríssimo de Brasília a ter o mini-modem USB. E mandou para nós algumas fotos e capturas de tela com medidores de velocidade, além de sua avaliação pessoal dessas primeiras semanas de 3G:

"A Claro queria mais de R$ 300 no modem. Levei minha conta da Brasil Telecom e da Net e eles acabaram me dando, com fidelidade por 15 meses. Ninguém da loja sabia configurar o modem, aguardei mais de uma hora até aparecer um santo do suporte que soubesse. Três pessoas tentaram antes dele, sem sucesso."

Fábio diz que a rede ainda é instável demais, pois a cada 2 vezes que tenta usar, uma não está no ar. Mesmo assim, ele se mostra satisfeito e aguarda a estabilidade da rede: "Optei pelo plano de 1 MB, mas o máximo que consegui, como vocês pode ver nos dois screenshots a seguir, foi 616 kbps. A média tem sido uns 300 kbps, não é o que prometem, mas já é um adianto de vida para usuários móveis. Já usei 2 vezes o Skype na rua com meu notebook (um Vaio UX) e funcionou muito bem! O mini-modem vem com um cabinho e um adaptador USB, que achei muito curto e troquei por um maior."

Não é só em Brasilia, Fabio. Outro leitor do blog, o Rodrigo Bertoli, fez a medição em Recife e mandou o o seguinte screenshot com o resultado, bastante semelhante com o que você tem obtido:

Se você depende de conexões móveis para trabalhar, Fábio recomenda ter mais uma operadora , já que a rede sai do ar direto. "É aquele mistério sempre na hora de ligar" diz ele. "Será que funciona?"

Faço coro com o Fábio nesse sentido, como vocês, leitores do blog, sabem muito bem. O EDGE da Claro não dá conta das atividades mais robustas. Então, infelizmente ainda mantenho minha assinatura da Vex, mas se ela estará no ar no hotspot que escolhi, é sempre um mistério.

Para quem deseja usar o serviço, a Claro oferece a placa ou o modem em duas opções de planos: R$ 69,90 por mês para velocidade de 500 Kbps ou R$ 99,90 para velocidade 1 Mbps, ambos com tráfego ilimitado. O serviço estará disponível desde o dia 14 nas regiões metropolitanas de Brasília, Recife e Fortaleza. Ontem, começaram as atividades em Porto Alegre. Mês que vem, em São Paulo e no Rio.

Além do Fábio e do Rodrigo, agradeço também ao José Frederico Viana, que mandou mais informações e links com as imagens do modem e da placa da loja da Claro, além das fotos dos aparelhos vendidos, que estão lá no meu Flickr.

Vou repetir algo que já falei aqui antes: quem já tem celular 3G não deve se apressar. No futuro a Claro deve oferecer seus serviços, também na freqüência de 2100 MHz, bem como TIM, Vivo, Oi... é questão de esperar os leilões que se iniciam mês que vem. Postarei tudo a respeito aqui no blog.

E, para encerrar: quem experimentar o serviço pode mandar suas impressões e screenshots para bia arroba garotasemfio.com.br. Recomendo que usem o site http://www.dslreports/mspeed para fazer seus testes de velocidade. O site é compatível com celulares e smartphones, e fornece comparativos com a média de vários provedores mundo afora.

Pesquise preços de: HTC TyTN II, Modem 3G Claro, Nokia N95

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Telecom às 12:35 PM | Comentários (152) | Citações

novembro 17, 2007

Aparelhos para o 3G da Claro

Apesar do feriadão, o pessoal não me poupou e encheu meu inbox pedindo dicas de aparelhos que funcionem com a rede 3G recém-inaugurada da Claro. Assim, decidi escrever esse post para sanar algumas dúvidas básicas e esclarecer alguns detalhes técnicos, antes que a galera saia comprando aparelhos a torto e a direito por aí...

E, em primeira mão e exclusivo para os leitores do GSF, os novíssimos smartphones da Nokia e da HTC prontos para 3G que estarão à venda no Brasil em breve.

Para começo de conversa, a nova rede de terceira geração da Claro é do tipo WCDMA 850 MHz (nada a ver com CDMA, por favor!) Se você já tem um aparelho GSM compatível com 3G, consulte o manual dele (ou o site da fabricante) para saber se ele suporta essa banda.

Um detalhe técnico: 800 e 850 MHz na verdade são a mesma banda de frequência, mas o GSM 850 não é compativel com o GSM 900 usado na Europa e na Ásia, apesar da diferença numérica pequena. Portanto, um aparelho que tem apenas 850 não pode operar numa rede de 900, e vice-versa.

Se você já tem um celular ou smartphone GSM compatível com 3G, mas que não suporta 850 MHz, vá com calma, isso não significa que seja preciso trocá-lo! A frequência de 2100 MHz é bem mais comum e é justamente a banda que ainda está para ser leiloada pela Anatel. É difícil dizer quando será esse leilão, uma vez que eles vivem sendo adiados. Mas em princípio, está marcado para o dia 18 de dezembro.


Aparelhos 3G

Eu, pessoalmente, pretendo esperar novos aparelhos e leilões. Até porque em São Paulo o 3G só deve chegar em dezembro, e em Curitiba, sabe Deus. Mas como o fim de ano está aí, vou antecipar algumas dicas: se você quer aproveitar seu 13º e o Natal para importar um aparelho, ou para aproveitar a baixa do dólar ou porque vai viajar, tente pegar um que suporte tanto 850 quanto 2100 MHz. Na prática, você terá mais opções de operadoras, uma vez que TIM, Vivo, Oi, entre outras, já estão na corrida para o 3G também.

Se você pretende trazer um smartphone de fora, e gosta de Windows Mobile, considere o HTC TyTN II, o melhor e mais completo modelo dessa plataforma atualmente. Lembrando que esse é o nome europeu, nos EUA ele é vendido como HTC Tilt 8925. Sendo quadri-band, suporta tanto redes de 850 quanto 2100 MHz.

Para quem gosta de Symbian, a melhor opção continua sendo o Nokia N95. Mas é preciso tomar cuidado onde você irá comprá-lo. Há uma versão européia e uma americana, cujas diferenças são justamente nas bandas suportadas. Tudo vai depender de qual operadora você é ou será cliente. Agora também temos o N82, mas o preço dele em euros está bem proibitivo por enquanto...


Aparelhos que serão lançados no Brasil

E por falar em N95, uma má notícia para os usuários brasileiros que compraram o N95 aqui: ele não é compatível com o WCDMA 850 MHz da Claro. Mas a Nokia anunciou essa semana uma nova versão do N95, diferente da comercializada até agora, que é compatível apenas com redes de 2100 Mhz. Além da freqüência, o novo N95 traz pequenas diferenças de cor (versões preta e marrom) na parte traseira e lateral do telefone e de detalhes externos da câmera. A bateria também foi aperfeiçoada e alcança um tempo de duração maior.

Para quem não quer gastar os tubos com o N95, outros 2 aparelhos da Nokia compatíveis com a rede 3G da Claro são o novo 6120, reedição de um modelo clássico da Nokia (que promete bom custo-benefício rodando Symbian S60 e trazendo câmera de 2 megapixels) e o Nokia 3555, um celular mais básico.

Outros dois aparelhos 3G, que já estão à venda na Claro, são o celular LG MU500 e o smartphone Treo 750 (Windows Mobile).

Para quem quer um Windows Mobile poderoso, o HTC TyTN II ganhará uma versão brasileira e deve estrear na Claro até janeiro de 2008. Essa informação é oficial, confirmada pela HTC Brasil, e exclusiva para os leitores do blog Garota Sem Fio. Se bem que, em julho, quando a outsourcing da HTC chegou no Brasil, eu já havia adiantado que o Kaiser era um dos aparelhos que seriam lançados aqui.

P.S.: saindo um pouco do mundo do 3G, gostaria de fazer algumas observações. Continuo recebendo um monte de mensagens de gente perguntando do HTC Touch. A informação de que ele será lançado apenas em 2008, conforme algumas pessoas dizem, não procede. As data oficiais da HTC Brasil prevêem o Touch nas lojas já para as vendas de Natal. Por parte da Nokia, N81 e o tablet-linux N800 continuam confirmados para estrearem por aqui ainda esse ano.

P.S. 2: Para quem quer testar a recém-inaugurada rede 3G da Claro: segundo apurei, ao contrário do GPRS / EDGE, os usuários não conseguirão usar o 3G se não tiverem adquirido um dos pacotes de dados 3G à venda (500 kbps a R$ 70 / mês e 1 MB a R$ 100 por mês). Também segundo a Claro, esses planos 3G não têm a limitação de 2GB presente nos planos "normais" vendidos até agora. Quero só ver ;)

Segunda-feira eu trago mais novidades e fotos dos bichinhos citados aqui. Bom fim-de-semana para todos!

Pesquise preços de: HTC S711, HTC Touch, Nokia N95

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Telecom às 11:54 AM | Comentários (139) | Citações

novembro 13, 2007

Finalmente chegou o nosso 3G!

Defasadíssima em relação ao resto do mundo, finalmente nossa 3G deu as caras.

A Claro anunciou hoje, numa coletiva de imprensa, o início da comercialização de seu serviço de 3a geração, a partir de amanhã, nas regiões metropolitanas de Brasília, Recife e Fortaleza. A Telemig, para não ficar atrás, antecipou sua rede 3G e também já está comercializando pacotes de serviços de dados nas novas velocidades.

Shame on you, Anatel. Enquanto lá fora as operadoras GSM já exploram suas redes de 3a geração há pelo menos quase 2 anos, na Ásia a Samsung já apresentou seus aparelhos para a segunda geração do WiMax.

Ah, a rede 3G da Claro já estava pronta faz tempo, conforme eu disse aqui no blog faz tempo.

Aparelhos

Antes que a galera de Brasília, Fortaleza e Recife se afobe tentando usar a rede 3G da Claro, vale lembrar que a frequência que a operadora está usando é a de 850 MHz, que já era dela, usada para TDMA. Com a entrada do 3G, anuncia-se a morte do TDMA, portanto. Por isso que ele conseguiram a dianteira.

A Claro está disposta a pegar também a de 2100 MHz. Mas teremos que esperar os tais leilões. O que a Anatel anda fazendo da vida? O que estão esperando?

Em dezembro, iniciam-se as atividades também em Porto Alegre, Rio e São Paulo.

Se você tiver um aparelho compatível com 3G, que aceite a frequência de 850 MHz, e estiver nas cidades de Recife, Fortaleza ou Brasília, mande uma imagem da sua tela para mim, que eu publicarei no blog. O mesmo vale para a galera de Telemig em BH.

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Telecom às 08:18 PM | Comentários (24) | Citações

novembro 07, 2007

Análise do Nokia Nseries (r)evolution

Eu já havia comentado aqui no blog que, assim como a Apple virou uma empresa de entretenimento audiovisual, a Nokia está se firmando como uma empresa de internet móvel colaborativa.

No Nokia Nseries (r)evolution, recém-ocorrido em Buenos Aires, a empresa mostrou para a América Latina que ela já alcança consideráveis índices de penetração de internet com relação ao resto do mundo. Preços acessíveis têm um papel importante na sustentação desse crescimento.

E o que os latino-americanos mais gostam de fazer na internet? Conversar, compartilhar fotos e participar de redes sociais, mostram os números. É o público ideal para o Ovi, que, mais que meramente um portal, a Nokia anuncia como um ambiente. Um ambiente onde pessoas vivem a nova realidade da música, video, podcast, jogos e relações sociais.

O novo N-Gage

Desde os tempos dos primeiros jogos Snake em celulares, os games sempre estiveram dentro do contexto de entretenimento da Nokia. Depois vieram os celulares N-Gage, que arrebanharam fãs pelo mundo. Para quem achava que o N-Gage estava morto, ou pelo menos esquecido, os novos NSeries ressuscitam-no como plataforma, e, desta vez, com fortíssimo caráter participativo - algo que só foi possível com a popularização da internet móvel.

Jogos móveis são mais passíveis de sucesso que os consoles porque as pessoas gostam de jogar nos momentos de tédio, quando aguardam alguma coisa, e nem sempre há opções de passatempo por perto. Os jogos portáteis são simples, práticos, e o melhor, nessa era da convergência, estão sempre disponíveis na palma da mão.

Agora o N-Gage deixou de ser um aparelho e passou a ser uma plataforma de diversão. Depois de instalado no Nokia N81, ou qualquer outro Nserie mais recente, o usuário poderá escolher e baixar jogos de uma loja online móvel. Segundo a Nokia, todos os jogos poderão ser testados por alguns dias antes de serem ou não comprados. Mas o mais divertido é o caráter social do ambiente: pode-se travar competições online com outros usuários do serviço, trocar mensagens com eles, compartilhar conteúdo e participar de rankings e comunidades de gamers. Tudo da telinha do celular.

Nokia Search

Um outro serviço legal que a Nokia está trazendo aos seus usuários é o Search. Os serviços de busca estão se tornando cada vez mais inteligentes: a partir do celular, o usuário pode pesquisar conteúdo relevante não só na internet, mas também dentro do próprio dispositivo. Ficou bem mais fácil procurar contatos, mensagens, música ou qualquer outro tipo de dado.

Uma parceria com serviços locais, no caso do Brasil, com a a ListaOnline, trará para os dispositivos móveis o mesmo mecanismo de busca da consagrada versão da Lista Online presente na internet. Desde restaurantes até médicos cardiologistas, praticamente qualquer produto ou serviço pode ser encontrado em poucos segundos, e em seguida, pode-se traçar uma rota para se chegar lá usando o Nokia Maps. Isso faz toda a diferença do mundo para quem está na rua. É como se as páginas amarelas das listas telefônicas estivessem dentro do celular. A parceria já está em ação e disponível para download aos usuários brasileiros. (falarei a respeito no próximo post)

Nokia Music Store

A indústria da música é bilionária, mas que não está crescendo mais. O perfil do consumidor de música mudou. O futuro sugere que esse tipo de conteúdo não será mais distribuído através de mídias físicas, pois ele deixou de ser produto para se tornar um serviço de internet. E com os filmes, a transformação não será diferente. Ao contrário do que a indústria tradicional enxerga, a crise do audivisual não é um problema, mas uma oportunidade de novos negócios.

A iTunes Store, da Apple, provou que esse modelo de negócios é viável. Basta que se forneça o que o usuário quer a preços competitivos. É fundamental também a simplicidade de gerencimaneto de conteúdo músical entre celulares e computadores.

Nem tudo são flores

Todos esses aparelhos e serviços móveis à nossa disposição são uma maravilha. Porém, com a tecnologia que temos em nossas mãos hoje, poderíamos estar fazendo muito mais. Infelizmente, as gravadoras e as operadoras de telefonia celular ainda são o maior impedimento para a prosperidade desse mundo novo. As políticas de bloqueio de aparelhos e restrições de acesso a serviços colocam em xeque toda essa liberdade que a tecnologia móvel promove em teoria.

O próprio Ovi está sofrendo desse mal, tendo seu acesso bloqueado por certas operadoras européias. Mas o mundo da música é que mais sofre com essas políticas restritivas.

Embora os adolescentes de hoje conheçam bandas alternativas de lugares longínquos, algo que as gerações passadas sequer sonhariam, as gravadoras relutam em ceder seu conteúdo de forma globalizada, estipulando o que deve ser acessado em cada país do mundo. A iTunes Store até hoje não tem versão brasileira. A Apple, as gravadoras e os artistas não entraram num consenso sobre o repertório a ser disponibilizado e as porcentagens de cada parte nos lucros.

A Nokia Music Store já funciona a todo vapor na Europa e está confirmada para estrear no Brasil em breve. Mas ainda não sabemos o quanto a indústria musical vai ajudar ou atrapalhar nesse processo. A (r)evolução está, infelizmente, em modo stand-by.

Essas políticas de bloqueios são mesmo necessárias nesse novo modelo de negócio? Anssi Vanjoki, vice-presidente executivo e gerente geral de multimídia da Nokia, descoversa e diz que isso não está nas mãos de empresas como a sua. Tudo depende de um bom relacionamento entre os diversos setores envolvidos no segmento da telefonia móvel.

E pelo que tenho notado ultimamente, as Telecoms não gostam de discutir seus modelos de negócios com os usuários. Uma pena. Tudo isso prova que evoluímos muito em tecnologia, mas nas políticas administrativas, continuamos na idade da pedra.


* * *
Nos próximos posts, falarei do Nokia N81, de GPS, do Nokia Saerch, da loja e de música e outros produtos e serviços legais.

Galeria de fotos, aqui.

Pesquise preços de: Nokia N95, Nokia N81, Nokia N76

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Symbian às 09:33 AM | Comentários (10) | Citações

outubro 18, 2007

O ilimitado tem limite!

Vocês sabiam que, na lógica das operadoras de telefonia móvel, o ilimitado tem limite? Isso acontece tanto no Brasil como lá fora. Operadoras como a Verizon afirmam que quem usa mais de 2 GB de tráfego por mês "não está usando sua conexão para fins voltados à mobilidade", seja o que isso lá significa. Por isso passou a monitorar os assinantes de planos ilimitados. Isso é correto? Se eu assino um plano ilimitado, eu deveria poder usar como bem entendesse, não?

Aqui no Brasil, foi a Claro quem assumiu a cara de pau de vez e desafiou os fundamentos da matemática. Conseguiram me fazer dar cambalhotas de tanto rir no teleatendimento.

Eles disponibilizavam um plano ilimitado tanto para pessoa física como jurídica. Pelo menos é o que diziam algumas lojas. Outras dizem que o ilimitado para pessoa física não existe mais. Mas numa loja do Shopping Paulista, disseram que tinha, por R$ 140 / mês. Porém, de volta para Curitiba, ao ligar no atendimento, disseram que tinha o ilimitado a R$ 99 / mês. Só que tem um “teto” de 2 GB. Heim?!?!

Bom... Pra resumir a lenga-lenga, na minha ativação de dados na linha de Sampa, a mocinha que me atendeu disse que eu poderia estar habilitando o plano ilimitado sem problemas, mas o teto é de 2 GB de transferência por mês. Jesus, Maria e José! Isso é para fazer qualquer matemático comer capim pela raiz quadrada...

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Telecom às 01:26 PM | Comentários (47) | Citações

setembro 18, 2007

Um passarinho me contou...

... uma notinha exclusiva para os leitores do GSF: a rede de dados da Claro já está toda migrada para 3G, prontinha para funcionar. E o lançamento será dia...

... 21, próxima sexta-feira, em Brasília. Obviamente o serviço não estará disponível para nós, agora precisa de regulamentação. A rede nem está aquelas coisas, foi feita meio na correria, com o objetivo de ganhar a dianteira e garantir os holofotes antes da Vivo - outra que está com a migração a todo vapor. O lançamento será em Brasília, mas o pessoal da Claro quer 3G em todo o país até o fim do ano.

E a Claro ainda vai anunciar que disponibilizará uma série de serviços legais para sua terceira geração, como videoconferência de celular para celular, por exemplo... mas... não posso falar mais nada por enquanto... o passarinho já voou...

Pesquise preços de: Nokia N76, Nokia N95, celulares Claro

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Telecom às 06:55 PM | Comentários (40) | Citações

setembro 09, 2007

Revista Veja faz confusão sobre 3G

Quando se trata de produtos de tecnologia, vale a pena comprar agora ou é melhor esperar um pouco mais por produtos mais avançados e de preço menor? A revista Veja publicou na edição dessa semana (12 de setembro) uma lista de itens tecnológicos cobiçados por brasileiros (smartphones, câmeras digitais, MP3 players, TVs de plasma e LCD etc) sob a análise de especialistas dando seu parecer.

Está na seção Guia Veja, de Monica Weinberg, página 122.

No item "smartphones", a pisada na bola foi feia:

O texto é contraditório. Enaltece a tecnologia 3G que está para chegar, mas sugere um aparelho CDMA - o MotoQ. Está na cara que a revista confundiu a rede 3G, que usa os protocolos HSDPA/WCDMA, com a atual rede EVDO da tecnologia CDMA.

Sei que quando se trata de "terceira geração", tudo cai no mesmo balaio por causa das velocidades teoricamente obtidas. Mas são tecnologias muito distintas. WCDMA não tem nada a ver com CDMA. Está relacionada a redes GSM. Tanto que a rede GSM da Vivo, recém-implantada, está sendo já preparada para oferecer futuramente serviços 3G nesse padrão: WCDMA.

Na página 104, uma matéria da editoria de Tecnologia ("Falar é o que menos interessa"), a mesma confusão acontece: "No Brasil, a variedade de funções do celular deve ganhar novo impulso no próximo ano, com a expansão da rede de telefonia móvel de terceira geração, conhecida pela sigla 3G. A oferta maciça da tecnologia 3G depende de licitação de freqüências por parte da Anatel, processo cujo início é previsto para este mês. Hoje, apenas a Vivo oferece essa tecnologia de forma parcial em 28 cidades." O texto mais confunde do que esclarece os leitores leigos, que podem fazer a seguinte indagação: se as freqüências de exploração do 3G ainda estão para ser licitadas, como é que a Vivo já usa?

Se a própria Vivo hoje assume que o CDMA está em vias de extinção no país, reduzindo seu portfolio de smartphones CDMA a quase nada e investindo cada vez mais em GSM (detalhes aqui), recomendar o MotoQ CDMA a essas alturas é uma tremenda pisada na bola. A revista está recomendado um aparelho obsoleto, que não só não é compatível com as futuras redes 3G GSM como já tem sucessores à venda lá fora - o Moto Q9.

No comentário final, o Guia Veja diz que é melhor "não comprar os modelos top de linha atuais" (quais?) pois "são caros e incompatíveis com a tecnologia de terceira geração". Não dá nem para saber do que esse parágrafo está tratando. Se você comprar um aparelho GSM que suporte redes 3G, como o HTC TyTN ou o TyTN II, ele funcionará aqui nas redes GPRS/EDGE. O que importa para um aparelho funcionar aqui no Brasil são as freqüências em que ele opera, e não simplesmente qual tecnologia usa.

Ok, ok! Os leigos não estão a fim de compreender as minúcias dessa sopa de letrinhas do mundo da tecnologia. E eu nem vou me ater a isso, explicando detalhes, pois usuário final está se lixando para UMTS, CDMA2000, WCDMA e HSDPA. O que importa esclarecer a respeito das matérias da Veja, para nós usuários finais, é que o 3G que a Vivo vende hoje, usando sua rede CDMA, não é o mesmo 3G das redes GSM, que está para ser licitado e, rezemos, pode entrar em funcionamento no 2º semestre de 2008. Essa sim, uma tecnologia muito mais difundida mundialmente, com aparelhos e serviços bem mais baratos e compatíveis. Não é isso que de fato nos interessa?

Pesquise preços de: MotoQ CDMA, MotoQ GSM, Vivo Zap

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Telecom às 05:51 PM | Comentários (27) | Citações

setembro 04, 2007

3G para os gaúchos

Os gaúchos, pelo visto, serão os primeiros brasileiros a contar com rede 3G de celular!

Além dos testes que a Claro já iniciou (obrigada, Alexandre, pelo link) a TIM também está a mil em Porto Alegre. O leitor Eduardo Farias, gaúcho, mandou o screenshot acima, relatando que já é a segunda vez que aparece o iconezinho "3G" no lugar do "G", em seu Nokia E61.

Nossa, acho que ninguém mais no Brasil espera mais essa rede 3G do que eu. Estou órfã de banda larga desde fevereiro, usando só o EDGE da Claro e os hotspots da Vex. Bem, Vex quando funciona ou quando tem tomada por perto, né?

E por falar em Claro e TIM, as duas estão me deixando enfurecida em Sampa. Estou em vias de fechar um plano de voz e dados no pós-pago (por enquanto meu chip é pré até eu cancelar o plano de Curitiba) mas ambas INSISTEM em me obrigar a ficar 12 meses fidelizada mesmo sem comprar nenhum aparelho. Isso é certo ou posso denunciar esses mercenários à Anatel?

Pesquise preços de: Nokia E61, Nokia E62, acessórios para Nokia e Symbian

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Telecom às 10:04 PM | Comentários (34) | Citações

julho 30, 2007

Ó Santa Ifigênia, olhai por mim!

É falta de vela? De oração? Já sei, vou fazer uma novena!

Ó Santa Ifigênia, cuide dessa pobre alma que mal consegue trabalhar e blogar! Meus leitores já estão achando que fui abduzida!

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Telecom às 03:53 PM | Comentários (18) | Citações

julho 27, 2007

Só para constar...

Já faz um mês que encomendei o Modem Yiso da Vivo. Me prometeram 7 dias. Falei que estava tranqüila, bastava que me entregassem até eu viajar, ou seja, eles teriam quase 15 dias.

Bem, viajei, fiquei um tempão fora, voltei, e nada ainda. Adivinhem se estou surpresa? De qualquer forma, vou ligar de volta mandando cancelar tudo.

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Telecom às 08:51 AM | Comentários (33) | Citações

julho 24, 2007

Vivo não vai mais vender celulares CDMA?

É esse o boato que corre por aí. Porém, mais do que mera especulação, há algumas evidências que isso possa mesmo acontecer.

Ninguém na Vivo confirma nem desmente nada, mas quem entrar na loja online da Vivo verá que os celulares CDMA não estão mais lá. Entrem na seção CDMA e vocês só verão as placas do Vivo Zap, o MotoQ e um ou outro gato pingado com EVDO. Até os popularíssimos V3 sumiram!

A Vivo não vai mais vender mais celulares CDMA? Só GSM?

Sou suspeita para falar sobre qual tecnologia eu prefiro, pois já falei (e muito) das dores de cabeça que a Qualcomm, dona da patente da tecnologia CDMA, impõe a operadoras e fabricantes. Vocês devem se lembrar dos bloqueios de bluetooth e funcionalidades "capadas". Fora os altos custos com royalties, resultando em aparelhos e serviços mais caros.

Se CDMA é melhor que GSM, ou o contrário, bem... já tivemos posts aqui no blog que se transformaram em ringue, onde defensores de cada lado expuseram seu ponto de vista ardorosamente.

Acho que não é o caso de discutir quem é a melhor. O que acaba prevalecendo sempre é a vontade do mercado, onde o GSM é a esmagadora maioria. A Vivo não é boba, entrou nessa de GSM para abocanhar mais mercado. Mas se, a exemplo provável da Vivo, as operadoras estrangeiras também querem abandonar o CDMA, não dá para ter certeza. Embora a Nokia já tenha desistido de fazer celulares CDMA, isso não é regra. Smartphones continuam surgindo aos montes, para ambas as redes. Já se fala até no lançamento de uma versão CDMA do HTC Touch.

E até onde eu sei, a Vivo continua investindo pesado na expansão da sua rede de dados em alta velocidade, o EVDO. Talvez seja essa a estratégia: explorar a rede de voz em GSM, em especial para as classes C e D, e deixar as redes de dados do CDMA para o corporativo. Mas é só um palpite.

E vocês, comprariam um celular CDMA hoje?

Pesquise preços de: MotoQ, Vivo Zap, modems wireless

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Telecom às 04:35 PM | Comentários (43) | Citações

julho 18, 2007

Quanto você gasta em tráfego de internet móvel?

Muitos usuários e leitores estão me escrevendo e postando comentários com dúvidas bem recorrentes: "Quanto eu gasto de banda no meu notebook? Que plano e que operadora contrato? Será que 1 GB é suficiente?"

Cada pessoa tem suas próprias necessidades de uso. O grande desafio é descobrir a de cada um.

Não só a quantidade de dados, mas também a velocidade de conexão também influencia na decisão. Para a maioria das tarefas básicas, como sites, e-mails e messengers, um plano GPRS / EDGE de uma operadora GSM (TIM, Claro, Oi, Brasil Telecom etc) dá conta. Palavra de quem está vivendo só de EDGE há 5 meses, embora não por vontade própria. Porém, para ver vídeos e ouvir música online, usar programas de VoIP ou fazer muitos downloads e uploads, ainda é melhor uma conexão EVDO, proveniente do CDMA da Vivo. Mas além de ainda não estar disponível em todos os lugares (a maioria da área de cobertura ainda é via 1xRTT), a velocidade varia muito conforme o dia e há muitas instabilidades, como quedas constantes.

Há vários ótimos sites que medem a velocidade da conexão de dados, como o Numion ou o Mobile Speed, meu favorito, que sempre uso para medir velocidade e latência quando estou em celulares, PDAs e smartphones.

Além dos hábitos de navegação, o sistema operacional também influencia muito no gasto de banda. Windows gasta muito mais que Mac e Linux. Além de todos os processos que rodam em background sem a gente ver (como updates), firewall e antivírus são consumidores vorazes e grandes vilões das contas de dados. Em contrapartida, os sistemas operacionais de dispositivos móveis - Palm OS, WM e Symbian - são extremamente econômicos.

Mas qual plano contratar? 200 MB dá para fazer o que? 1 GB está bom ou será preciso um plano ilimitado? Minha sugestão: se você tem um notebook e quer contratar um plano de dados com modem para notebook, usem em sua conexão habitual um aplicativo que monitore todo o seu tráfego. Vai ajudar muito na sua tomada de decisão.

Para avaliar a quantidade de dados trafegados, sugiro o freeware NetStat Live, que já usei muito e funciona em Windows. Para Mac, a dica é o Surplus Meter (obrigada, Gui), igualmente gratuito. E por fim, se você usa Linux, experimente uma das dezenas de opções sugeridas aqui, de acordo com sua distribuição e preferências de uso, como modo console. Alguém saberia me dizer qual delas é a mais user-friendly para uma usuária eventual de Ubuntu como eu?

Nos sistemas móveis também dá para controlar tudo isso. Para WM Pocket PC, o melhor é Spb GPRS Monitor, na minha opinião o melhor da categoria. É shareware, mas hoje já acompanha alguns modelos da HTC nativamente. Ele não só monitora a quantidade de dados trafegados, como também calcula, na sua moeda, o total gasto, baseado nos informações de preço que você colocar nas configurações do programa. E mais, gera gráficos de tráfego por hora, dia ou mês, e os relatórios podem ser exportados para arquivo.

Para Windows Mobile para Smartphones (Standard, sem touchscreen) a dica é o GPRS Traffic Monitor. Para Symbian, temos o Stat Monitor. E para quem usa Palm OS, há o TrafficStat. São todos aplicativos pagos, mas excelentes e bem completos. Quem conhecer alternativas gratuitas, fique à vontade para sugerir nos comentários.

Pesquise preços de: acessórios para Palm, acessórios para Pocket PCs, acessórios para Nokia e Symbian

postado via wi-fi

escrito por Bia Kunze em Web às 05:08 PM | Comentários (45) | Citações

julho 16, 2007

O modem xingling da TIM

Recebi nos últimos dias uma enxurrada de comentários e emails falando de um outro modem USB que a TIM está oferecendo, um chinês chamado Huawei E220.

A maioria dos e-mails queixa da qualidade duvidosa e da fragilidade do produto chinês. Bem, em contrapartida eu só tenho elogios para o modem da Telsec / Siemens que estou resenhando aqui no blog, inclusive nos cuidados com o usuário final e a preocupação com os drivers corretos. O Huawei E220 só vem com drivers para Windows.

Talvez eu arrume um desses para teste também, mas, para não ficar só nas questões técnicas, vale lembrar que a TIM comprou um baita lote desses modems chineses por um preço baixíssimo. Sabem como são as coisas made in China, né? O oposto do modem da Telsec, uma empresa nacional, que o desenvolveu pensando nos usuários brasileiros, usando a tecnologia parceira da Siemens.

Outra coisa: para quem faz o plano de dados com a TIM, a escolha do modem é indiferente - você pagará a mesma coisa (ou não, pois alguns pacotes dão o modem de graça) independente do modelo. Assim, por enquanto sugiro que vocês escolham o "ovinho cozido" da Telsec, que tem qualidade bem superior e é muito mais amigável para leigos.

O meu modemzinho está com o Gui Leite, que fará testes na plataforma Mac, e posteriormente, avaliaremos o desempenho dele no último sistema que falta, o Linux.

Pesquise preços de: PCs com Linux, notebooks com Linux, softwares Linux

postado via wi-fi

escrito por Bia Kunze em Acessórios às 10:08 AM | Comentários (91) | Citações

julho 13, 2007

Nem a Vivo tira meu humor

Quando decidi assinar o serviço Vivo Zap no final do mês passado, avisei o consultor que queria o modem USB em minhas mãos antes de eu viajar para SP, dia 13.

O moço disse que não era para eu me preocupar, que o prazo seria uma semana, ainda mais porque o modem Yiso que pedi estava em estoque. Excelente. Mas fui enfática: não me importo que o prazo seja 5, 7 ou 10 dias. Só quero que dia 12 à noite eu esteja com o modem em mãos. Mais de 20 dias de prazo.

O tempo passou e nada do modem chegar. Anteontem procurei o consultor outra vez e ele disse que meu contrato já estava no sistema (lógico) e era só questão de esperar. Não me abalei. Já sabia que que viajaria sem o modem. Ou vocês acham que eu acredito em promessa de operadoras? Mas prometi a mim mesma que não me estressaria.

Só tem um porém: se me ligarem essa semana querendo me entregar o bendito, terei que fazer força para não descer das tamancas. Vão esperar até o fim do mês, pois avisei desde o início que passaria mais de 10 dias fora. E se vierem com conta cobrando o período em que ainda estou sem o dito cujo, bem, aí não farei força alguma para descer das tamancas.

A semana foi complicada. Além de trabalhando que nem doida até 20 ou 21h, para poder passar 10 dias fora (profissional liberal é assim), adoeci, dormi mal, estou tomando um monte de remédios, desanimei total com a Vex (nada de subir podcast por enquanto), o EDGE da Claro mal passou dos 60 kbps, não consegui blogar quase nada. E ainda decidi viajar de ônibus ao invés de avião, já que a sorte, ultimanente, anda passando longe. Nem isso: o tiozinho do meu lado fedia cigarro e minha asma despertou.

Mas prometi que nada abalaria meu bom humor.

Eu não acredito em Papai Noel, coelhinho da Páscoa, Saci Pererê, Infraero e operadoras de telefonia. Mas agora que cheguei em Sampa estou me sentindo melhor. Bem melhor!

Pesquise preços de: roteador wireless, modems ADSL, placa PCMCIA wireless

postado via wi-fi

escrito por Bia Kunze em Telecom às 05:54 PM | Comentários (30) | Citações

Nem a Vivo tira meu humor

Quando decidi assinar o serviço Vivo Zap no final do mês passado, avisei o consultor que queria o modem USB em minhas mãos antes de eu viajar para SP, dia 13.

O moço disse que não era para eu me preocupar, que o prazo seria uma semana, ainda mais porque o modem Yiso que pedi estava em estoque. Excelente. Mas fui enfática: não me importo que o prazo seja 5, 7 ou 10 dias. Só quero que dia 12 à noite eu esteja com o modem em mãos. Mais de 20 dias de prazo.

O tempo passou e nada do modem chegar. Anteontem procurei o consultor outra vez e ele disse que meu contrato já estava no sistema (lógico) e era só questão de esperar. Não me abalei. Já sabia que que viajaria sem o modem. Ou vocês acham que eu acredito em promessa de operadoras? Mas prometi a mim mesma que não me estressaria.

Só tem um porém: se me ligarem essa semana querendo me entregar o bendito, terei que fazer força para não descer das tamancas. Vão esperar até o fim do mês, pois avisei desde o início que passaria mais de 10 dias fora. E se vierem com conta cobrando o período em que ainda estou sem o dito cujo, bem, aí não farei força alguma para descer das tamancas.

A semana foi complicada. Além de trabalhando que nem doida até 20 ou 21h, para poder passar 10 dias fora (profissional liberal é assim), adoeci, dormi mal, estou tomando um monte de remédios, desanimei total com a Vex (nada de subir podcast por enquanto), o EDGE da Claro mal passou dos 60 kbps, não consegui blogar quase nada. E ainda decidi viajar de ônibus ao invés de avião, já que a sorte, ultimanente, anda passando longe. Nem isso: o tiozinho do meu lado fedia cigarro e minha asma despertou.

Mas prometi que nada abalaria meu bom humor.

Eu não acredito em Papai Noel, coelhinho da Páscoa, Saci Pererê, Infraero e operadoras de telefonia. Mas agora que cheguei em Sampa estou me sentindo melhor. Bem melhor!

Pesquise preços de: roteador wireless, modems ADSL, placa PCMCIA wireless

postado via wi-fi

escrito por Bia Kunze em Telecom às 05:54 PM | Comentários (30) | Citações

julho 09, 2007

Review: TIM Web Móvel (parte II)

Na segunda parte do review, mostro os testes do serviço TIM Web Móvel no Mac OS X.

Antes de prosseguir, saiba o que é o TIM Web Móvel lendo esse post. A primeira parte do review, analisando o produto no ambiente Windows, está aqui. Vale lembrar que no CD que acompanha o produto, vêm os drivers para Windows 2000, XP e Vista.

O segundo teste foi feito no MacBook do leitor Raphael Riedtmann, a quem agradeço pela gentileza. O aplicativo WellPhone e o driver para Mac, que vêm no CD, utilizam-se de um instalador. Mesmo assim, não houve nenhum problema em instalá-lo, o manual que vem no CD é bem explicativo:

O ícone do WellPhone é adicionado às barras de programas e do sistema:

A janelinha de conexão, a exemplo do aplicativo para Windows, monitora o tráfego de dados recebidos e enviados, mas senti falta de informações mais completas, como o total trafegado. Não encontrei também um gerenciador de SMS, agenda de contatos e outras coisinhas que vi na versão Windows.


Janela de conexão

Vou emprestar esse mini-modem para o Gui Leite, assim ele poderá fazer testes mais completos para os usuários de Mac, inclusive com relação à velocidade e latência do serviço da TIM no interior de São Paulo, algo que os leitores estão me pedindo bastante. Farei testes comparativos com outras operadoras GSM aqui no PR e SP também.

Agora só falta testar em Linux. Aguardem a última parte desse review...

Pesquise preços de: celulares TIM, celulares com EDGE, placas PCMCIA GSM

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Acessórios às 06:18 PM | Comentários (128) | Citações

julho 04, 2007

Review: TIM Web Móvel (parte I)

Na primeira parte do review, mostro os testes do serviço TIM Web Móvel em ambiente Windows.

Antes de prosseguir, saiba o que é o TIM Web Móvel lendo esse post. Vale lembrar que no CD que acompanha o produto, vêm os drivers para Windows 2000, XP e Vista. Na constinuação dessa análise, farei testes em ambientes Mac e Linux.

Instalar e configurar o modem USB TS-9989 é moleza. Basta seguir as instruções do fabricante, inserindo o CD no driver, procedendo à instalação e, em seguida, plugando o modem USB (já com o TIM Chip dentro) no notebook. Uso Windows XP SP2 e não houve contratempos.

Você não tem como usar seu chip para ligações, mas dá para usar perfeitamente para enviar e receber SMS para os contatos armazenados em seu Outlook, Thunderbird ou outro cliente de agenda / e-mails.

O painel principal tem ícones para conexão, browser e cliente de e-mail, mas é possível personalizar sua área de trabalho adicionando outros atalhos. Tudo é bem simples e intuitivo, em poucos minutos o usuários está familiarizado ao ambiente. O painel mostra também o sinal da rede celular e se a rede EDGE está disponível.

Para você não estourar os gastos do seu plano de dados, uma janelinha contabiliza a quantidade de dados recebidos, enviados, taxa de tranferência e total.

Adorei o produto, em especial, no cuidado que o fabricante dispensou em torná-lo o mais amigável possível com usuários leigos. Só achei o modem um pouco grande: equivale à um daqueles mouses pequenos. As portas USB adjacentes a ele ficaram inutilizadas. Também acho que o slot onde vai o TIM Chip poderia ter uma proteção, pois mesmo encaixado ele fica com uma pontinha de fora.

Na continuação dos testes, veremos se a instalação e uso da TIM Web Móvel também é igualmente fácil e intuitiva em Macs e Linux.

Importante: O modem da TIM, bem como os novos planos de dados, NÃO estão disponíveis nas lojas TIM ainda. Recebi o produto, para testes, diretamente do fabricante. O modem e os novos planos chegarão às lojas ao longo do mês de julho. Tenham um pouquinho de paciência. Quando isso acontecer, avisarei aqui no blog!

Pesquise preços de: celulares TIM, celulares com EDGE, placas PCMCIA GSM

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Acessórios às 03:38 PM | Comentários (242) | Citações

junho 27, 2007

Mãos ao alto! Isto é um plano de telefonia móvel!

O iPhone é considerado um aparelho topo de linha, voltado para os exigentes consumidores classe AB. E nisso é levado em conta não só no preço do aparelho, mas também nos planos que o usuário é obrigado a escolher na hora de fazer seu contrato de 2 anos.

A AT&T disponibilizou 3 opções de planos para quem quiser comprar o iPhone:

Esses preços são praticados num país, os EUA, onde as pessoas têm maior poder de compra que o nosso. E tanto o preço do aparelho quanto dos planos são considerados altos, já que são voltados a um público classe A.

Mesmo assim, vamos transportar esses valores à nossa realidade tupiniquim. Lembrando que estamos em tempos de real supervalorizado, no plano mais simples de 60 dólares o usuário agrega 450 minutos em chamadas de voz, 5000 minutos em chamadas à noite e fins-de-semana (!), 200 torpedos SMS e um pacote de dados ilimitado. A título de comparação, o meu plano (que é corporativo) de 450 minutos custa R$ 169,00 por mês. Além disso, pago mais R$ 100 de dados ilimitado. Torpedos SMS são cobrados à parte, assim como DDD, roaming e todo o resto.

Esse é o país em que vivemos, em que trabalhamos 4 meses por ano só para o governo, sem receber quase nada em troca. Somado a isso, vem a ganância das telecoms e a pseudo-concorrência entre elas - notem que hoje todos os canais de telefonia fixa, móvel e TV a cabo do país estão nas mãos de 3 ou 4 conglomerados empresariais.

Não dá um desânimo...?

Pesquise preços de: iPod nano, iPod vídeo, acessórios para iPod

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Telecom às 05:05 PM | Comentários (19) | Citações

junho 25, 2007

Conexão wi-fi nos postos Esso

A Vex fechou parceria com as redes de lojas de conveniência Hungry Tiger e Stop & Shop da Esso e, até o final de 2007, cerca de 250 postos contarão com hotspots para internet sem fio. Ótimo. Agora só falta a Vex funcionar. Saí da faculdade e vim para o Fran's do Shopping Barigui, e, apesar da minha reclamação, a rede continua ausente.

Pesquise preços de: roteador wireless, modems ADSL, placa PCMCIA wireless

postado via wi-fi

escrito por Bia Kunze em Telecom às 12:42 PM | Comentários (7) | Citações

junho 21, 2007

Internet móvel na base da reza

Nos últimos 30 dias, vim 3 vezes ao Fran's do Shopping Barigüi, ao sair da faculdade aqui pertinho para usar a rede da Vex, que assinei há cerca de 3 meses. E nessas 3 vezes, incluindo hoje, a rede estava indisponível.

Os funcionários do Fran's não sabem explicar a coisa muito bem - desta vez, gravei em áudio a conversa e colocarei no podcast de hoje - e o assinante é quem paga o pato. Chato isso, você se desloca pela cidade e ao chegar no local, tem que rezar para a rede estar disponível. E notem, não é um problema específico do dia. A rede do Fran's do Barigüi está há pelo menos um mês sem funcionar, mesmo eu avisando os funcionários, toda vez que ia lá.

Sorte que a praça de alimentação do Shopping tem wi-fi gratuito. Mas não é sempre, às vezes também está fora do ar. Mas por ser de graça, a gente não reclama. Ainda tenho meu plano ilimitado da Claro, se for urgente e tanto a praça de alimentação quanto a Vex me deixarem na mão. Agora me perguntem se eu confio 100% na Claro? Nos dias que gravo o podcast, tenho que rezar para que a conexão se mantenha firme durante todo o upload, senão, tenho que recomeçar do zero.

Não dá para esconder a frustração: um serviço em que pago R$ 50 por mês de assinatura, e as poucas vezes que resolvo utilizar está fora do ar... complicado, né?

Também já reclamei da falta de tomadas. Quando podia, puxava uma extensão dos amplificadores de som que ficavam por ali. No Fran's da Paulista, outro dia, um segurança me deu uma bronca dizendo que não podia usar as tomadas do local no meu notebook. O Rene, que estava comigo, sugeriu que fôssemos então ao Suplicy. E assim foi.

Bem, a Vex é um serviço que eu assinava. Tão logo chegue meu modem da Vivo, cancelo o UOL Wi-Fi. Não vejo a hora. Mas para isso, terei que rezar muito para que o modem chegue no prazo. Dia 13 de julho vou para Sampa, devo ficar um bom tempo dessa vez, e espero já estar com o serviço. Pelo menos a Vivo me prometeu para bem antes, no máximo 2 semanas.

É, meus amigos! Nós, entusiastas da mobilidade, estamos muito bem em termos de hardware! Notebooks leves e velozes, PDAs potentes, smartphones versáteis... mas de que adianta tudo isso se os prestadores de serviço ainda pisam na bola com a gente?

Pesquise preços de: roteador wireless, modems ADSL, placa PCMCIA wireless

postado via wi-fi gratuito da praça de alimentação do Shopping Barigüi

escrito por Bia Kunze em Web às 12:17 PM | Comentários (15) | Citações

Vex liberada hoje!

Aproveite o horário do almoço ou café da tarde hoje e leve seu PDA ou laptop para baixar seus e-mails, usar VoIP ou dar uma navegadinha de graça. Como parte da Semana da Mobilidade, mais especificamente pelo dia da Conectividade Sem Fio, os hotspots da Vex hoje estão disponíveis gratuitamente para todos. Estou saindo do Unicenp, vou passar lá no Fran's do Shopping Barigüi para conferir.

postado via Qtek S200 / EDGE

escrito por Bia Kunze em Telecom às 11:21 AM | Comentários (1) | Citações

junho 19, 2007

O modem USB da TIM, com novos planos de dados

Já falei aqui no blog sobre o modem Yiso USB da Vivo. Enquanto aguardo um exemplar do mesmo para testes, a fim de sanar dúvidas dos usuários leitores do GSF (em especial, Mac e Linux users), eis que surge o modem USB da TIM!

O mini-modem USB TS-9989, desenvolvido pela Telsec em parceria com a Siemens e comercializado aqui no país pela TIM, funciona de uma maneira bastante parecida com o da Vivo, mas obviamente, por ser GSM (850/900/1800/1900 MHz, com suporte a EDGE) a sistemática de uso é bem mais simples: você insere o chip no dito cujo, espeta-o na USB.

Existe uma placa PCMCIA da Sony Ericsson, compatível com chips GSM, que a Claro comercializa, e que funciona da mesma maneira. Porém, a nova geração de notebooks que chega por aí está cada vez menor, e para isso, é necessário abolir a tal porta PCMCIA.

Com a absolência do PCMCIA, as soluções USB devem se tornar padrão daqui algum tempo. Em breve a empresa oferecerá outros modelos, todos usando USB 2.0 ou PC Express.

Características do TS-9989 (foto acima):
- Peso: 43 gramas incluindo tampa, excluindo TIMChip
- Dimensões: 6,4 x 4,7 x 2,2 cm
- Porta padrão USB 2.0
- Acompanha CD com drivers e cabo extensor
- Suporta GPRS e EDGE classe 12
- Sistemas Operacionais compatíveis: Windows 2000, XP, Vista, Mac OS X e Linux - essa eu quero ver!
- Serviços compatíveis: TIM Connect Fast e TIM Torpedo

Estou solicitando um modem desses junto à Telsec Telecom para um test-drive aqui no blog.


TIM revê seus planos e tarifas

Enquanto a Claro e a Vivo (em especial esta) vinham oferecendo planos e tarifas cada vez mais atraentes, a fim de abocanhar o mercado de dados em expansão, a TIM amargava planos caros e pouco versáteis. Falei isso aqui no blog, dei várias brocas públicas e avisei na lista de discussão o que a assessoria da TIM vinha me dizendo desde o começo do ano: que isso estava sendo revisto. Parece que a TIM resolveu se mexer mesmo e lançou novas modalidades na área de dados. Ainda não há um plano ilimitado, mas já é um começo... os preços caíram bastante! Junto com o lançamento do mini-modem, foram feitos planos promocionais para quem adquiri-lo junto com o pacote de dados:

- Plano de 1 GB: R$ 69,90 / mês. Promoção: R$ 49 nos 6 primeiros meses e modem grátis.
- Plano de 250 MB: R$ 29 / mês. Promoção: R$ 19 nos 6 primeiros meses e modem por R$ 199.
- Plano de 40 MB: R$ 19 / mês. Promoção: R$ 9,90 nos 6 primeiros meses e modem por R$ 389.

E se você já é cliente da TIM e está a fim de um bom celular, PDAphone ou smartphone, fique de olho nas revendas, as novas tabelas com os novos planos de dados estão chegando. Junto vem também o HTC S621, vulgo "Dash", que já falei aqui no blog e é o primeiro "smartphone brasileiro", montado na outsourcing da HTC no interior de SP. Logo mais falarei dele aqui também.

Pesquise preços de: HTC S621, HTC Qtek 9100, modems wireless

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Acessórios às 12:09 AM | Comentários (101) | Citações

junho 11, 2007

4 meses

Esse é o tempo que estou vivendo sem banda larga. E com a Brasil Telecom no Procom.

postado via Qtek S200 / EDGE

escrito por Bia Kunze em Telecom às 09:57 PM | Comentários (6) | Citações

junho 04, 2007

Wanessa Camargo, a spammer móvel

Saí da faculdade rumo à minha casa, para comer algo antes de ir para o consultório. Assim que cheguei fui retornar as ligações não atendidas.

No meu chip de SP havia uma chamada oriunda do número 011 91110085. Havia tocado de volta no carro, mas eu estava com o fone bluetooth no número de Curitiba e não atendi.

Já em casa, ligando para o número, só dava ocupado. Há alguns minutos tocou de volta e, achando que era algo importante, larguei o que estava fazendo e atendi.

Era uma ligação da Claro, uma gravação da Wanessa Camargo convidando para participar de um tal Chat Amizade.

Diabos, spam telefônico no celular?! Essas coisas desagradáveis não acontecem com meu plano da Claro de Curitiba. A Claro de SP é mancomunada com o capeta?

Alguém me dá uma dica para onde eu devo mandar a Claro...?

postado via HTC Advantage / EDGE

escrito por Bia Kunze em Telecom às 04:24 PM | Comentários (21) | Citações

maio 29, 2007

Enfim, N95 no Brasil!

Novidades da TIM:

- Mês que vem teremos o N76 e o N95 no Brasil, informação já confirmada pela Nokia. Rápido, não? Parece que é a TIM quem disponibilizará primeiro os aparelhos, depois confirmo a informação. Preços sugeridos: R$ 1.500 para o N76 e R$ 2.500 para o N95.

- A TIM Music Store já está ativa e funcionando. O que posso adiantar: é uma loja de música online, que funciona via portal móvel da operadora. O preço por faixa sai de R$ 3,99 a R$ 5,99, com tarifação de dados cobrada à parte, o que deixa o serviço meio carinho. A não ser que se tenha plano de dados ilimitado (que não existe na TIM) ou se use w-fi. Testarei a novidade em breve e comentarei aqui depois. Eu, particularmente acho esse tipo de serviço muito promissor. Se o iPhone tiver a possibilidade de baixar coisas da iTS, direto, podem ter certeza que isso alavancará todo o negócio de música móvel, no mundo todo, em todas as operadoras e aparelhos, independente de ser iPod ou não. Afinal, a Apple dá as cartas hoje no mundo do entretenimento digital.

Se vocês tiverem dúvidas, postem aqui nos comentários para que eu verifique junto com o pessoal da TIM.

Pesquise preços de: Nokia N73 Nokia N76 Nokia N95

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Celular às 12:48 PM | Comentários (13) | Citações

maio 25, 2007

Vivo Zap, cada vez mais versátil

TIM e a Claro vão comer poeira da Vivo logo, logo, no segmento de dados para pessoa física.

Há meses venho pedindo à TIM que melhore os pacotes de dados para PF e disponibilize um ilimitado. Nada. Agora foi a Claro que acabou com o plano ilimitado.

A Vivo disponibiliza planos ilimitados no CDMA, para smartphones, placas PCMCIA e agora tem até um dispositivo tipo pendrive USB e um router wi-fi! Pois é, você 'habilita' o modem, liga na tomada da sua casa e acessa a web pelo notebook, PDA... depois pode levar o router no trabalho... viagens... é a solução perfeita para quem quer mais de um acesso simultaneamente. Felizes aqueles cobertos por EVDO.

A melhor solução para mim será esse modemzinho USB. Poderei usá-lo em qualquer máquina, até no Frank. Essa versatilidade toda o torna a solução perfeita para quem usa notes ou PCs com Mac ou Linux. Alta versatilidade!

Obrigada à consultora da Vivo, a Angélica, pelas informações. Ela é de uma simpatia ímpar, e o que é melhor, adora tecnologia e entende do negócio. Ah, como isso ajuda! O telefone dela, para quem se interessar, é 013 3221-5332 / 9773-6898.

Pesquise preços de: placa PCMCIA wireless, Vivo Zap, modems wireless

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Telecom às 02:22 PM | Comentários (71) | Citações

Vivo Zap, cada vez mais versátil

TIM e a Claro vão comer poeira da Vivo logo, logo, no segmento de dados para pessoa física.

Há meses venho pedindo à TIM que melhore os pacotes de dados para PF e disponibilize um ilimitado. Nada. Agora foi a Claro que acabou com o plano ilimitado.

A Vivo disponibiliza planos ilimitados no CDMA, para smartphones, placas PCMCIA e agora tem até um dispositivo tipo pendrive USB e um router wi-fi! Pois é, você 'habilita' o modem, liga na tomada da sua casa e acessa a web pelo notebook, PDA... depois pode levar o router no trabalho... viagens... é a solução perfeita para quem quer mais de um acesso simultaneamente. Felizes aqueles cobertos por EVDO.

A melhor solução para mim será esse modemzinho USB. Poderei usá-lo em qualquer máquina, até no Frank. Essa versatilidade toda o torna a solução perfeita para quem usa notes ou PCs com Mac ou Linux. Alta versatilidade!

Obrigada à consultora da Vivo, a Angélica, pelas informações. Ela é de uma simpatia ímpar, e o que é melhor, adora tecnologia e entende do negócio. Ah, como isso ajuda! O telefone dela, para quem se interessar, é 013 3221-5332 / 9773-6898.

Pesquise preços de: placa PCMCIA wireless, Vivo Zap, modems wireless

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Telecom às 02:22 PM | Comentários (71) | Citações

maio 21, 2007

Celular no metrô, sim, mas no interior, não

Ninguém usa celular no metrô por medo de assaltos, correto? Errado. É porque o sinal do celular não chega até o subterrâneo. Ou não chegava.

Pensando nos 3 milhões de paulistanos que usam o metrô diariamente, as três operadoras móveis de São Paulo - Vivo, TIM e Claro - vão se unir e construir uma rede de celular no subterrâneo, de custo total estimado de R$ 15 milhões.

A grande verdade é que, em lugares onde há milhares de pessoas dispostas a usar seu celular, as operadoras estão deixando de lucrar. Assim, 15 milhões rateado em três é fichinha. Enquanto isso, segundo o jornal Gazeta do Povo de hoje, em cidades como Campos Gerais, Maripá e outros 151 municípios paranaenses, nenhuma operadora tem sinal de celular ativo. E todas tiram o corpo fora na hora de justificar esse descaso. Mas o motivo é bem simples: investir em cidades que não dão retorno financeiro é jogar dinheiro no lixo.

Segundo a Anatel, apenas 2 estados brasileiros têm 100% de seus municípios cobertos por telefonia móvel: Rio de Janeiro e Distrito Federal. Em São Paulo, o índice é de 99,38%. Aqui no Paraná, 61,65%.

Em Minas Gerais, a coisa é mais feia. São 412 municípios sem sinal de celular. O estado está tentando mudar esse cenário através de uma parceria público-privada, que deve resolver o problema até o final de 2008.

Está mais do que na hora dos nossos deputados e governantes disctirem com as operdoras um novo modelo de negócios para suprir essa carência. Mais do que levar tecnologia e desenvolvimento à essas microrregiões, a telefonia móvel é uma grande arrecadadora de impostos. Era de se esperar uma postura mais firme dos nossos representantes, não?

E falando em metrô, embarco no final da tarde de hoje para Sampa, para uma viagem rápida - quarta estarei de volta em Curitiba. Como vou de avião e começou a chover, bateu aquele medinho básico. Vou levar comigo meu kit-aeroporto... Mais tarde mostro o kit lá no Flickr.

postado via gprs edge

escrito por Bia Kunze em Telecom às 02:13 PM | Comentários (18) | Citações

maio 15, 2007

Bronca com a Nextel: resolvida

Como não há RSS dos comentários no blog (calma, gente, o Wordpress está chegando!), gostaria de deixá-los a par daquela situação do post "Bronca com a Nextel", queixa do leitor Leandro Muylaert:

Meu berreiro funcionou sem precisar acionar a Nextel. Um atendente muito educado e disposto a ajudar ligou informando que as informações prestadas pelos outros atendentes estavam totalmente erradas. A Nextel está oferecendo o chip avulso, e nessa condição poderão ser utilizados todos os seviços normalmente. Logo em seguida habilitou o serviço de internet ilimitada e o de mapas e rotas. Quem quiser tirar mais alguma dúvida posso ajudar... muylaertmobile@gmail.com, msn: leandromuylaert@hotmail.com

O Leandro, que é advogado, fica tão perplexo com as situações "cabeludas" que lê aqui no blog que tomou uma decisão: logo vai começar um blog sobre direitos do consumidor, focado em produtos e serviços na área de tecnologia, telecoms etc. Ficaremos muito felizes, Leandro, eu e os leitores do GSF. Conte com nosso total apoio!

Pesquise preços de: PCs com Linux, notebooks com Linux, aparelhos Nextel

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Telecom às 08:24 AM | Comentários (15) | Citações

maio 09, 2007

Vivo GSM: com GPRS e Blackberry!

Já vou antecipando a novidade aqui no blog, pois é grande o número de leitores clientes da Vivo loucos para ter um Blackberry. Em breve o Blackberry da Vivo estará disponibilizado na loja online deles, mas já chegou nas lojas centrais.

O modelo disponibilizado é o 8700, que funcionará na rede GSM da operadora.

Isso é uma ótima notícia! A rede de dados GPRS / EDGE da Vivo, que começou inexistente e evoluiu para "capenga", finalmente está se tornando utilizável. Mas lógico, ainda são apenas 6 meses de atuação, o sinal ainda está bem instável, conforme muitos leitores do GSF têm alertado, mas já é um começo. Se a Vivo vai começar a divulgar a rede de dados GSM pra valer em breve, é sinal que já há uma cobertura mínima decente, inclusive de EDGE.

Quem é cliente da Vivo e sempre quis um Blackberry pode parar de ficar sonhando. Tenho certeza que muitos usuários corporativos se enquadram nesse perfil. Dezenas de leitores do blog estufam o peito se dizendo clientes da Vivo desde os tempos da "Telesp Celular" mas nunca puderam usar um smartphone Symbian ou Windows Mobile decente, ou mesmo um Blackberry. Ou até conectar seus Palms a seus celulares por bluetooth, para navegar no PDA. É um desejo antigo, desde que a tecnologia GSM embarcou no país. Migrando para GSM, usuários CDMA poderão manter seus números originais.

O 8700 é quadriband - opera em 850, 900, 1800, 1900 MHz, portanto, fucnionará em qualquer lugar do mundo. Aliás, um parênteses aqui: freqüência de operação é algo *muito* importante se você pretende usar a rede GSM da Vivo. Aparelhos triband ou dualband podem não funcionar nela, pois, diferente das outras operadoras GSM atuantes no país, a Vivo opera na faixa de 800 / 850 MHz. Verifique no manual do seu aparelho se ele suporta redes nessa freqüência. Se suportar, utilize as seguintes configurações:

APN: wap.vivo.com.br
ID do usuário: vivo
Senha: vivo
Proxy / Endereço IP: 200.142.130.104
Proxy / Porta: 80
DNS Primário e Secundário: em branco

O Blackberry estará disponível tanto no corporativo quanto para pessoas físicas. Para pessoa física, o Blackberry estará no pacote "Blackberry Pessoal BIS", com franquia ilimitada de navegação a R$ 69,90 por mês.

Segundo o Adão Mendes, da Vivo, com quem troquei umas idéias, o Blackberry será o único aparelho da Vivo que terá acesso ao WAP e ZAP.

Como eu disse no início, estou antecipando as coisas. Em breve a Vivo iniciará sua campanha de marketing e colocará os aparelhos no site. Aguardem mais um pouquinho para maiores detalhes. Mas quem tiver chip da Vivo GSM e quiser ir testando a rede de dados, fique à vontade para postar suas impressões por aqui, ou mandar screenshots por e-mail. Agora que os usuários estão se aventurando com a rede de dados da Vivo, solicitarei junto à eles um chip e um aparelho, assim poderei ir postando aqui as novidades.

Pesquise preços de: smartphones Blackberry placa PCMCIA wireless

postado via wi-fi

escrito por Bia Kunze em Telecom às 08:36 AM | Comentários (40) | Citações

maio 07, 2007

Bronca com a Nextel

O leitor (e advogado brabo) Leandro Muylaert mandou um e-mail com bronca contra a Nextel. Motivo: a não-habilitação de determinados serviços em aparelhos não comprados na operadora.

Pessoal que se interessa por Nextel: inacreditável o suporte jurídico que essas empresas possuem. Eles sempre deixam a bomba estourar pra depois resolver o problema. Meu smartphone Motorola i930 é importado e comprei um chip avulso da Nextel (sem aparelho deles) pois o custo é muito mais elevado e eles permitem que se adquira somente o chip. Essa semana entrei em contato com a Mextel para habilitar a minha internet e o serviço mapas e rotas e qual foi a resposta? Não posso habilitar pois isso só pode ser feito com aparelhos comprados na Nextel aqui no Brail.

Minha opinião: ILEGALIDADE TOTAL E MUITA CARA DE PAU. Fiquem de olhos abertos. A Nextel está condicionando a venda do produto a prestação de um serviço nas barbas da lei. O serviço deve ser prestado a qualquer um que possua sua linha habilitada, sem qualquer óbice. Eles estão tentando evitar a compra de aparelhos no mercado de forma totalmente ilegal.

Leandro, você tem razão. Semana passada, em Sampa ainda, conversei com uma jornalista da TV Record que fez a mesma queixa para mim. Ela comprou um aparelho por fora e o habilitou, mas só consegue usar o rádio. As demais funções, apesar da empresa oferecer, não podem ser habilitadas porque o aparelho não foi comprado com eles. O que eu sugiro é precaução: antes de contratar qualquer serviço de qualquer Telecom, verifiquem a possibilidade de fazê-lo mediante aparelhos não comprados com eles.

Você é pé frio, heim? Já passou por alguns probleminhas com a Claro por causa do E62, não? Acho que, quem se sentir lesado, tem mais é que acionar a empresa juridicamente. Se você quiser, Leandro, deixe seu e-mail aqui nos comentários para trocar idéias com outros usuários Nextel que se sintam prejudicados por essa atitude restritiva.

Pesquise preços de: aparelhos Nextel, Motorola i930, acessórios Motorola

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Telecom às 07:26 AM | Comentários (19) | Citações

Qual seu recorde em EVDO e EDGE?

Mais screenshots de leitores desse blog estão chegando, alguns surpreendendo tanto positiva quanto negativamente. Aí vão mais alguns recordes, agora não só em EVDO como também em EDGE.

A leitora Jane Maldonado mandou a tela abaixo e o seguinte depoimento:

Estou em Campinas hoje, meu MotoQ deu a velocidade abaixo. Porém, onde moro, em Sorocaba, não obtenho melhores resultados que o GPRS, na média o máximo que consegui foi 94 kbps... Estou preocupada com os rumores da Vivo X CDMA, será que tem fundamento? Muito interessante, estou com outro aparelho: um Motorola F3 (MotoVô, risos), GSM também pela Vivo, e percebi oscilações de sinal na região de Sorocaba... principalmente nas cidades vizinhas. O MotoQ com CDMA teve sinal melhor...houve momentos que o sinalzinho do Moto F3 estava baixíssimo...

Jane, a paltaforma GSM da Vivo ainda é bem recente, nem se compara com a cobertura CDMA. Há também muito oba-oba em cima do fato que o CDMA está condenado, etc. Bem, conforme já comentei aqui no blog, fontes da Vivo já me avisaram que os investimentos na ampliação da rede do EVDO continuam. O panorama do futuro na Vivo é a rede CDMA focada em dados e no usuário corporativo, e o GSM para o povo em geral, especialmente nas áreas onde há o famoso "buraco" CDMA, como Minas Gerais.

Sua velocidade em Campinas está excelente! O Gui vai amar saber disso.

O segundo depoimento com imagem de tela, dessa vez falando da conexão EDGE da Claro, vem do leitor Renato Romano:

Em resposta ao pedido no Podsemfio n.37, abaixo está screenshot da onde aparece uma das minhas melhores velocidades de navegação - pouco mais de 150 kbps (agora, aqui em Caconde/SP). Uso uma placa PCMCIA GS89 (Sony Ericsson) e agora estou em Caconde, estado de SP. Interessante que aqui sempre crava 150 kbps ou pouco mais, conectado horas a fio sem problemas. Em São Bernardo do Campo não passa de 45 kbps. No meu apartamento, que é no centro, se não usar uma antena externa de 5 db a conexão cai toda hora. Ao ar livre a velocidade permanece a mesma, mas tenho menos problemas de instabilidade.

Renato, não conheço ninguém também que tenha conseguido mais que 150 kbps pela Claro. A velocidade em S. Bernardo é que me assustou. Em S. Caetano, a média que eu pego é de 90 kbps. O sinal em geral tem sido estável, mas semana passada, ao voltar em Curitiba, enfrentei alguns problemas sérios de conexão. A velocidade mal passada de 50 kbps, e, conectada no notebook, eu caía o tempo todo. Não conseguia passar mais que 5 minutos num comunicador instantâneo ou navegando. Nesse fim de semana, aconteceu a mesma coisa. Curiosamente, nesses dias o sinal do meu outro celular, da Brasil Telecom, também apontava só um ou dois tracinhos de intensidade. Mistério total.

Pouca gente conhece a plaquinha PCMCIA que você mencionou, mas vale a pena citá-la aqui. Ela permite que se insira o chip GSM, para usar a conexão de dados GPRS / EDGE no notebook. Basta instalar o driver e o programa que monitora o sinal, dados da conexão, chamadas etc, o "Wireless Manager", da própria Sony Ericsson. Recomendo essa plaquinha para quem usa muito seu chip para chamadas de voz e acaba pegando um segundo chip, só para dados. A Claro permite que usuários pós-pagos tenham 2 linhas, com 2 chips e 2 números distintos, no mesmo plano, compartilhando a mesma franquia de minutos.

Pesquise preços de: roteador wireless, MotoQ, placa PCMCIA wireless

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Telecom às 07:21 AM | Comentários (4) | Citações

abril 27, 2007

Qual o seu recorde em EVDO?

Mensagem + tela do MotoQ do leitor Milton Toshiba de hoje, às 17:21h:

"Olá Bia, estou numa travessa da Av. Paulista e essa é minha velocidade de conexão. Nunca ultrapassou os 1,3 MB. Gosto de brinquedos novos, mesmo se não vou usar todosos recursos. Comprei o MotoQ somente para enviar posts e imagens para o blogger e receber e-mails de notificações de comentários. Agora, com os rumores que a vivo vai abandonar o CDMA, ficaria fulo se descontinuassem o MotoQ e viessem com o H9... Será que abandonarão a rede EVDO? Está sabendo de alguma coisa? Bom fim de semana..."

Milton, a Vivo entrou na tecnologia GSM mas não se falou nada em abandonar o CDMA. Ao contrário, a empresa está investindo na expansão da rede de dados EVDO, pois é o grande chamariz de seus planos corporativos hoje.

Pesquise preços de: MotoQ celulares e acessórios Motorola Motorola Razr V3

postado via wi-fi

escrito por Bia Kunze em Web às 06:14 PM | Comentários (8) | Citações

abril 25, 2007

WiMesh londrino versus N95 capado

Essa semana, Londres conheceu a rede wi-fi com maior cobertura da Europa: a cidade inteira.

A iniciativa partiu da provedora The Cloud, que quer colocar 350 mil usuários londrinos no mundo da internet sem fio. Nesse primeiro mês a Nokia está patrocinando a novidade, então o acesso é gratuito para todos.

Na realidade, essa grande rede sem fio é uma rede WiMash: o usuário não perde a conexão mesmo que esteja se deslocando. As torres são interligadas, como nas redes de celular.

E pensar que certos fabricantes sempre esnobaram a idéia de colocar wi-fi em seus smartphones, preferindo acordos exclusivistas com operadoras de celular... Depois dessa novidade, aposto que tem muito dono de Treo querendo se atirar do alto do Big Ben.

E vejam só como o destino é irônico. Essa rede WiMesh londrina chega num momento curioso. Hoje, a grande coqueluche européia em termos de smartphone é o Nokia N95. Porém o modelo disponibilizado pelas operadoras Vodafone e Orange está enfurecendo os consumidores: diversos aplicativos nativos estão simplesmente ausentes, impossibilitando o uso de funções como... VoIP. As empresas se defendem afirmando que - olha o déja vu - fizeram isso por questões de segurança. Então tá.

Pesquise preços de: Nokia N95, smartphones Symbian, Palm Treo

postado via wi-fi

escrito por Bia Kunze em Telecom às 06:46 PM | Comentários (12) | Citações

abril 22, 2007

Nextel entra na era dos smartphones

A Nextel é campeã no segmento de comunicação corporativa, e seus serviços de voz por rádio em sua rede iDEN têm ótima aceitação e penetração no Brasil. Agora, a Nextel decidiu entrar na era dos smartphones oferecendo dois aparelhos - um com Windows Mobile e um Blackberry - e rede de dados. A combinação de rádio e dados parece bastante tentadora. Será que os aparelhos valem a pena?

Motorola i930

Ao se deparar com o Motorola i930, leva-se um susto. Ele é um tijolo, pesado, enorme. Roda Windows Mobile 2003, versão smartphones, a mesma do Motorola MPX220, sem touchscreen. Mas as semelhanças acabam aí.

Não tem bluetooth, nem wi-fi, somente infravermelho. O sistema operacional está defasado, aliás, há muito tempo foi descontinuado. Ele visualiza documentos Office mas não edita. Sua câmera é medíocre, apenas 0,3 MP. Tem slot para cartões SD.

Tem algumas coisinhas legais. Ele sincroniza o Outlook pela rede de dados da Nextel. Faz roaming com redes GSM (ele é tri-band) incluindo roaming de GPRS. Tem GPS e mapas com rotas. Mas só.

No geral, nota-se que se tem em mãos um smartphone de 3 anos atrás. Opa! Aí é que está o problema. O aparelho é de três anos atrás. Mas a Nextel pede R$ 2 mil por ele. Não é um exagero?

Blackberry 7520

De cara, o Blackberry tem aquele visual tradicional. Mas ao manuseá-lo, nota-se que ele é bem mais pesado, por causa do rádio. E justamente por causa do rádio, ele tem aquela indefectível anteninha.

Ao ligá-lo, leva-se outro susto. A tela é colorida, mas de baixa resolução. Em nada lembra a tela maravilhosa tela do Blackberry 8700g, por exemplo. Está mais para aqueles primeiros Palms coloridos, com ícones pixelizados. Tem bluetooth, mas a memória do aparelho é bem limitada, e na parte de multimídia, ele é nulo.

Para profissionais que viajam muito, um Blackberry com serviço Push tanto de voz como de e-mail pode ser uma excelente opção de dispositivo móvel, ainda mais com GPS. Só que o Blackberry 7520 estava no auge há mais de dois anos. A exemplo do i930, o preço não condiz com a realidade: R$ 1.400, o mesmo que um aparelho mais moderno das operadoras GSM, como o 8700g ou o Pearl. Mais fácil trazer um do exterior, se bobear, não sai nem 100 dólares, pois lá fora ninguém mais o quer...

Conclusão

A Nextel se consagrou pelos serviços de voz e rádio a preços imbatíveis. Agora, oferecendo rede de dados, ela mostra novamente seu ponto forte. É possível contratar um plano de dados ilimitado por R$ 17 mensais. A mensalidade para uso do GPS e serviço de rotas é de R$ 15.

Pena que os smartphones oferecidos deixem tanto a desejar. Aliás, o portfólio da Nextel e dos smartphones compatíveis com sua rede iDEN é limitadíssimo. Espero que a Nextel não coloque em seu catálogo mais aparelhos antigos, refugados no resto do mundo. E, pior, cobrando preços como se fossem aparelhos top de linha, chega a ser uma afronta ao consumidor.

Mais detalhes: site da Nextel e Blog do Pimentel

Pesquise preços de: celulares com rádio (push-to-talk) aparelhos Nextel Blackberry 7520 Motorola i930

postado via wi-fi

escrito por Bia Kunze em Telecom às 07:44 PM | Comentários (19) | Citações

abril 14, 2007

Assinei a Vex... ai meu Deus...

Infelizmente atrasei o podcast dessa semana. Atrasei trabalhos, atrasei emails, atrasei contas... foi uma loucura, ainda mais em semana de provas. Tive que resolver meus problemas de conexão, e acho que resolvi. Ou melhor, remediei.

Depois de uma briga com a Brasil Telecom que parece não acabar nunca, desisti em definitivo dessa empresa e estou há 2 meses apenas com minha conexão móvel, pensando numa alternativa. Nenhuma outra empresa fornece banda larga na região onde moro, em Curitiba.

Como estou em fase de muitas viagens e mudança, concluí que era besteira mesmo investir numa conexão fixa em casa.

Quando precisava de alta velocidade - Skype e downloads maiores - usava a conexão da faculdade ou do Shopping Barigüi, gratuita. Algumas vezes usava uma conexão paga num Fran's Café qualquer. Mas não dá para confiar, a do Shopping nem sempre está presente e a da faculdade é por proxy, com dezenas de restrições.

Confiar em conexão de celulares? Nem pensar. Ontem, sexta-feira 13, foi um dia que o EDGE (?) da Claro não passava de 50 kbps. De noite, sofri para subir o podcast. A latência estava tão medonha que dava erro já nos 5 primeiros minutos de upload. Além disso, não posso passar o dia todo ocupando a linha ligando o Qtek no notebook, preciso dos serviços de voz.

Tinha duas opções: ou assinar um serviço de wi-fi ou fazer um plano com a Vivo, pegando uma plaquinha PCMCIA num plano Vivo Zap ilimitado. Não estava muito a fim de "enfrentar" o atendimento da Vivo, precisava de uma solução mais ágil. Acabei assinando o UOL wi-fi. Como sou assinante, foi rapidinho, solicitei tudo em 30 segundos e já estava usando.

O lado ruim é que vou sofrer poucas e boas com a Vex, já sei disso. Comecei a fazer um pequeno 'diário de bordo' para o blog, analisando as conexão móveis disponíveis Brasil afora. Ainda nesse primeiro semestre tenho palestras e cursos a ministrar em SC, interior do PR e no nordeste, portanto, como sou uma profissional itinerante e altamente viajante, tenho certeza que meu diário de bordo será útil para usuários do país todo.

Quanto à Vivo, vou esperar me estabelecer melhor em SP antes de tomar uma decisão. Vou para lá no próximo dia 21 e ficarei até o feriado de 1o de maio. Primeiro preciso transferir meu plano corporativo da Claro. E rezem por mim. Com a Vex, só rezando...

Nesse fim de semana coloco tudo em dia e até amanhã subo o podcast.

Pesquise preços de: roteador wireless placa Vivo Zap

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Telecom às 10:27 AM | Comentários (15) | Citações

abril 11, 2007

Unicel, a 4ª operadora de telefonia celular em SP

A nova operadora de telefonia móvel Unicel foi, em fevereiro, aprovada pela Anatel para operar na capital paulista e mais 63 municípios circunvizinhos, mas na prática ela ainda não pôde iniciar suas atividades comerciais. Isso porque a licença ficou em disputa judicial. Na época da licitação da nova banda, a Unicel foi a única concorrente, mas depositou um valor em dinheiro menor que o exigido para garantir a compra. Uma liminar na justiça autorizou a Unicel a retomar a licitação, e a pendenga continuou. Ontem, segundo o G1, a Anatel oficializou a entrada da nova operadora em SP. A homologação em diário oficial deve sair hoje.

A Unicel é controlada por um grupo de investidores norte-americanos, que, segundo o IDG Now pretende investir 150 milhões de dólares no país logo de cara. E para ganhar mercado mais rapidamente, promete praticar preços 40% mais baixos que a média das operadoras em atividade, explorando a tecnologia GSM. Sem dúvida a concorrência faz muito bem para os consumidores...

Pesquise preços de: celulares CDMA celulares GSM celulares desbloqueados

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Telecom às 11:16 AM | Comentários (3) | Citações

abril 10, 2007

Em busca de um novo plano corporativo

Acostumada a informar, dessa vez venho fazer uma solicitação aqui no blog. Afiliados da Claro e da Vivo, que vendem planos corporativos em São Paulo, capital, ou Campinas e adjacências, por favor, entrem em contato comigo através do meu e-mail bia arroba garotasemfio.com.br. Em breve cancelarei meus contratos em Curitiba, pois pretendo centralizar tudo em São Paulo, Campinas e Baixada Santista, que serão minhas áreas de atuação em odontologia domiciliar. Como meu amigo (e agora sócio) Gui Leite também está em busca de um plano para sua agência de viagens em Campinas já deixo aqui o pedido duplo. O e-mail dele é guileite arroba guileite.com.

Já tivemos ambos algumas experiências ruins com revendedores de várias operadoras, mas dessa vez faremos o contrário. Ao invés de procurar, pedirei que nos procurem. E por serem leitores do meu site, tenho certeza que não estaremos falando grego quando explicarmos nossas necessidades em termos de planos e serviços.

postado via wi-fi

escrito por Bia Kunze em Telecom às 10:46 AM | Comentários (25) | Citações

abril 05, 2007

Treo 680 na Claro, com novos serviços

No final do ano passado tivemos uma desova de Treo 650 nas operadoras, oferecidos a preços de banana. Avisei o povo para ir com calma, pois o Treo 680 chegaria aqui no Brasil no início de 2007. Pois bem, a Claro lançou agora em seu catálogo o Treo 680.

O mais interessante é que o preço não está muito longe do que era o Treo 650. Aproveitando o lançamento, a operadora também lançou um novo pacote de dados, de 200 MB, que no corporativo sai a R$ 79 por mês. Quem adquirir esse pacote, paga R$ 999 no Treo. E se optar por uma fidelização de 1 ano nesse plano de dados, os 3 primeiros meses saem de graça. Quem optar por um plano ilimitado de dados pode conseguir um desconto ainda maior no aparelho. Há ainda planos com e-mail móvel, Exchange, TV por streaming e muitas outras funcionalidades interessantes.

Em breve eu publicarei um review do Treo 680 aqui no blog, e vou destrinchar um pouco mais não só o aparelho, mas também os serviços. Aliás, eu não terei um Treo 680 para testes, eu receberei um que ficará comigo em definitivo, então poderei tornar a explorar mais o Treo e a plataforma Palm OS, postando mais a respeito aqui no blog. Tou chique, né? :-D

Pesquise preços de: Palm Treo teclado para Palm acessórios para Palm

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Treo às 02:04 PM | Comentários (15) | Citações

abril 03, 2007

Telecoms no Roda Viva

A quem interessar possa: no Roda Viva da TV Cultura, nesse exato momento, o Presidente da Telefonica é 'sabatinado' sobre a qualidade de prestação dos serviços da empresa. Além disso, discute-se banda larga, telecoms, telefonia móvel... Vale a pena assistir.

Obrigada aos 2 leitores que me mandaram SMS avisando, embora eu não saiba quem são vocês, hehehe.

postado via gprs / edge>

escrito por Bia Kunze em Telecom às 12:09 AM | Comentários (9) | Citações

março 14, 2007

Testes com Vivo Zap, parte I

A palavra ADSL ultimamente tem me dado urticárias, em especial se acompanhada pelo termo "Brasil Telecom". Sei que em SP a Telefonica não é nenhum bom exemplo com seu Speedy, então venho pensando em meios de ter uma conexão veloz em SP, para quando eu me mudar.

O Vivo Zap parece ser a solução mais atraente, até porque eu viajo muito e intercalarei longos períodos ora em Curitiba ora em São Paulo. Estou satisfeita com o EDGE da Claro, mas os motivos para eu ter uma conexão extra são os seguintes:

1. Precisarei de uma conexão sempre ativa em casa, e com alta velocidade, para facilitar minhas tarefas de download, upload, streaming e VoIP.
2. Quero deixar a conexão da Claro restrita para meu PDAphone, checando emails periodocamente e de forma automática, postando no blog e usando instant messengers. 3. Também é preciso lembrar que o número da Claro é meu número de celular profissional, não posso deixar o Qtek por períodos muito longos como modem senão perderei todas as minhas chamadas.

Aqui em Curitiba o EVDO se restirnge ao centro da cidade, aeroporto e alguns bairros nobres. Mas a velocidade oscila muito, desde 300 até 900 kbps. No 1xRTT, presente em toda a cidade, a velocidade também varia.

O problema maior nem é a velocidade, mas a estabilidade da conexão. O Vivo Zap cai direto, principalmente estando em 1xRTT, obrigando o usuário a reconectar. O EDGE da Claro praticamente nunca cai, fico horas online em instant messengers, mesmo me deslocando de carro pela cidade.

Em SP, o Rodrigo Toledo fez os mesmos testes e obteve resultados semelhantes. Mas estou só no início dos testes, em breve quero falar mais do EVDO da Vivo, seja no Vivo Zap, via plaquinhas PCMCIA, ou celulares, via cabo. Também testarei essas conexões em notebooks Mac e Linux, afinal, o mundo não é só Windows. Falando em Linux, aqui tem um tutorial do Ricardo Macari ensinando a configurar a plaquinha no Ubuntu. E aqui, os primeiros testes do serviço de dados da Vivo, usando um MotoQ como modem para um notebook.

Pesquise preços de: roteador wireless modems ADSL placa PCMCIA wireless

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Telecom às 09:32 AM | Comentários (80) | Citações

fevereiro 28, 2007

O esculacho do ADSL da Brasil Telecom voltou

Lembram da minha novela com o ADSL da Brasil Telecom? Eu pensei que tinha acabado. NÃO ACABOU!

Antes de prosseguir, leiam o prefácio desse dramalhão.

A promoção que me fizeram em troca de eu *não* abandonar o serviço foi lorota. Assinatura residencial mais Turbo de 1 MB a R$ 115,00 era papo furado. Estão me cobrando R$ 226,34 mais R$ 39,53 de assinatura. Lógico que não paguei a fatura.

Não só não paguei como estou há um mês tentando resolver isso. Trabalho, viajo, e a coisa vai adiando, virando uma bola de neve. Impressionante, esses atendentes de telemarketing são *treinados para postergar reclamações*, e nenhum órgão de defesa do consumidor faz nada! Um transfere para o outro, me fazem repetir mil vezes os meus dados, e na hora H ou dizem que vão averiguar e cai, ou inventam uma desculpa qualquer. Eu tenho mais o que fazer! Uma atendente até "descobriu" o engano e disse seria necessário reemitir a fatura. Mas teria que ser em outro número, outro setor...

Gente, eu tenho mais o que fazer. Hoje é a décima vez que tento. Hoje a desculpa é que o sistema está fora do ar. Cortaram meu ADSL e meu telefone porque completou 30 dias sem pagamento. E já chegou a 2ª fatura, com nova mensalidade. Eu não agüento mais. Nem a palavra mágica "CANCELA!" está adiantando. Estou com estafa, mal estar, dor de cabeça e ainda por cima não posso trabalhar.

Dessa vez, eu me preveni. Conhecendo bem esses safados, gravei toda a ligação do atendente no dia em que ele me ofereceu a promoção e eu a efetivei. Mas o que eu faço se ninguém quer me ouvir, não tenho nem a chance de reclamar? Juizado especial? Entro direto com uma cautelar?

Desmarquei reuniões por VoIP que estavam agendadas. O ano de 2007 começou pra valer na 2ª feira, e estou desde 2ª feira só à base de GPRS. E hoje ainda é dia de subir podcast. Ou era.

É muito esculacho nessa vida.

Pesquise preços de: roteador wireless modems ADSL placa PCMCIA wireless

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Telecom às 12:18 PM | Comentários (35) | Citações

fevereiro 27, 2007

Parafina: a 1ª minissérie via celular no Brasil

A operadora Oi lançou ontem, 2ª feira, uma minissérie exclusiva para celulares. Usuários podem baixar um capítulo por dia da minissérie "Parafina", que conta as aventuras de um grupo de adolescentes em férias no Rio de Janeiro.

O tema pode ser banal, e a vontade do público em ver uma minissérie em tela de celular, zero. Mas esse é o pontapé para uma nova fase do entretenimento móvel no país. Claro, tudo leva um tempo. Lá fora os mobisodes estão ganhando mais espaço, seja adaptando conteúdo presente na TV aberta, seja criando conteúdo exclusivo para celular. Lembram dos shots do Hurley para os fãs de Lost verem no celular? Mais detalhes aqui.)

De segunda a sexta haverá um novo episódio de "Parafina" disponível para download, mas os capítulos antigos podem ser baixados a qualquer momento. Cada epísodio custará R$ 0,99, além do tráfego da conexão de dados. O preço está dentro da realidade.

Desejo sucesso para os produtores vanguardistas dessa minissérie! Mais informações no site da Oi, inclusive amostras gratiuitas dos capítulos, para demonstração, aqui. Já tem até um resumo da minissérie que sucederá Parafina.

P.S.: Sabem qual um dos motivos que me fez largar a faculdade de rádio e TV no último ano? Porque não tinha orientador apto a encarar meu projeto de conclusão de curso, que envolvia entretenimento, mobilidade e conteúdo sob demanda. Azar o deles, mudei de instituição. Talvez logo eles se lembrem de mim.

Pesquise preços de: celulares acessórios para celular cabo de dados para celulares

postado via wi-fi

escrito por Bia Kunze em Telecom às 03:50 PM | Comentários (4) | Citações

janeiro 30, 2007

Onde o CDMA e o GSM se encontram

O panorama atual da internet móvel no Brasil segue o mote dos últimos anos: a Vivo firme e forte no CDMA, através das tecnologias 1xRTT e EVDO. Do outro lado, as operadoras GSM e seu GPRS. Os dois lados apostando em EVDO e EDGE, mas sem previsão de 3G por enquanto, ou pelo menos até que se recupere o investimento feito nas redes atuais.

O GSM da Vivo tem um propósito diferente das demais operadoras. A idéia é suprir suas próprias deficiências, tapando os "buracos" na cobertura do CDMA e oferecendo aparelhos e serviços mais baratos, focados às classes C, D e E, algo que as patentes da Qualcomm impedem na rede CDMA.

Embora eu sempre critique a Vivo, pegando carona no 1xRTT e no EVDO, eu admito que o CDMA seja uma tecnologia superior tecnicamente. Basta navegar por alguns minutos no EVDO para constatar isso. Contudo, continuo no GSM porque as desvantagens do CDMA pesam naquilo que mais prezo em tecnologia: a liberdade. São os bloqueios de funções dos aparelhos, roaming limitado, altos preços e menor variedade de aparelhos, tudo novamente graças às licenças da Qualcomm.

E o que vem por aí?

WiMax e suas variantes sem dúvida são o melhor que poderemos ter em breve. Mas, outra vez, pesam mais as questões burocráticas que técnicas. Quem receberá licença para explorar o WiMax possivelmente serão os mesmos que hoje exploram a telefonia fixa e móvel, ou seja, não teremos real competitividade. Mesmo assim, haverá grandes atrasos: Anatel e TCU precisam pelo menos chegar num acordo sobre quem entra ou não no leilão das frequências de exploração do WiMax, o que ainda não aconteceu.

Temos ainda o obscuro cenário do 3G. A terceira geração atrasou na Europa, com certeza atrasará aqui. Como disse antes, as telecoms querem primeiro recuperar o que foi investido em 2,5G. O WCDMA é uma evolução das tecnologias GSM e CDMA, bem como seus derivados HSDPA e HSUPA, que também estão sob patente da Qualcomm, podendo complicar um pouco mais as coisas. Fala-se na licitação das freqüências para a oferta de 3G ainda em 2007, mas eu duvido.

Como se pode ver, prever o futuro da tecnologia móvel no Brasil é mais difícil sob o ponto de vista político que técnico...

Pesquise preços de: notebooks roteador wireless placa PCMCIA wireless

postado via wi-fi

escrito por Bia Kunze em Telecom às 11:24 AM | Comentários (2) | Citações

janeiro 29, 2007

Parceria: Claro e Orkut

A partir de hoje, clientes da operadora Claro já podem enviar e receber scraps do Orkut em seus celulares.

Num belo senso de oportunidade, a operadora Claro fechou com a Google uma parceria para envio e recebimento de scraps do Orkut através de celulares, usando SMS.

O novo serviço permite que um usuário cadastrado no Orkut receba no celular os scraps enviados para sua página e envie igualmente para os contatos incluídos em sua lista de amigos. Além disso, também será possível receber as informações do perfil de outros usuários, desde que eles estejam na lista da pessoa cadastrada.

O envio de scraps é por SMS, para o número 67588, com o texto "recado" e o nome do destinatário. Para receber os dados, basta enviar "info" e o nome. Cada SMS enviado custa R$ 0,31. Mas os SMS recebidos são cobrados do destinatário também, a R$ 0,10 cada. Contudo, há um limite diário de recebimento de mensagens: segundo a operadora, teme-se que "os adolescentes se descontrolem com a novidade".

Alguém duvida que será um sucesso? Juntar duas paixões adolescentes, Orkut e SMS, em uma coisa só, é garantia de lucro para a Claro. Outras operadoras estão negociando para entrar nessa também.

Pesquise preços de: celulares Claro acessórios para celular celulares Claro com câmera

postado via wi-fi

escrito por Bia Kunze em Celular às 01:39 PM | Comentários (8) | Citações

janeiro 25, 2007

Quanto custa internet via celular

Se você tem PDA e um celular GSM e gosta de conectar os dois de vez em quando para navegar na web, ou mesmo um smartphone com conexão ativa, é bom saber qual operadora oferece perfis e preços mais adequados aos seus hábitos. E no exterior, há muita discrepância de valores comparando com o Brasil?

Antes de fechar um plano ou mesmo um pacote de dados, converse muuuuuito com os vendedores, consultores e leia bem as letrinhas miúdas dos contratos.

Hoje a Vivo oferece plano de dados ilimitado a R$ 69,90 para quem compra um MotoQ ou um Treo 700wx e faz um plano de voz junto. A Claro continua com seu plano ilimitado a R$ 100 para clientes corporativos e R$ 140 para pessoas físicas. Clientes com Blackberry tem pacotes diferenciados.

E para saciar a curiosidade geral da galera, quanto custam os planos das operadoras GSM nos EUA, para compararmos?

Eis alguns planos de voz da Cingular, operadora GSM nos EUA:


E alguns planos de dados:


É caro? É mais acessível? Temos que lembrar que se trata de um país onde o povo tem maior poder de compra.

Pesquise preços de: smartphones acessórios para celular Blackberry

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Telecom às 02:40 PM | Comentários (8) | Citações

Novidades sobre a Vivo GSM

Conversei com algumas pessoas da Vivo, entre gerentes e revendedores, e já dá para adiantar algumas coisinhas a respeito da estratégia de mercado da Vivo GSM.

1. Não haverá venda de chip avulso, somente com aquisição de um aparelho GSM da empresa!
2. De início, os modelos disponibilizados serão: Nokia 1600, SonyEricsson J100A, Motorola F3, Motorola W220, Nokia 6061.
3. Planos de dados? Esqueçam. O público alvo do Vivo GSM será classes D e E.
4. Planos e aparelhos mais sofisticados, além de corporativo e dados, somente no CDMA. Os investimentos da empresa em cobertura EVDO vão aumentar cada vez mais.
5. Frequência de operação: 850 MHz. O objetivo do Vivo GSM é alcançar mercados onde hoje tem pouca penetração. Inclusive haverá o lançamento de um novo aparelho que funcionará tanto em CDMA como GSM, falo dele nos próximos posts.

Grata ao pessoal da Vivo (Luiz, por email, e Paulo Ricardo e Pablo por telefone) pelas informações.

Pesquise preços de: acessórios para celular cabo de dados para celulares celulares Vivo

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Telecom às 02:35 PM | Comentários (55) | Citações

dezembro 27, 2006

Retrospectiva 2006: ano da convergência

Esse mês completei um ano de uso do plano ilimitado de dados da Claro. Tanta gente me escreveu esse ano perguntando se valia a pena, que eu acho que a Claro deveria me pagar uma boa comissão por tamanha influência que exerci... hehehe.

O meu contato com o público grande desse blog, dos fóruns e listas de discussão me faz concluir que 2006 foi o ano da convergência.

Há um ano adquiri, junto com o plano de dados da Claro, meu primeiro aparelho convergente com Windows Mobile, o Qtek 9090. Contudo, não foi minha primeira experiência com smsrtphone / PDAphone. Antes dele, tive dois Symbian, o Nokia 7610 e Nokia 6260. Mas acho que o primeiro sistema operacional estável para Pocket PCs foi o WM2003 SE.

Há um ano também optei em largar meus dois PCs de mesa e comprar um notebook. Não há novidade alguma em ter um computador portátil, mas o que realmente fazia a aquisição valer a pena foi o plano de dados ilimitado. Liberdade e mobilidade, a qualquer hora e em qualquer lugar, seja no smartphone, seja no notebook!

Investindo cada vez mais na odontologia domiciliar, a dupla notebook + smartphone se tornaram tão importantes quanto o famigerado "motorzinho de dentista".

É... já tive aparelhos de todos os sistemas operacionais - 6 Palms, 4 Pocket PCs e 3 Symbians. Acho que posso falar qual é o melhor.

Symbian está maduro, poderoso e é o mais estável de todos. O Windows Mobile cresceu espantosamente, graças à sua disposição em suprir lacunas do Palm OS e atrair usuários mais exigentes. O Palm OS parou no tempo, estando mais restrito a usuários ortodoxos e avessos à novidades.

Já falei num dos Podsemfio que o grande público prefere um celular com funções de PDA, e não um PDA com funções de celular. Por isso o Symbian é campeão de popularidade. E anotem mais essa: o sistema operacional que mais crescerá em 2007 será o Windows Mobile for Smartphones, com aparelhos cada vez mais apelativos: leves, fininhos, elegantes e práticos e, em termos de internet móvel, com um quê de Blackberry.

Mas o que faz de 2006 o ano da convergência não são os aparelhos, mas os serviços. As operadoras finalmente descobriram o público ávido por dados e por web móvel. Aqui no Brasil, temos o EDGE do GSM e o EVDO do CDMA. Lá fora, 3G já é uma febre.

E você, é adepto da convergência? Se sim, como você usa a web em seu aparelho convergente?

postado via gprs / edge, na estrada, rumo a SC

escrito por Bia Kunze em Telecom às 07:38 AM | Comentários (16) | Citações

dezembro 26, 2006

Upgrade no ADSL, até que enfim!

Subi o post anterior e coloquei o note para baixar alguns updates, enquanto passava um café fresquinho antes de sair. Para minha surpresa, as atualizações baixaram numa velocidade espantosa.

Quando retornei com o café em mãos, tudo já estava pronto. Será que a Brasil Telecom ativou meu link de 1 MB? Vamos testar!

Obrigada, Papai Noel!

Pesquise preços de: roteador wireless modems ADSL placa PCMCIA wireless

postado via wi-fi

escrito por Bia Kunze em Telecom às 09:08 AM | Comentários (3) | Citações

dezembro 24, 2006

Vivo GSM II, a missão

Um periquito verde acabou de me contar... quem for cliente Vivo CDMA e quiser migrar para Vivo GSM, não poderá manter o mesmo número. Será? Putz.

Data de início das operações comercialmente? Sem previsão ainda. Tudo está mais atrasado que conversa de gago.

Feliz Natal. Com licença, que o peru está me esperando. Sem trocadilho.

Pesquise preços de: celulares celulares CDMA celulares GSM

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Telecom às 08:25 PM | Comentários (10) | Citações

dezembro 20, 2006

Milagre natalino

Quem disse que milagres não acontecem? Parece cena de filme natalino da Sessão da Tarde, onde todo mundo fica bonzinho, os problemas são resolvidos e o final é feliz. A Brasil Telecom enfim propôs uma solução interessante para meu problema de assinatura e ADSL!

Para quem não acompanhou o imbróglio, leia: Este podia ser um post feliz

Resumindo: hoje pago R$ 83,20 ao mês pelo meu ADSL Turbo 400, mais outros R$ 40 e tantos de assinatura da linha telefônica, que eu NÃO uso. A Brasil Telecom não queria cancelar a linha de jeito nenhum, diziam que não podia, mas eu soube que eles vendiam um plano de linha de dados, somente. Que misteriosamente parou de ser ofertado um dia antes da solicitação do meu ADSL, há alguns poucos meses... então tá.

Liguei duzentas mil vezes para a central de atendimento, ouvi muita musiquinha, fui transferida de setor outras trocentas vezes... numa das ligações frutíferas, fiz a solicitação, dei todos os meus dados, inclusive tipagem sangüínea, e na hora H, o sistema caiu e eles não podiam gerar um número de protocolo. A atendente pegou todos os meus números de telefone e prometeu retornar com o tal número de protocolo. Adivinha se eles ligaram?

Bem. Ontem, às 8 horas da noite, o telefone tocou e ocorreu o seguinte diálogo:

- Boa noite, com quem eu falo?

Digo meu nome.

- Boa noite senhora Beatriz, meu nome é Fulano da central de atendimento da Brasil Telecom, tudo bem com a senhora?

- Sim. Não acredito, vocês ligaram! E então, como ficou minha solicitação do ADSL?

- Hã?

- Você não me ligou para passar o protocolo da minha solicitação de cancelamento da assinatura de telefone?

- Não... liguei para informar a senhora que estamos com uma promoção incrível de upgrade de velocidade de ADSL...

Calma, Bia... calma... conte até 10... respire fundo...

- Filhinho, não me interessa. Só faço upgrade se cancelarem minha linha de telefone, que eu NÃO USO! Só quero o ADSL, mas está complicado, ninguém me atende direito... tô aqui esperando até hoje o tal do número de protocolo...

- Veja bem, senhora (argh!), nós realmente não podemos cancelar a linha de telefone e manter só o ADSL e bla bla bla bla bla bla...

- Bem, era só o que eu queria saber mesmo. Vou falar com o pessoal do Virtua, estava só esperando um retorno de vocês para resolver essa situação...

O moço muda de atitude. Me ofereceu um plano em que eu pagarei R$ 115,00 pela assinatura da linha telefônica e pelo ADSL de 1 MB, ao invés dos meus atuais 400.

- A senhora também pode solicitar os serviços de chamada em espera, secretária virtual, conferência, identificador de chamadas por mais um valor promocional de...

Interrompi:

- Acho que você não ouviu direito. E-U N-Ã-O U-S-O telefone! [mentalmente me dizendo: "que parte do 'eu não uso telefone' você não entendeu? Quer que faça um gráfico?"]

Cortei o bla bla bla. Vamos resolver isso logo, calculando tudo na ponta do lápis. No fim, avaliei bem e topei. Até sexta-feira eles entrarão em contato e farão o upgrade. Eu espero.

Agora sim, este é um post feliz! :)

Pesquise preços de: roteador wireless modems ADSL placa PCMCIA wireless

postado via wi-fi

escrito por Bia Kunze em Telecom às 10:10 AM | Comentários (15) | Citações

novembro 29, 2006

Este podia ser um post feliz

Eu tenho um sonho. Um dia, não precisaei mais da Brasil Telecom em casa... Terei uma única conexão móvel 3G para usar em qualquer lugar. Doarei meu modem ADSL e meu access point wi-fi para uma escola pública e levarei a web comigo, no meu bolso!

EDGE é tudo de bom, mas ainda não posso dispensar o ADSL normal. O EVDO é bem mais veloz, mas é instável, com cobertura limitadíssima (lembrem-se, sou uma profissional móvel e viajo bastante) e a Vivo não me inspira confiança.

Eu tenho um sonho... 3G dominará o planeta... já está dominando!

O que me chateia com a Brasil Telecom é que NÃO consigo cancelar minha linha de telefone, que eu NÃO uso. Pago R$ 50 por mês à força, porque sou obrigada a ter a linha se eu quiser continuar com o ADSL.

Eles podiam simplesmente deixar eu cancelar a linha de telefone, que eu permaneceria com o ADSL feliz da vida. Quem sabe até pegaria um plano com velocidade maior. Mas não. Eles me obrigam a ter e pagar por um serviço que eu não quero, o que por sua vez me obriga a vir aqui no blog xingá-los. E avisar que, assim que o Vírtua chegar aqui, darei um pézão na bunda deles, muito bem dado! E os 40 mil visitantes únicos semanais do meu blog lerão isso nos próximos 7 dias e pensarão duas vezes quando precisarem de um serviço de banda larga.

É burrice deles, só pode. O prejuízo com o marketing negativo é bem maior que os meus R$ 50 mensais.

Sabem? Por alguns minutos hoje cedo achei que esse seria um post feliz. Chegaram a dizer que o cancelamento da linha estava em curso. Hoje me ligaram, eu achei que o problema estava resolvido, mas não só NÃO resolveram ("o cancelamento da linha não é possível") como me ofereceram OUTRO serviço chamado "Brasil Telecom Único"...

Será que está escrito "OTÁRIA" na minha testa?

Pesquise preços de: notebooks computadores modems ADSL

postado via wi-fi

escrito por Bia Kunze em Telecom às 11:50 AM | Comentários (54) | Citações

novembro 27, 2006

Vivo versus Claro

Preparem-se, essa semana será quente. Além do início das operações da Vivo em GSM, a Claro deverá anunciar oficialmente a compra da TIM.

O que vem por aí é um duelo de gigantes.

postado via wi-fi

escrito por Bia Kunze em Telecom às 11:00 AM | Comentários (17) | Citações

novembro 23, 2006

Na calculadora

Minha despesa mensal com serviços de telefonia móvel e fixa:

- Recarga do celular pré-pago Brasil Telecom: R$ 15
- Torpedos para confirmação ou lembrete de consultas aos pacientes: R$ 35
- Assinatura básica telefone fixo: R$ 56,92
- Assinatura do pacote de serviços: secretária virtual integrada, identificador de chamadas, chamada em espera, conferência e siga-me: R$ 13,98
- Ligações do siga-me: R$ 83,67
- Plano Corporativo da Claro: assinatura de 4 linhas, franquia de 450 minutos: R$ 216,00
- Internet via GPRS/EDGE - pacote ilimitado: R$ 100

Total: R$ 555,57

Acham muito? Se eu tivesse um funcionário de carne e osso gastaria muito mais.

postado via gprs/edge

escrito por Bia Kunze em Telecom às 08:34 PM | Comentários (8) | Citações

novembro 21, 2006

Vivo começa a operar em GSM

Notícia em primeira mão para os leitores do Garota Sem Fio: a Vivo lançará seu GSM agora dia 30.

Eles estão em fase de testes ainda, e com alguns problemas pra enviar SMS de Vivo GSM pra Vivo CDMA, por exemplo - embora funcione para as outras GSM. Mas espera-se que até o fim do mês tudo esteja pronto para o lançamento oficial.

A campanha publicitária vai ser alguma coisa do tipo: "Mesmo assim vocês preferem GSM? Tá! A gente tem isso também agora".

Por enquanto é essa a informação que tenho. Quando houver novidades, volto a postar. Obrigada ao Eduardo Farias pela notinha.

Pesquise preços de: celulares CDMA celulares GSM acessórios para celular

postado via wi-fi

escrito por Bia Kunze em Telecom às 11:03 AM | Comentários (46) | Citações

novembro 13, 2006

Quem leva a TIM?

A venda da TIM deixou de ser especulação na última semana. Entre a turminha de telecom rolam apostas sobre quem seja o mais provável comprador. Se você é cliente da TIM e está incerto sobre seu futuro, saiba quem poderá ser sua nova operadora.

Segundo Luís Minoru, Diretor Geral do Yankee Group para a América Latina, a América Móvil e a Telefonica são as duas com mais chances de fechar a compra. A Brasil Telecom corre por fora, e suas chances envolvem mais motivos políticos do que estratégia de mercado.

A longo prazo, há uma tendência de monopolização entre apenas duas gigantes, que englobarão as pequenas. Esses gigantes são os mexicanos da America Móvil (aqui representados pela Claro) e dos espanhóis da Telefonica (que além da telefonia fixa, detêm a telefonia móvel pela Vivo).

Para a Vivo é uma grande chance de ganhar terreno em MG e na região nordeste, onde é mais fraca, sem contar que alavancaria a implementação da sua rede GSM, que já começou.

A Brasil Telecom - hoje em poder da Telemar e Citibank - vê nessa aquisição a chance de atuar em território nacional, já que atualmente está restrita ao sul e centro-oeste. Mas há entraves, talvez o Citibank não se anime em investir cerca de 19 bilhões de reais na compra.

E nós, usuários finais, o que devemos esperar? Se você não gosta das políticas restritivas da Vivo ou tem pavor do serviço ruim da Claro, que especialmente na região sudeste é uma lástima, pelo visto não haverá muita escapatória. Eu, particularmente, aposto nos mexicanos, que recentemente compraram a TIM no Peru.

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Telecom às 11:50 AM | Comentários (11) | Citações

outubro 31, 2006

Vivendo com EDGE

Lembro quando começaram os primeiros experimentos com EDGE pelas operadoras GSM no país, assim como quando ele começou a entrar na ativa para todos os usuários. A primeira vez que tive em mãos um celular com EDGE foi em julho de 2004. Mas a diferença do GPRS para o EDGE ainda não era significativa.

Em dezembro do ano passado decidi que não queria mais saber de banda larga na clínica, pois comecei a apostar no atendimento móvel. Pagar uma fortuna por mês para usar um mínimo? Nem pensar. Só para vocês terem uma idéia, aqui em Curitiba um link chinfrim, o Turbo 300 da Brasil Telecom, sai por R$ 90 ao mês. Comprei um consultório portátil para atender em domicílio. Continuando com a clínica, mas no intuito de ir diminuindo os atendimentos em consultório fixo. Apostando no novo empreendimento, vendi os meus dois desktops, comprei um notebook, um PDAphone e fiz um plano corporativo com pacote de dados GPRS ilimitado.

Em maio, desse ano, tentada a migrar para um aparelho com EDGE, ou pelo menos adquirir uma placa PCMCIA compatível, fiz novos testes. Os resultados obtidos foram melhores, mas ainda torci o nariz. Não valia a pena um investimento tão grande para apenas 30 kbps de diferença.

Quando eu mudei de casa, vivi 40 "inesquecíveis" dias sem banda larga, à base dos 30 ou 40 kbps de GPRS.

De julho para cá, comecei a ler os primeiro reviews "entusiasmados" do EDGE. A barreira dos 100 kbps regulares de taxa de download foi rompida. Demorou, não? Parece que eu migrei na hora certa. Foi acidental, é claro, mas a experiência de navegar no notebook com EDGE tem sido muito satisfatória. Eu amava meu Qtek 9090, mas pesava a falta de EDGE para quem usa muito como modem.

E é bem fácil configurar. Fecha-se o ActiveSync no Windows, abro o "Modem Link" do S200, seleciono USB, plugo o cabo. Ativo-o no S200, e no notebook, uso um discadorzinho que se encarrega de estabelecer a conexão em segundos. Estou super feliz navegando, é BEM melhor do que o GPRS puro e simples que tinha no Qtek 9090.

E o resultado, feito através do site Numion, pode ser conferido aqui. Ô alegria!

Pesquise preços de: smartphones acessórios para celular celulares com EDGE

postado via gprs / edge

escrito por Bia Kunze em Celular às 01:49 PM | Comentários (14) | Citações

outubro 27, 2006

Mobilização contra as operadoras

Que as operadoras de telefonia não tratam seus clientes com o devido respeito todo mundo já sabe. Mas será que não está na hora de nós, consumidores, darmos um basta, já que temos tanto poder assim?

Muita gente me escreve pedindo dicas na área de tecnologia móvel, e sempre procuro ajudar a todos mostrando os prós e contras de cada produto ou serviço. Me chateia quando algum produto que recomendo não agrada alguém, por isso sou bastante cautelosa com as indicações. Mas quando envolve amigos pessoais, então, a coisa complica ainda mais.

O Gui está extremamente chateado com o problema do seu Qtek 9100, e eu me sinto um pouco responsável por isso, uma vez que trocamos algumas idéias e até cheguei a ir numa loja da Claro com ele para fuçarmos no aparelho. O problema nem é tanto com o aparelho em si, mas com o tratamento que a Claro tem dado a ele desde que se tornou cliente. A Claro já pisou na bola comigo também, e confesso que estou com eles por pura falta de opção.

O wi-fi dele apresentou problemas logo nos primeiros dias de uso, e até aí tudo bem, acontece, mas a empresa transformou um transtorno simples num pesadelo. Era só trocar o aparelho, dar uma satisfação, cumprir os prazos que prometeram, dar um mínimo de satisfação e mostrar um mínimo de preocupação com o recém-adquirido cliente. Engraçado que até fechar contrato eles são sempre pontualíssimos e atenciosíssimos, não?

Ele postou em seu blog a bronca, bem como na lista de discussão Mundo Sem Fio. Realmente, esse tipo de coisa desanima muito, até a paixão pelo aparelho em si acaba "murchando", conforme ele disse na lista de discussão:


Meu nome é Gui Leite e como estou entrando na lista agora achei
melhor me apresentar primeiro. Trabalho com turismo mas sou um
grande apaixonado por tecnologia. Tenho um podcast e um blog que
falam sobre tecnologia em geral, com ênfase nos produtos da Apple,
que uso há tempos. Tenho aqui em casa um Newton e dois iPaqs (um
3650 e um 4350), e há cerca de um mês comprei um Qtek 9100 da Claro.
Deve ser um aparelho fantástico, mas ainda não tive a oportunidade de
testar com calma pois ele veio com defeito, e aí começa a longa
história. Decidi enviar para a lista para ver se alguém tem alguma
sugestão de como proceder, pois até o momento a experiência tem sido
horrível.

Aparelhos eletrônicos apresentam defeitos, e isso, apesar de ser uma
coisa chata, pode ser entendido sem problemas. Meu 9100, comprado no
dia 22 de setembro pelo tele-vendas da Claro e recebido no dia 26/09,
veio com um problema no wifi. No dia 28/09 entrei em contato com a
operadora para solicitar a troca do aparelho, e me informaram que em
três dias ele seria retirado e em sete dias receberia um novo
aparelho. O aparelho só foi retirado no dia 10/10, e até hoje estou
esperando por meu telefone. Entrei em contato com eles diversas
vezes, e em todas as ocasiões me pediram mais tempo e prometeram que
o problema seria solucionado. Na segunda entrei em contato com eles
e a atendente disse que havia aberto uma chamada crítica e que eu
deveria ligar após 72 horas. Liguei ontem novamente, 72 horas
depois, e, claro, nada havia mudado. Perguntei se o aparelho está em
falta e me garantiram que não. Falei com um supervisor que ficou de
verificar o caso, culpando a transportadora e prometendo entrar em
contato ainda ontem. Nenhuma notícia até agora, claro. Quando disse
ontem que queria cancelar o contrato ele me disse que o serviço da
operadora é o grande diferencial e que eu deveria ficar com eles, não
percebendo, claro, a ironia em suas afirmações.

Já tinha prometido uma resenha do aparelho para uma revista, dando
ênfase em seu funcionamento com o OS X (muito bom, por sinal, desde
que o usuário compre o programa Missing Sync), mas com toda essa
história a matéria será simplesmente um relato do tratamento recebido
pela Claro e como o consumidor é prejudicado. Os aparelhos do plano
corporativo da minha agência de viagens, que seriam mudados para a
Claro, vão continuar na operadora atual, pois a mesma pelo menos
demonstra um mínimo de respeito pelo consumidor.

Depois dessa história toda, alguém tem alguma sugestão sobre como
proceder? Já fiz uma queixa na Anatel hoje pela manhã, será que
resolve? Sem dúvida alguma esta é a pior experiência que já tive com
uma operadora, pior até que o atendimento na antiga Telesp Celular. :-)

Acho que já está mais do que na hora dos usuários pararem de uma vez com a passividade e se unirem. Nossa voz é fraca, mas fazer barulho na imprensa pode ser o melhor forma de mobilização, como já aconteceu com a já célebre história do bluetooth "capado" dos Nokias pela Vivo.

Queridos leitores, tomem cuidado, MUITO cuidado na hora de adquirir planos com a Claro, ainda mais quando há período de permanência mínimo. Se um ponto sequer não ficar bem esclarecido, ou se surgir algum problema sem solução, você ficará amarrado a eles até o fim do contrato. A partir daí, só Anatel, Procom, Juizados Especiais e afins...

postado via wi-fi

escrito por Bia Kunze em Telecom às 04:17 PM | Comentários (23) | Citações

outubro 07, 2006

Vivo Zap ilimitado

Demorou, mas parece que a Vivo descobriu que há demanda para um plano de tráfego ilimitado para sua rede de dados 1xRTT / EV-DO.

No site deles, dá para notar que o antigo plano de 1 GB, que custava R$ 139,90 ao mês, passou a ser ilimitado. Agora há um novo plano de 1 GB, mais barato: R$ 99,90. Há ainda o pacote de 100 MB por R$ 49,90. Outra curiosidade: disponibilizaram o tráfego avulso ao praço de R$ 5,90 por MB, para quem navega esporadicamente e não quer pagar pacote mensal.

Nota-se que, com essas medidas, a Vivo equiparou seus preços de dados aos das operadoras GSM. Não é à toa. A operadora quer ser mais competitiva e preparar o terreno para o GSM dela mesma, que estréia em breve. A grande vantagem é que o 1xRTT / EV-DO é bem mais veloz que o GPRS / EDGE. E segundo a Vivo, seu GSM contará com a mesma cobertura atual do CDMA, o que também seria ótimo, já que tradicionalmente o CDMA cobre mais regiões no Brasil que o GSM.

O problema é confiar na rede da Vivo. Quando testei, há mais de um ano, vi muitas inconsistências. E muitas reclamações de usuários, principalmente do RJ. Não sei como estão as coisas agora.

Obrigada ao Leo Takata pelo link da Vivo.

Pesquise preços de: PDAs Palms celulares

postado via gprs

escrito por Bia Kunze em Telecom às 06:49 PM | Comentários (58) | Citações

setembro 04, 2006

A briga agora é pelo WiMax

Quando se trata de telecomunicações, as brigas entre gigantes deixam todos de cabelo em pé, assistindo a uma queda de braço em que não se sabe quem vai vencer. Foi assim com a TV digital. Agora a briga é pelo WiMax, a banda larga sem fio.

Agora, gigantes sobem novamente no ringue para uma nova disputa. De um lado, o Ministério das Comunicações, e as operadoras Telemar, Telefônica e Brasil Telecom, ex-grandes estatais, hoje donas de 92% do mercado de telefonia. Do outro, a Anatel e as empresas provedoras de internet e TV por assinatura. Em disputa, o leilão de faixas de freqüência para exploração do padrão WiMax.

A Anatel parece disposta a promover e estimular a concorrência. A aprovação da portabilidade numérica deixou isso bem claro. As concessionárias de telefonia fixa praticamente monopolizam o mercado das comunicações, seja em telefonia fixa, móvel ou banda larga. Será que as pessoas ganhariam alguma coisa se elas monopolizassem o WiMax também? Então, quem deve explorar o WiMax no Brasil?

O padrão WiMax é apresentado como a solução para vencer as barreiras dimensionais que impedem que todos os cidadãos brasileiros sejam conectados. Cabear um país geograficamente heterogêneo como o nosso é caro. Em muitos lugares a telefonia fixa ainda não chegou. Aliás, em muitos lugares do país, muita coisa não chega além da web. Uma iniciativa dessas, se bem utilizada, pode levar muito mais que acesso à internet ao interiorzão do Brasil - de carona vêm escola, cultura, conhecimento, desenvolvimento. Talvez seja a solução para que, num futuro próximo, não seja preciso mais distribuir Bolsa-Família por aí.

UPDATE: o leilão foi suspenso... vai começar outra novela, como foi a da TV Digital...

postado via wi-fi

escrito por Bia Kunze em Telecom às 01:19 PM | Comentários (2) | Citações

agosto 31, 2006

Portabilidade numérica em 2008

Excelente notícia! Ontem a Anatel aprovou a proposta para implementação da portabilidade numérica de telefones fixos e móveis no Brasil. Ou seja, clientes que quiserem mudar de operadora poderão manter o número de telefone. A previsão é que isso seja implementado em março de 2008.

Motivo: estimular a concorrência entre as empresas de telefonia. As operadoras "filhotes" das grandes estatais continuam, e as novas operadoras não conseguem crescer. Mesmo sujeitos a serviços ruins, os consumidores preferem manter a operadora só para não perder seu número.

A única restrição é que seja dentro do mesmo município ou localidade com continuidade urbana, no caso do telefone fixo. E dentro do mesmo DDD no caso do telefone móvel.

Há poucos dias debati aqui no blog a questão da portabilidade numérica para telefonia móvel e a resistência dos usuários em trocar de operadora móvel por medo de perder seu número.

Obrigada a todos que comentaram e me mandaram e-mails e postaram comentários, radiantes com a notícia. Sem dúvida a portabilidade é um grande avanço, uma vitória para nós, consumidores que deixaremos de ser reféns das Telecoms e seu péssimo atendimento aos clientes. Um exemplo é o João Roberto, do podcast PapoTech, que ensinou uma dica: quando precisa ser atendido pela Telefonica, precisa sempre ligar para o setor de vendas de produtos ao invés de suporte, senão é mal atendido e suas solicitações ignoradas. Agora com a portabilidade, a Telecom que quiser manter sua clientela, terá que tratá-la bem...

postado via gprs

escrito por Bia Kunze em Telecom às 11:46 AM | Comentários (8) | Citações

agosto 28, 2006

Você tem dúvidas sobre os serviços da TIM?

Amanhã à tarde conversarei pessoalmente com um consultor da TIM, para esclarecer dúvidas dos leitores a respeito dos planos e serviços da operadora. Além disso levarei a ele algumas bronquinhas dos leitores desse blog.

Se você tem alguma dúvida, poste-a aqui nos comentários. Amanhã ainda as respostas estarão aqui.

postado via gprs

escrito por Bia Kunze em Telecom às 11:33 AM | Comentários (26) | Citações

agosto 23, 2006

Número do celular: bem precioso?

Segundo pesquisa divulgada pela TNS InterScience, manter o número da linha do celular é importante para 87% dos usuários de telefonia móvel. Destes, 57% afirmam que a perda do número é um obstáculo para a migração, sendo que os mais velhos são os mais arredios na troca de operadora.

Foi o que aconteceu com meu amigo Fernando. Usuário da Vivo desde os tempos da (saudosíssima) Global Telecom, ele estava em busca de um aparelho convergente com MP3 player, para acompanhá-lo em suas caminhadas matinais. Ele tinha um Nokia com bluetooth (não lembro o modelo) que nunca conseguiu conectar com o Palm Zire 72, mas se conformou e não migrou para GSM para não perder o número, seu bem mais precioso.

Fui recrutada então para a árdua missão de escolher um aparelho CDMA com bom MP3 player e que ao menos sincronizasse contatos e agenda com o PC, já que o Palm anda meio encostado. Alguns dias depois, de posse do aparelho, fomos configurá-lo. O que temos passado de sufoco fazendo o celular funcionar... meu Deus! É o pior celular topo de linha que já tive a chance de mexer na vida. Depois eu conto mais, num mini-review.

Eu, particularmente, não hesito em trocar de operadora e perder meu número, caso esteja insatisfeita com a prestadora de serviços. E vocês?

postado via gprs

escrito por Bia Kunze em Telecom às 09:19 AM | Comentários (27) | Citações

agosto 11, 2006

Promoção: 1 mês de TIM Wap Fast por R$ 10

A dica veio do leitor e ouvinte Fernando Kanarski: segundo a nova promoção da TIM, é possível usar o Wap Fast da TIM por um mês, ilimitado, pagando R$ 9,90. E vale para usuários pré-pagos também!

O nome da promoção é MegaTIM Wap, e você precisa contratar o pacote promocional simplesmente entrando em contato com eles. A promoção é válida para todo o Brasil. Encontrei o regulamento nos sites da TIM Sul e TIM Nordeste, mas pelo visto vale em todo o território nacional.

Se você tiver um aparelho com bastante recursos ou usa seu PDA para se conectar ao celular, um mês de conexão ilimitada sem dúvida é uma ótima oportunidade para aproveitar tudo de bom que a tecnologia móvel oferece! É bom ler direitinho o regulamento da promoção antes.

Clientes da TIM, liguem para o *144 do seu celular ou 0800 741 4141. Aproveitem!

Pesquise preços de: celulares acessórios para celular celulares com wap

postado via wi-fi

escrito por Bia Kunze em Celular às 04:25 PM | Comentários (68)

agosto 09, 2006

Pacote ilimitado de dados para todos a R$ 75

Estou confirmando oficialmente a novidade, direto da Claro. Agora o BlackBerry está disponível para todos - seja pessoa física ou jurídica - e há um plano especial de dados para todos: por R$ 75 ao mês você tem acesso ilimitado a e-mails e navegação em seu dispositivo.

Contudo, ele só está disponível em planos pós-pagos. O Blackberry 7290 sairá por cerca de R$ 700.

A Claro disponibiliza, além do 7290, o 7100. Já a TIM oferece o 8700g por cerca de R$ 1.500 e há pacotes de dados ilimitados a R$ 69 (para e-mails) e R$ 79 (para e-mails e navegação). Aliás, o modelo 8700g é apaixonante. Em breve, reviews completíssimos dos Blackberries aqui no blog.

A idéia da Claro é, enfim, trazer o Blackberry para o usuário comum e popularizar a internet e a comunicação móvel. Não há dúvidas que os preços estão atraentes. Já há comerciais exclusivos do aparelho em peças de rádio e TV. Será que pega? Será que a web móvel ENFIM deixará os guetos geek e ganhará as ruas?

Pesquise preços de: smartphones Blackberry placa PCMCIA wireless

postado via wi-fi

escrito por Bia Kunze em Smartphone às 05:00 PM | Comentários (33)

iSkoop + Skype

Muito foi dito que a Microsoft queria dominar o mundo. Depois veio o Google, que ganhou a admiração de todos e foi acusado da mesma coisa. Na minha humilde opinião, agora é a vez do Skype.

Graças à parceria com o iSkoop, agora será possível ligar para qualquer pessoa de sua lista de contatos através de qualquer celular. Imagine, você está na rua e quer fazer uma ligação para um alguém do outro lado do país sem gastar uma exorbitância. Basta ligar para um número local do iSkoop, que redirecionará a chamada para o número desejado através do serviço SkypeOut. Se sua chamada for para um computador, melhor: paga-se apenas a chamada local. Por enquanto, não é para o nosso bico verde-e-amarelo, mas acredito que a novidade logo desembarque aqui.

Mais detalhes, aqui. Bom ver que VoIP está cada vez mais móvel, ampliando os horizontes. Ontem foi o Mylo, hoje o iSkoop... Até Cérebro já disse para Pink que pretendia se tornar mobile para ampliar suas chances :)

postado via wi-fi

escrito por Bia Kunze em Telecom às 01:37 PM | Comentários (3)

agosto 05, 2006

O mundo bizarro das Telecoms

Aconteceu com meu amigo Lamp, de SP, que ligou para o atendimento da Telefônica.

Digite isso... digite aquilo... aguarde um instante que em breve iremos atendê-lo...

- Telefônica, boa noite!
- Olá. Eu preciso saber como está a solicitação do Detecta que fiz há mais de um mês.

A atendente confirma nome, endereço, telefone, RG, CPF, título de eleitor, tipo de sangue e carteirinha de escoteiro.

- Um minuto, senhor.
Trocentos minutos depois:
- Senhor?
- Pois não.
- Estou vendo aqui que a transportadora cancelou a entrega porque não achou o endereço e isso já aconteceu três vezes.
- Ok. Você poderia mandar entregar em outro endereço então?
- Não, senhor, só no endereço da assinatura.
- Aquele mesmo que ninguém acha?
- Sim, senhor.

Tu... tu... tu... tu...

postado via gprs

escrito por Bia Kunze em Telecom às 02:35 PM | Comentários (10)

julho 31, 2006

TV a cabo no laptop e PDA

Segundo o site Blue Bus, a TVA anunciou em coletiva no final da manhã em São Paulo o lançamento de um serviço que permite assistir seus canais de TV a cabo fora de casa, no notebook ou PDA. Para tal, é necessário um aparelho da empresa americana SlingMedia que ficará na casa do assinante, ligado ao decodificador e ao Ajato. A partir de então, basta uma conexão web em alta velocidade través da internet para o usuário navegar entre os canais e assistir os programas que quiser no seu portátil. FANTÁSTICO! Super obrigada ao meu amigo Cobra pela notinha.

postado via wi-fi

escrito por Bia Kunze em Telecom às 04:35 PM | Comentários (6)

julho 21, 2006

Revolução VoIP no ar

Agora sim, dá para dizer que a revolução VoIP está mesmo começando!

Conforme falei no meu último podcast, a plataforma campeã de presença nos smartphones - Symbian - não dorme no ponto, e lançou a versão 9.3 do seu SO com wi-fi nativo. Todos querem VoIP em seus dispositivos móveis.

Enquanto isso, no site da loja do Skype, mais e mais headsets wi-fi com versões compactas do popular programa de VoIP surgem. Estão cada vez mais elegantes, funcionais e absolutamente independente de computadores de mesa. O pessoal do Mobility Guys dá mais detalhes dos novos aparelhos.

E aqui no Brasil, os telejornais anunciaram durante a semana reduções nas tarifas de telefonia fixa de longa distânicia. Telecoms e empresas de TV a cabo anunciam, nos intervalos, serviço de banda larga e... voz sobre IP!

É o que eu digo, o sinal de que alguma coisa na área de tecnologia vai pegar fogo é quando sai do gueto geek - e ganha espaço na TV aberta, seja nos telejornais ou nos intervalos comerciais, onde inclusive já se usa o termo VoIP...

postado via wi-fi

escrito por Bia Kunze em Smartphone às 08:00 AM | Comentários (7)

julho 17, 2006

Podcasts em tempo real no celular

Que tal um podcast em tempo real no seu celular? Você assina seus canais favoritos e recebe as atualizações em tempo real, tão logo sejam lançadas - baixando e ouvindo (ou vendo) direto no próprio aparelho. Isso já existe!

Meu amigo Gustavo Jreige lançou ontem seu podcast Outros Olhos, sobre mídia e jornalismo. Num trabalho de altíssimo nível, nessa edição especial de lançamento ele fala sobre telejornais, e conseguiu entrevistados de peso, como Joelmir Beting e Celso Freitas. Fiquei impressionada com o excelente conteúdo. Apenas precisa de alguns ajustes técnicos, um detalhe menor, já que é a primeira vez que ele se aventura no mundo dos podcasts. Esse guri vai longe... e digo que é meu amigo, com o maior orgulho!

Fiz uma participação falando sobre jornalismo, informação em tempo real, mobilidade e interatividade. E por pouco não falei de um tipo de serviço porque não existia: informação sob demanda, em formato de pod ou videocast, em tempo real, no seu celular ou smartphone.

Não existia até hoje, pois agora foi lançado o Mobipod: o serviço distribui os pod e videocasts que você assina em tempo real no seu smartphone. A plataforma suporta Java, Symbian, Windows Mobile e aparelhos CDMA que suportam mídia (baseados em Brew), ou seja, é um serviço democrático.

Por enquanto o Mobipod está restrito somente aos ingleses, mas não deve tardar o surgimento de algo parecido nas operadoras daqui. Mais que isso, as possibilidades de se explorar tal tecnologia são infinitas! Além de qualquer um de nós poder se fazer visto e ouvido, a qualquer hora e em qualquer lugar, abrem-se novas oportunidades para as áreas da comunicação e publicidade.

postado via wi-fi

escrito por Bia Kunze em Celular às 08:59 PM | Comentários (4)

julho 07, 2006

Quase lá

Nem acredito! Ativaram o sinal do meu ADSL. Só que simplesmente me telefonaram e avisaram. Telefonaram em casa, eu por sorte estava saindo para trabalhar. Havia pedido encarecidamente que me avisassem no comercial ou celular... Bah.

Para minha surpresa, só ativaram o sinal. O resto, eu que me vire. Agora alguém me explica: para que a taxa de R$ 64-e-não-sei-quantos-centavos de "instalação do serviço ADSL"?

Já vi que chegarei de noite em casa e terei que me virar. Por que com essas operadoras de telefonia TUDO é tão complicado?

postado via gprs

escrito por Bia Kunze em Telecom às 06:32 PM | Comentários (4)

junho 30, 2006

Vivo GSM

Corriam rumores, mas muita gente não botava fé. Pois a Vivo anunciou oficialmente hoje: até o fim do ano passará a oferecer também a tecnologia GSM, além da CDMA.

Então, alguém aí se habilita? (Obrigada, Emanuel, pela notinha.)

Pesquise preços de: celulares CDMA celulares GSM acessórios para celular

postado via gprs

escrito por Bia Kunze em Celular às 04:58 PM | Comentários (76)

junho 29, 2006

Este não é um país sério!

Como todo mundo já esperava, o governo "optou" mesmo pelo modelo japonês de TV digital.

Na verdade o que teremos é um padrão híbrido que nem é o padrão japonês genuíno. Os aparelhos e receptores que já existem não poderão ser usados aqui. Ou seja, criamos um novo PAL-M, um tiro no pé.

Mas a questão vai além da discussão meramente tecnológica.

Com o ISBN, perdemos uma excelente chance de criar conteúdo multimídia próprio, de sair da mesmice radiotelevisiva, de dar um pé na bunda da mediocridade que emburrece o povão. Perdemos novas oportunidades de trabalho para pessoal de Comunicação, perdemos a chance de ousar, de criar, de inovar.

Perdemos os R$ 50 milhões na formação de 22 consórcios de universidades brasileiras em busca de um padrão democrático. Tudo foi para o lixo. Vemos claramente uma decisão parcialista em prol dos grandes radiodifusores a fim de conseguir apoio às vésperas da corrida eleitoral.

Perdemos os últimos 4 anos vivendo um governo demagogo, populista e que usa a máquina administrativa para manter-se a si mesmo comprando apoio político, como faz com a Câmara e agora com a Rede Globo. Essa atitude eleitoreira se repete com leis e MPs de útima hora, como a do recolhimento do FGTS dos empregados domésticos e os aumentos salariais "na surdina" para os militares. Lula, ME POUPE!

Já falei bastante aqui no blog sobre o conflito de padrões e o impacto de cada um deles. Está no histórico. Agora, só me resta lamentar: De Gaulle tinha razão!

postado via gprs

escrito por Bia Kunze em Telecom às 07:28 PM | Comentários (26)

junho 26, 2006

Novo pesadelo com a Claro

Estou em semana de provas na faculdade, num apuro danado, e fazendo um samba do crioulo-doido com minha agenda de pacientes, que pediram remanejamento de cirurgias amanhã por causa do jogo do Brasil. Recebi muitos emails esse fim de semana, com várias dúvidas. Peço um pouquinho de paciência, na quarta-feira devo colocar tudo em dia.

Estou resolvendo pendências com a Claro a respeito de contas incorretas. Isso já se arrasta há 3 meses e parece uma novela sem fim. A conclusão que cheguei, junto com a Telecel, foi que a consultora que fechou meu contrato me vendeu um plano errado, que não atende minhas solicitações. Ela fechou um plano que assegurava a não cobrança de deslocamento de chamadas em roaming. Mas foi tudo cobrado, e MUITO bem cobrado. Desde que fechei o plano, não recebi o plano detalhado, a entrega do Qtek atrasou um monte, a consultora não atendia mais minhas chamadas e não respondia emails. O Gestor On-line nunca foi ativado devido a um jogo de empurra entre a Telecel e a Claro, sobre quem deveria ativar - e mesmo assim, vem sendo cobrado regularmente.

Como a consultora nem trabalha mais lá, quero só ver quem vai pagar o pato...

O podcast já está pronto, devo subir assim que meu sinal de celular voltar. Também estou com um monte de trabalhos da faculdade em suspenso, pois fiquei sem GPRS todo o fim de semana, quebrando galho com meu abençoado celular-estepe da Brasil Telecom. Achei que um plano corporativo da Claro ia realmente facilitar minha vida, mas virou um pesadelo. Vivem cortando meu sinal e sempre me pedem para aguradar a revisão das contas. Ê novelinha...

postado via dial-up

escrito por Bia Kunze em Telecom às 11:11 AM | Comentários (4)

junho 18, 2006

Um byte no fim do túnel

Meus amigos espalhados pelo Brasil e pelo mundo (ainda mais nessa época de copa) não páram de me cobrar para colocar logo banda larga na casa nova. Ainda mais sendo Skype Addict, a abstinência está me enlouquecendo.

Felizmente essa semana terminei o grosso da mudança, comprei o que faltava de eletrodmésticos e móveis e posso enfim cuidar desse problema com mais calma. Eu ainda não havia decidido que empresa e que tipo de conexão escolher, pois não quero obrigatoriamente adquirir uma terminal telefônico fixo, mas felizmente surgiu uma luz no fim do túnel e a partir de amanhã vou correr atrás. Desejem-me boa sorte.

postado via laptop

escrito por Bia Kunze em Telecom às 10:31 PM | Comentários (5)

junho 08, 2006

Celulares ligando para números Skype

Enquanto eu brigava com a Claro hoje por causa da cobrança indevida de ligações recebidas em viagem (a consultora, já demitida, me vendeu o plano errado e se enrolava toda na revisão das contas), recebi uma excelente notícia: os celulares Claro agora completam chamadas para números SkypeIn.

Testei também com a Brasil Telecom e também funcionou. Não sei se funciona com as demais operadoras e também não sei se é em todo o território nacional. Mas como por enquanto estou sem banda larga na casa nova, a notícia veio a calhar.

postado via gprs

escrito por Bia Kunze em Telecom às 08:59 PM | Comentários (1)

maio 30, 2006

Desafiando o SkypeIn

Já tenho 2 números SkypeIn, um de SP e outro do RJ, não sei se compro um de Curitiba. Mas com tanta instabilidade no serviço, estou em dúvida... Cancelei meu telefone fixo há tempos por falta de uso, em casa deixamos só a linha que temos há 20 anos, com o ADSL.

Um amigo, o Polska, está indo para a Alemanha, vai deixar seu número SkypeIn do Rio com família e amigos e redirecioná-lo para seu chip GSM alemão. Achei a idéia sensacional, vou cobrar dele um feedback. Ele também mandará um review de seu IPphone novo, o CIT2000. Aguardem!

Agora que vou morar sozinha, volto ao dilema, estou tentadíssima a fazer o mesmo, virar 'VoIP addict'. Vou esperar terminar a mudança para decidir se coloco ADSL da Brasil Telecom ou Net Vírtua...

postado via gprs

escrito por Bia Kunze em Telecom às 03:29 PM | Comentários (12)

maio 25, 2006

Celular + VoIP já é realidade

Começa a ser vendido pela distribuidora Ynoma o celular híbrido GF-200 da UTStarcom. O usuário compra o aparelho, mais um chip GSM da operadora de sua escolha e contrata um número de telefone pelo serviço Voice Mobile, oferecido pela operadora Voice Global. Porém, depois da experiência com a Transit (os números SkypeIn deixaram de funcionar em várias cidades depois do episódio do PCC), depender de um número comprado para um serviço VoIP ainda não é uma boa.

Há mais de uma semana não consigo ligar para nenhum número SkypeIn de Curitiba ou São Paulo. O problema começou logo após o caos telefônico provocado pela recente onda de violência em São Paulo. Não é a primeira vez que isso acontece. Há alguns meses, a Transit foi assaltada e o serviço SkypeIn também deixou de funcionar por uns dias.

Já relatei aqui no blog a solução em VoIP e celular que a Brasil Telecom também vai implementar. Soluções celular + VoIP sem dúvida são fantásticas, e eu mesma seria uma potencial usuária do serviço, como tantos outros profissionais móveis, empresários e executivos que estão sempre em trânsito. Mas será que a Voice Global, por exemplo, não está sujeita às mesmas falhas da Transit?

Tais acontecimentos colocaram em xeque minha idéia de adotar um número de telefone VoIP como meu número residencial. Estou prestes a sair de casa, vou me mudar e morar sozinha num bairro mais distante, porém mais próximo da minha clínica. Enquanto aguardo o fim da reforma na casa, fico pensando com meus botões se eu assino uma linha fixa da Brasil Telecom com ADSL ou assino a Net Virtua. A opção da Brasil Telecom me obrigaria a pagar R$ 50 de assinatura e franquia obrigatória de pulsos, mais uns R$ 60 pelo ADSL de 300. A opção da Net Vírtua seria R$ 99 por mês com 2 Mbps de velocidade e 1 ano de NetFone grátis.

Em tese, a oferta da Net parece irresistível, até ler as 'letras miúdas' da promoção. Os 2 Mbps têm uma franquia de banda de 20 GB ao mês. Quando ela estoura, a velocidade cai para 150 Kbps até o fim do mês. Por outro lado, assinar o ADSL da Brasil Telecom me *obriga* a ter uma linha telefônica fixa. Quase não estou em casa para justificar uma linha fixa, tampouco faço ligações locais. Eu tinha aqui em casa uma linha própria, mas cancelei por falta de uso. O celular é muito mais conveniente para mim.

Agora, prestes a me mudar, estou nessa sinuca de bico. O que eu faço?

postado via wi-fi

escrito por Bia Kunze em Telecom às 12:10 PM | Comentários (4)

maio 24, 2006

Ainda a novela da Vex

É, acho que não dou sorte com a Vex mesmo, pelo menos aqui em Curitiba. O hotspot do Fran's Café da Carlos de Carvalho vive com problemas. Hoje não foi diferente. Consigo autenticar com meu login e senha na home da Vex, mas na hora de abrir outras páginas ele torna à janela de login. Digitando qualquer outro site na barra de endereços, ele dá um "redirect" e retorna um misterioso erro de gateway. O que será?

postado via gprs, fazer o quê...

escrito por Bia Kunze em Telecom às 03:15 PM | Comentários (8)

maio 09, 2006

Brasil Telecom lançará serviço com celular + wi-fi + VoIP

A Brasil Telecom não tem medo do VoIP, ao contrário: quer aproveitar a onda para faturar algum. E, visionária, é a primeira operadora brasileira a anunciar um serviço híbrido de telefonia celular e VoIP.

A idéia é excelente para os usuários de telefonia em geral, principalmente móvel. O serviço significará mais economia no fim do mês.

No segundo semestre deste ano, a Brasil Telecom comercializará um aparelho híbrido, o GF200, da empresa parceira UTStarcom. O GF200 se conecta à rede wi-fi e faz chamadas usando a tecnologia VoIP. Onde não houver sinal wi-fi, ele funcionará como um celular normal.

O preço do aparelho ainda não está definido. A UTStarcom produz o modelo na China e pretende ter uma segunda opção de terminal até o final do ano, de acordo com a companhia. A Brasil Telecom, por sua vez, acredita que será a primeira operadora do mundo a lançar comercialmente a opção em GSM. Tais aparelhos convergentes entre redes móveis e fixas só existem comercialmente na Coréia, no padrão CDMA. A Oi também está testando um aparelho convergente, mas não há previsão que lançamento de serviços em VoIP.

Quem não quer esperar para ter seu aparelho "IPfone" já encontra alternativas bem interessantes por aí, desde modelos simples que se ligam na USB do computador até modelos sofisticados, como esses híbridos de celular com wi-fi. Há opções para todos os bolsos, e em breve publicarei um tutorial com os aparelhos mais interessantes.

postado via wi-fi

escrito por Bia Kunze em Telecom às 04:51 PM | Comentários (3)

maio 08, 2006

Entretenimento móvel é coisa de gente grande

Empresas como iTunes Music Stores e operadoras de telefonia celular estão faturando horrores com a venda de conteúdo multimídia para iPods e celulares. Definitivamente, entretenimento móvel está deixando de ser um mercado alternativo e se tornando coisa de gente grande. Mesmo no Brasil.

Logo na abertura do site do 5º Tela Viva Móvel, evento que acontecerá em São Paulo nos dias 9 e 10 de maio, o seguinte parágrafo deixa isso bem claro: o universo da telefonia celular se expande para o mundo da música e da televisão, tornado os handsets e os serviços móveis em novos meio de informação e entretenimento. Com isso, a publicidade, a indústria fonográfica, a indústria de conteúdos audiovisuais e a própria televisão convergem para a mobilidade e para a portabilidade.

Esse ano, tudo deve adquirir uma dimensão maior, pois temos Copa do Mundo. A Vivo, patrocinadora da seleção brasileira, vai oferecer, graças à essa parceria, download e streaming de vídeos exclusivos dos jogadores da seleção em situação de jogo, concentração e confraternização. Além disso, serão oferecidas notícias da coberturado mundial em WAP e SMS.

A Claro segue no mesmo caminho: seu portal já oferece download de temas, hinos e imagens relacionadas à Copa. Mas a grande novidade é o serviço Claro Player, uma grande loja de músicas no celular, que oferecerá download de MP3, mais ou menos nos moldes que a iTunes Music Store faz hoje com os iPods. O Claro Player será abordado num review exclusivo em breve.

A interação entre computadores e telefones celulares é responsável, em parte, pelo crescimento da navegação feita por usuários em aparelhos móveis, de acordo com o estudo "The Face of the Web 2006", do instituto de pesquisa Ipsos Insight. Hoje, no Brasil, segundo pesquisa publicada pelo Ipsos Insight, 8% dos usuários de celular nas grandes cidades brasileiras já usam seus aparelhos para navegação na web. Essa penetração do acesso à web móvel foi impulsionada por dois fatores: o aumento na base instalada mundial de celulares multimídia e com suporte à novas tecnologias e o seu crescimento entre usuários menos entusiastas de tecnologias.

Mas para que o entretenimento móvel deslanche de vez, é preciso que se adotem medidas que quebrem o receio do usuário menos adepto: conteúdo caro e a polêmica proteção DRM, que impede que o usuário usufrua do seu conteúdo em outros dispositivos. Isso deve ser resolvido logo, pois o mercado está se aquecendo muito depressa, paralelamente à retração nas vendas de conteúdo em mídias tradicionais.

postado via wi-fi

escrito por Bia Kunze em Telecom às 10:11 AM

maio 03, 2006

Skype com SMS e Skypecast

Está disponível para download mais um beta do Skype. Acirrando ainda mais a briga VoIP versus operadoras, agora as novidades são o serviço de SMS mundial e o fantástico Skypecast.

O preço para o Brasil é absurdo, R$ 0,66 por mensagem. Além de caro, talvez o envio por celular mesmo ainda seja mais prático. Mesmo assim, sendo o Skype um serviço de telefonia, a incorporação de novas funções é interessante. Desde que não vire uma "penteadeira de p*ta", como já chamam o MSN por aí.

Mais interessante que o SMS é o Skypecast. Imagine uma "palestra" em tempo real para até 100 pessoas via VoIP. Mais que um podcast, o Skypecast permite interação em tempo real com todos os participantes.

Com SkypeOut, SkypeIn, secretária eletrônica, áudio e vídeoconferência, SMS e Skypecast, tudo isso numa impressionante democracia de plataformas (Windows, Mac, Linux, Windows Mobile), o serviço hoje é realmente o que há de melhor em VoIP.

postado via gprs

escrito por Bia Kunze em Telecom às 12:06 PM | Comentários (2)

abril 17, 2006

Que feio, hein Vex? (II)

A Vex entrou em contato comigo para agendar uma reunião a fim de averiguar o que está acontecendo com os usuários. Todo dia recebo ao menos um e-mail de usuário falando de hotspots que não funcionam ou que o suporte está deixando a desejar, em especial, assinantes do Velox. Todos os emails estão sendo analisados.

Enquanto isso, proponho aos leitores desse blog: que tal testarmos juntos, de graça, o serviço da Vex?

Sei que tem gente absolutamente satisfeita com o serviço, enquanto outros não. Baixem a bola e não briguem!

O usuário de celular Claro pós-pago quiser testar a Vex de graça, ao chegar num hotspot, envie um SMS para 9434. Você receberá um login e senha temporários, válidos por alguns minutos. Depois, me dêem seu feedback por e-mail.

Estou montando um "diário wi-fi" que será enriquecido com depoimentos dos leitores deste blog e e usuários da comunidade do Mundo Sem Fio, a qual sou administradora. Agora em abril e maio viajarei para algumas cidades e poderei enriquecer o relato.

Mas o feedback de vocês, leitores, é extremamente importante. Divulguem e escrevam para bia arroba garotasemfio.com.br, eu ficarei no aguardo! E a Vex também... ;)

postado via wi-fi

escrito por Bia Kunze em Telecom às 10:13 PM | Comentários (1)

abril 07, 2006

Que feio, heim, Vex? (I)

Este post narra as desventuras de um (ops, mais um!) assinante da Vex que quer usar o serviço e não consegue. Como vocês sabem, assinar um provedor wi-fi não é nada barato. Além de tudo, é preciso camelar em busca de hotspots, e quando acha... quem disse que funciona?

Preparem-se... seria cômico se não fosse trágico.

Ivan Carlos, assinante da lista de discussão Mundo Sem Fio, contou para mim sua história de terror, reproduzida logo abaixo.

Ontem, dia 30/03/2006, varri alguns hotspots na Av. Paulista, São Paulo, para verificar como continua a qualidade do serviço fornecido pela Vex.

Passei em 6 estabelecimentos, em todos conversei com colaboradores de atendimento e gerentes.

Foram eles:
Bob's (av. paulista, 1904)
America (av. paulista, 2295)
Caesar Business (av. paulista, 2181)
Rizzo Gourmet (av. paulista, 2064, shopping center 3)
Spoleto (av. paulista, 2064, shopping center 3)
Bon Grillé (av. paulista, 2064, shopping center 3)

Só foi possível navegar no Shopping Center 3 (ainda que com sinal fraco) e no Caesar Business (hotel executivo de luxo).

No Shopping Center 3, os 3 estabelecimentos que deveriam ter hotspots da Vex ficam praticamente um ao lado do outro, e ao invés de detectar 3 pontos de acesso, detectei somente 1, e com sinal fraco em frente a estes 3 estabelecimentos. Conversei sobre o fornecimento desse serviço com funcionários e gerentes dos 3 estabelecimentos e nenhum soube me informar sequer como estava sendo provido este serviço, garantindo que não existia tal recurso em suas lojas.

No Bob's, localizei 2 pontos de acesso, confirmados pelo gerente (os funcionários não conheciam o serviço), sendo 1 na entrada e outro aos fundos, onde existe uma praça de alimentação maior. O sinal do ponto de acesso frontal é extremamente fraco, é possível conexão a ela mas impossível navegar. O 2º ponto de acesso, nos fundos, tem qualidade de sinal ótima, mas sequer consigo estabilizar uma conexão, de imediato este ponto já não me fornece um IP de acesso automaticamente.

No America os funcionários sabiam "algo a respeito", mas não souberam me dizer para que seria a "tal de Vex", somente tinham conhecimento que um funcionário da própria Vex passou esta semana no estabelecimento. O gerente tinha noções técnicas de como acessar a rede, padrão utilizado, etc. O sinal apresentou-se forte ao menos onde me posicionei, consegui conectar-me na rede mas não consegui navegar.

No Caesar Business foi o único estabelecimento onde o serviço foi totalmente satisfatório. O manobrista, o faxineiro e 2 recepcionistas sabiam exatamente sobre o serviço que era oferecido lá. O final era forte, consegui estabelecer conexão rapidamente e navegar sem problemas.

Além das críticas ao serviço que declarei em meu 1º e-mail à lista Mundo Sem Fio, fica mais uma pergunta: De onde vem o sinal fornecido no Shopping Center 3, sendo que nenhum estabelecimento declarado na relação de hotspots da Vex tem conhecimento do serviço?

Ivan Carlos

***
Ivan, sua história foi encaminhada aos principais veículos impressos do país, que, estarrecidos, irão entrar em contato com a empresa. Eu ia colocá-la também no Podsemfio da semana passada, conforme havia prometido, mas por causa das mudanças de servidor, a bronca ficou para o próximo domingo.

Também estou escrevendo um diário com minha experiência pessoal com a Vex. Vamos aguardar. Manterei você também informado em seu e-mail.

postado via wi-fi (não o da Vex, lógico)

escrito por Bia Kunze em Telecom às 12:31 AM | Comentários (10)

março 30, 2006

Operadoras, tremei!

Existe um "termômetro" para saber quando uma tecnologia realmente se popularizou. Comercial na TV!

Já houve vários comerciais em TV falando em VoIP, como o da pioneira GVT. Mas tudo muito técnico, com imagens de executivos, escritórios, ambiente corporativo. Numa linguagem voltada claramente para empresas.

Hoje, VoIP nas grandes empresas não tem mais nada de revolucionário. O corporativo já é consciente da redução de custos e versatilidade de uso dessa tecnologia. Quem trabalha com redes diz que implementar VoIP virou um trabalho rotineiro.

Hoje foi a primeira vez que vi VoIP anunciado na TV para o público final: as pessoas comuns, as famílias. Isso fica evidente ao notar-se uma linguagem bem pão-pão-queijo-queijo.

A Net está anunciando o ''Netfone". Nem usam a sigla "VoIP", obviamente isso assusta as pessoas comuns. Mas deixam bem claro aquilo que realmente interessa:

- "não tem assinatura, mensalidade ou franquia!"
- "ligações de Netfone para Netfone de graça!"
- "ligações de Netfone para outras cidades com tarifa de ligação local!"
- "Net, com apenas um serviço você tem TV por assinatura, internet banda larga e telefone!"

Essa útima colocação é muito interessante, uma vez que já relatei aqui da febre de compra de números SkypeIn no lançamento do serviço. É espantoso ver que não é só o corte de custos que atrai o usuário. Há uma forte desejo de se abandonar as empresas de telefonia pelo seu péssimo tratamento aos clientes!

Sempre digo isso: a operadora de fixo e / ou móvel que um dia "desterceirizar" o atendimento ao cliente e treinar uma equipe própria (coesa, madura, bem informada e preparada)... encontrará a galinha dos ovos de ouro.

Pesquise preços de: roteador wireless modems ADSL telefones com VoIP

postado via gprs

escrito por Bia Kunze em Telecom às 11:38 AM | Comentários (27)